De bicicleta, com saúde e elegância - São Paulo São

A| professora e historiadora paranaense, Vivi Ferreira Mendonça que mantém o blog Vou de Bike e Salto Alto. Foto: Divulgação.A| professora e historiadora paranaense, Vivi Ferreira Mendonça que mantém o blog Vou de Bike e Salto Alto. Foto: Divulgação.

Você sabia que andar de bicicleta no dia a dia diminui em mais de 40% os riscos de câncer e problemas cardíacos? Uma revisão de 73 estudos publicados na National Library of Medicine, dos Estados Unidos, concluiu que mulheres ativas têm 25% menos chances de desenvolver câncer de mama do que as sedentárias. Por isso é tão importante incentivar a bicicleta nas políticas públicas, melhorando assim a saúde da população.

Professora e historiadora paranaense, Vivi Ferreira Mendonça, de 42 anos, do blog Vou de Bike e Salto Alto (está nas redes sociais também), faz questão de divulgar o uso da bike no dia a dia, especialmente para as mulheres. “A bicicleta representa saúde, alegria, independência e liberdade”, diz Vivi, que gosta de mostrar aos seus mais de 100 mil seguidores como esse veículo sustentável pode transformar para melhor a vida de alguém. “E esse modal revolucionou minha vida. Sofri um período da minha vida com estresse, depressão, sedentarismo e, consequentemente, obesidade, e deixei tudo isso para trás quando descobri a bicicleta, que me deu autoestima, autonomia e qualidade de vida”.

O cicloturismo é outra paixão de Vivi, que viajou para mais de 720 lugares pedalando. Foto: Divulgação.O cicloturismo é outra paixão de Vivi, que viajou para mais de 720 lugares pedalando. Foto: Divulgação.

Vivi não tem carro, nunca quis aprender a dirigir e anda de bicicleta por Curitiba o dia todo. E o bacana é que o seu grande amor pela bicicleta a levou a inspirar também seus alunos. Ela ajudou a montar um bicicletário nos fundos da escola pública em que trabalha, e já há algum tempo que vê mais e mais crianças e jovens aderindo à bicicleta. Consciente da sua responsabilidade como educadora, ela promove palestras e oficinas sobre a mobilidade urbana ativa e sustentável para formar pessoas mais saudáveis e responsáveis pela melhora do meio ambiente.

Vivi gosta de pedalar elegantemente, com saias, vestidos e, detalhe, sempre de salto alto. Foto: Divulgação.Vivi gosta de pedalar elegantemente, com saias, vestidos e, detalhe, sempre de salto alto. Foto: Divulgação.

Já o cicloturismo é outra paixão de Vivi, que viajou para mais de 720 lugares pedalando. “São mais de 36 mil km percorridos em 15 anos de pedaladas pelo Brasil e o mundo. A cadência do pedalar é como um mantra sendo repetido de forma constante e rítmica, em que o ciclista se conecta totalmente com a natureza e o ambiente percorrido. Pedalar transforma o nosso corpo, a nossa mente e a nossa vida”, diz Vivi. Alguém duvida?

Cheia de estilo, Vivi gosta de pedalar elegantemente, com saias, vestidos e, detalhe, sempre de salto alto. “Tenho paixão por bicicletas e sapatos”, confessa. Por isso, ela lançou o blog, com o objetivo de trazer novidades, dicas e experiências sobre o modal que ama. “Sempre me deparei com um mundo muito masculino na bike e sentia falta de outras mulheres pedalando. E é possível ter segurança, bem-estar e elegância em cima de uma bike”. Há um ano, ela lançou uma marca de roupas femininas para ciclistas: bermudas, macaquinhos, camisetas, luvas e saias cheias de cor e bossa. E lá vai ela. De bike e salto alto!

Leia também: 


***
Artigo assinado pelo Pro Coletivo, blog parceiro de conteúdo, especializado em assuntos da multimodalidade.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio