Outros - São Paulo São

São Paulo São Outros

Vista do Rio de Janeiro a partir do Morro Dona Marta. Foto: Marcos Michael.Vista do Rio de Janeiro a partir do Morro Dona Marta. Foto: Marcos Michael.O Governo Federal lançou em junho a publicação Áreas Urbanizadas do Brasil 2015, produzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com imagens do satélite RapidEye, produzidas entre os anos de 2011 a 2014. O mapeamento mostra que as maiores áreas urbanizadas do país são São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Goiânia. Juntas, essas cinco aglomerações urbanas possuem mais de 2.500 km². 

As imagens mostram um país que vem consolidando seu processo de urbanização, com predominância de áreas caracterizadas por uma ocupação contínua, com pouco espaçamento entre as construções. “Uma concentração urbana pode ter só um município, como é o caso de Uberlândia (MG), mas também pode ser um conjunto de municípios, como é o caso do Rio de Janeiro”, explica Maurício Gonçalves e Silva, geógrafo do IBGE.

Mapa da área urbana do São Paulo. Imagem: IBGE.Mapa da área urbana do São Paulo. Imagem: IBGE.

O recorte municipal mostrou que, das dez maiores áreas urbanizadas do país, apenas Campinas (SP) não é uma capital: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Manaus (AM) e Campo Grande (MS). 

Mapa da área urbana do Rio de Janeiro. Imagem: IBGE.Mapa da área urbana do Rio de Janeiro. Imagem: IBGE.

Segundo o estudo, 84% das concentrações urbanas do país são classificadas como densas, o que é um indicativo da consolidação do processo de urbanização. “Podemos pensar em áreas densas como aquelas com uma casa ao lado da outra, com quintal, padrão de arruamento, até áreas com prédios”, diz Maurício. Ainda segundo ele, as áreas pouco densas, que completam os outros 16%, são aquelas com construções mais espaçadas e muitos terrenos vazios.

IBGE também realizou um recorte das áreas urbanas com menos de 300.000 habitantes. Entre essas, o estado de São Paulo se destaca por conter 6 das 10 concentrações urbanas de faixa populacional entre 100.000 e 300.000 habitantes com maiores áreas urbanizadas. O estado também se destaca por apresentar o maior número de concentrações urbanas desse mesmo patamar populacional (26), seguido por Minas Gerais, com 18 concentrações urbanas, e pelo Rio Grande do Sul, com 11.

***
Fonte: CAU/BR e IBGE.

Louveira é líder do ranking de desenvolvimento da FIRJAN. Foto: Prefeitura de Louveira.Louveira é líder do ranking de desenvolvimento da FIRJAN. Foto: Prefeitura de Louveira.

São Paulo é o estado com maior número de cidades entre as mais desenvolvidas do Brasil. Segundo o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado no dia 28 de junho, o estado tem 58 cidades entre as 100 destacadas. O IFDM foi elaborado a partir de dados de 2016 com indicadores do governo federal de emprego e renda, saúde e educação de 5,471 municípios do país - onde vivem 99,5% da população brasileira.

“Se você só puder plantar uma árvore, plante-a em uma cidade.“ A frase de David Nowak, PhD em Arborização Urbana pela Universidade da Califórnia, é categórica. Pesquisador-líder do US Forest Service, Nowak tem trabalhado em pesquisas que buscam avaliar os benefícios econômicos da arborização nas cidades.

Ele criou o iTree, software que oferece às cidades as ferramentas necessárias para produzir inventários detalhados das árvores urbanas e calcular seu valor em dinheiro. O trabalho comprovou o que antes era apenas uma hipótese: as árvores não só purificam o ar que respiramos e amenizam as temperaturas, mas podem gerar uma economia financeira significativa aos centros urbanos.

APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio