Outros - São Paulo São

São Paulo São Outros

Em outros tempos, o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, foi palco de grandes bailes de Carnaval, virou “point'' paulistano com sua cafeteria 24 horas e local de diversão nos finais de semana, quando a população se reunia para ver os pousos e decolagens. Havia uma área onde as pessoas simplesmente se sentavam para ver os aviões saindo e chegando.

Faixa de poluição amarronzada é causada pela poluição e por causa de fenômeno conhecido como inversão térmica. Foto: Bárbara Muniz Vieira / G1.Faixa de poluição amarronzada é causada pela poluição e por causa de fenômeno conhecido como inversão térmica. Foto: Bárbara Muniz Vieira / G1.

A concentração de poluentes na cidade de São Paulo está 20% menor em julho deste ano em comparação com o mesmo mês de 2019, de acordo com o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG – USP).

Pesquisa avaliou mudanças na capital paulista durante o período de uma semana. Foto: Leandro Centomo / Good Free Photos.Pesquisa avaliou mudanças na capital paulista durante o período de uma semana. Foto: Leandro Centomo / Good Free Photos.

Durante o período de uma semana, a quarentena contra o coronavírus na cidade de São Paulo fez com que a poluição caísse na capital paulista em 50%. É o que indica um levantamento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A pesquisa foi divulgada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP (FAPESP).

A locomoção das pessoas após a quarentena deverá ser uma das preocupações centrais na retomada das atividades sociais e econômicas nas grandes metrópoles. A professora Helena Ribeiro, pesquisadora do Departamento de Saúde Ambiental, da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, recomenda que os gestores públicos tracem estratégias e proponham políticas bem planejadas para incentivar ações integradas de mobilidade urbana e saúde ambiental. A professora coordenou um estudo feito por pesquisadores da FSP e da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP que investigou o impacto na melhoria da qualidade do ar em cidades que adotaram medidas de restrições de mobilidade de veículos automotivos durante a quarentena de covid-19. O estudo foi feito em São Paulo, Paris (França), Nova York e Los Angeles (EUA). Nas quatro cidades estudadas, houve queda no índice de poluição atmosférica: redução de material particulado (poeira em suspensão), de gás carbônico e nitrogênio.