‘As Cidades Invisíveis‘ de Italo Calvino ilustradas pela arquiteta peruana Karina Puente - São Paulo São

A arquiteta Karina Puente, de Lima, tem um projeto pessoal: ilustrar cada uma das "As Cidades Invisíveis" do romance de 1972 de Italo Calvino. Sua coleção inicial, que foi publicada em 2016 no Arch Daily, apresentou as cidades do capítulo As Cidades e a Memória. Esta última série ilustrações, desenhada principalmente com nanquim sobre papel, reúne uma outra seqüência de lugares imaginados - cada um referenciando uma cidade imaginada no livro.

Zobeida. Imagem © Karina Puente Frantzen.Zobeida. Imagem © Karina Puente Frantzen.O livro As Cidades Invisíveis, que imagina conversas fictícias entre o explorador veneziano Marco Polo e o antigo governante mongol Kublai Khan, têm sido instrumentais na formulação de abordagens do discurso urbano e da forma da cidade. De acordo com Puente, "cada ilustração tem um processo conceitual, alguns dos quais levam mais tempo do que outros". Geralmente "eu pesquiso, penso, e reflito sobre cada cidade por três semanas antes de fazer esboços." Os desenhos finais e recortes levam cerca de uma semana para produzir.

Em uma entrevista com o Kindle, Puente afirmou como ela considera as cidades "absolutamente incríveis", ainda mais se forem metrópoles e megalópoles. "Estou interessada em todas elas, minúsculas, enorme, históricas, criativas, problemáticas ou cosmopolitas, cada uma tem algo digno de admirar. Uma das coisas que me interessa profundamente é a poderosa troca de conhecimento que acontece nas cidades e o diverso intercâmbio sociocultural que testemunhamos. Quanto mais agitada é uma cidade, mais interessante para mim, há algo mágico em pessoas que vivem juntas."

Puente continua: "Eu poderia dizer-lhe como decidi fazer Anastasia, que é parte do capítulo Cidades e Desejo. Anastasia é uma cidade de engano. Calvino fala sobre como você acha que você está feliz vivendo dentro dela, mas você realmente não está." A cidade no topo é uma cidade feliz, com pipas e ruas elevadas, enquanto lá embaixo há uma cidade mineira, sem luz e onde você tem que trabalhar o dia inteiro e e permanecer preso, neste caso, os sonhos e os desejos são representados no topo e o medo é representado no subsolo."

Anastasia. Imagem © Karina Puente Frantzen.Anastasia. Imagem © Karina Puente Frantzen.

“A cidade aparece como um todo onde nenhum desejo se perde e de onde você faz parte, e como ela desfruta de tudo o que você não desfruta, não podes fazer nada senão habitar este desejo e contentar-se. Tal é o poder, às vezes chamado de maligno, às vezes benigno, que Anastasia, a cidade traiçoeira, possui; Se durante oito horas por dia você trabalha como um cortador de ágata, ônix, crisoprase, seu trabalho que dá forma ao desejo toma do desejo sua forma, e você acredita que está desfrutando Anastasia completamente quando você é apenas seu escravo.“ Ítalo Calvino, As cidades invisíveis (Le città invisibili, 1972).

Despina. Imagem © Karina Puente Frantzen.Despina. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Dorotea. Imagem © Karina Puente Frantzen.Dorotea. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Diomira. Imagem © Karina Puente Frantzen.Diomira. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Eufemia. Imagem © Karina Puente Frantzen.Eufemia. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Fedora. Imagem © Karina Puente Frantzen.Fedora. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Isaura. Imagem © Karina Puente Frantzen.Isaura. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Isaura (2). Imagem © Karina Puente Frantzen.Isaura (2). Imagem © Karina Puente Frantzen.

 

Isidora. Imagem © Karina Puente Frantzen.Isidora. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Zirma. Imagem © Karina Puente Frantzen.Zirma. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Tamara. Imagem © Karina Puente Frantzen.Tamara. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Zirma. Imagem © Karina Puente Frantzen.Zirma. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Despina. Imagem © Karina Puente Frantzen.Despina. Imagem © Karina Puente Frantzen.

Zoe. Imagem © Karina Puente Frantzen.Zoe. Imagem © Karina Puente Frantzen.

 

Zora. Imagem © Karina Puente Frantzen.Zora. Imagem © Karina Puente Frantzen.

 ***

Por Arch Daily Editorial Team. Tradução de Romullo Baratto.

 

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio