No feriado, três destinos perto de São Paulo para um passeio de trem - São Paulo São

O feriado da Páscoa chegou e a ideia, desta vez, é procurar um passeio diferente? Então, o passeio de trem Expresso Turístico da CPTM pode ser uma ótima opção para sair da rotina. Partindo da cidade de São Paulo, você pode escolher três destinos perto da cidade: Paranapiacaba, Jundiaí ou Mogi das Cruzes.

Expresso Turístico Mogi. Foto: CPTM.Expresso Turístico Mogi. Foto: CPTM.

Só de entrar no Expresso Turístico, o passeio de trem já vai valer a pena. O trem é uma locomotiva bem diferente do dia a dia, toda charmosa, restaurada, com poltronas confortáveis para você sentir de verdade como eram feitas as viagens antigas. O trajeto passa pelos primeiros trilhos de São Paulo que transportavam café...

O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da CPTM, Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros, de aço inoxidável, Budd – Mafersa fabricados no Brasil nos anos 60. Cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), os vagões foram totalmente restaurados nas oficinas da CPTM.

Os carros são rebocados por locomotivas a diesel ALCO RS-3, fabricadas no Canadá nos anos 1950. Foto: DivulgaçãoOs carros são rebocados por locomotivas a diesel ALCO RS-3, fabricadas no Canadá nos anos 1950. Foto: Divulgação

 Eles pertenceram à Estrada de Ferro Araraquara (EFA), onde operaram a linha de longo percurso entre São Paulo (Estação da Luz), Campinas, Araraquara, São José do Rio Preto e Santa Fé do Sul. A linha, popularmente conhecida como “Araraquarense”, foi construída originalmente em bitola métrica e aberta em 1898, ligando Araraquara a Itaquerê (atual Bueno de Andrada).

Até 1955, só circulavam trens a vapor pela linha, com carros de madeira e composições que saiam de Araraquara. Com o alargamento da bitola, os trens começaram a sair da Luz. Nos anos 1960, quando foram adquiridos os carros Budd-Mafersa, as viagens passaram a ser feitas com carros-dormitório e carros-restaurante.

O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da CPTM, Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros. Foto: CPTM.O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da CPTM, Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros. Foto: CPTM.

Na Fepasa (Ferrovia Paulista S.A.), esses carros trabalharam até meados de 1998, sendo os últimos trens de passageiros de longo percurso no estado de São Paulo. Os dois carros foram localizados e resgatados pela ABPF em Rio Claro, em meados de 2005, sendo na época solicitada a guarda destes à Rede Ferroviaria Federal SA (RFFSA). Em 2008, ambos foram cedidos para a CPTM com a finalidade de servirem ao Expresso Turístico.

Os carros são rebocados por locomotivas a diesel ALCO RS-3, fabricadas no Canadá nos anos 1950 e que ainda servem à CPTM nas atividades de manutenção e apoio à operação. As duas locomotivas foram preparadas pela CPTM recebendo nova pintura e a logomarca do Expresso Turístico.

Nos anos 1960, quando foram adquiridos os carros Budd-Mafersa, as viagens passaram a ser feitas com carros-dormitório e carros-restaurante. Imagem: Youtube / Reprodução.Nos anos 1960, quando foram adquiridos os carros Budd-Mafersa, as viagens passaram a ser feitas com carros-dormitório e carros-restaurante. Imagem: Youtube / Reprodução.

Então agora, é só escolher qual passeio de trem você vai fazer primeiro. Ou quem sabe, se programar para fazer os três! Aproveite essa época do ano. O outono em São Paulo reserva dias ensolarados, com temperaturas amenas e mais agradáveis, perfeitos para passeios como estes. 

O que fazer em Mogi das Cruzes?

Circuito das Flores. Foto: Prefeitura de Mogi das Cruzes.Circuito das Flores. Foto: Prefeitura de Mogi das Cruzes.

O Expresso Turístico demora cerca de uma hora e meia até Mogi das Cruzes, que faz parte do Cinturão Verde de São Paulo. Chegando lá, é hora de conhecer as plantações de caqui, o Circuito das Flores com as belíssimas orquídeas, escolher roteiros rurais ou culturais, como a famosa Festa do Akimatsuri.

O que fazer em Paranapiacaba?

Trilha no Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba. Foto: Divulgação.Trilha no Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba. Foto: Divulgação.

Paranapiacaba é um dos destinos mais procurados para viagens rápidas no fim de semana e você pode ir de trem! Seu principal ponto turístico é justamente a Estação Ferroviária, que tem lá uma reprodução do relógio Big Ben, erguida em 1898. A vila também é cercada por casas de arquitetura inglesa que deixam o local ainda mais com ar europeu. 

Vale a pena fazer os passeios de Maria Fumaça pelo circuito cultural, os roteiros históricos e ecológicos. A região também tem trilhas bastante procuradas pelos turistas. Uma sugestão é visitar o Museu Castelinho, o Parque Nacional Municipal Nascente de Paranapiacaba e a Casa da Memória. Julho é quando acontece o Festival de Inverno e a cidade fica bem movimentada. 

O que fazer em Jundiaí?

Museu Ferroviário de Jundiaí. Foto: Divulgação.Museu Ferroviário de Jundiaí. Foto: Divulgação.

Aqui dá para aproveitar o dia e conhecer o Circuito das Frutas visitando as fazendas produtoras de uva, caqui, morango, figo e outras. Outra boa opção para quem curte caminhadas é realizar trilhas na Serra do Japi, uma das poucas regiões restantes da Mata Atlântica.

O Museu Ferroviário também é um passeio muito procurado em Jundiaíe mostra a história das ferrovias do interior de São Paulo. Isso sem falar nos parques e nas feirinhas de artesanato.

Programe seu passeio

Acorde cedo! O Expresso Turístico sai da Estação da Luz, na região central de São Paulo às 8h30 com retorno às 16h30.

Dica: Você pode comprar os bilhetes de ida e volta, mas eles precisam ser adquiridos com antecedência. 

Anote: os passeios acontecem todos os finais de semana e são alternados. O passeio de trem Luz-Jundiaí, acontece três sábados por mês; Luz-Mogi das Cruzes, sempre no segundo sábado do mês e o passeio de trem Luz-Paranapiacaba, sempre aos domingos.

Consulte as datas disponíveis para os próximos passeios no site da CPTM.

*** 
Com informações da CPTM.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio