11 deliciosos destinos 'gastronômicos' no mundo que são pouco explorados, segundo o Booking - São Paulo São

Um terço dos viajantes de todo o mundo afirma que deseja fazer uma viagem com tema "gastronômico" em 2018. Mas quais são os locais mais indicados?

O site de viagens "Booking" divulgou, recentemente, uma lista dos destinos "gourmet" que estão em crescimento e que prometem "dar água na boca".

Uma taça de vinho em Szekszárd, na Hungria

Praça e escultura do Deus Bacco, com barril de vinho, na cidade de Szekszárd, Hungria. Foto: Gety Images.Praça e escultura do Deus Bacco, com barril de vinho, na cidade de Szekszárd, Hungria. Foto: Gety Images.

De acordo com o site, o melhor lugar para se visitar quando se gosta de vinho é Szekszárd. Capital da província de Tolna, a cidade é, com seus mil anos de atividade, uma das zonas de produção vinícola mais antigas de todo o país e é conhecida pelos seus vinhos tintos encorpados e com aroma acentuado.

Um belo copo de cerveja em Qingdao, na China

Consumidores chineses bebem cerva durante um festival em Qingdao, na província de Shandong. Foto: China Daily.Consumidores chineses bebem cerva durante um festival em Qingdao, na província de Shandong. Foto: China Daily.

Portos, arranha-céus, parques e praias: Qingdao é a cidade natal da segunda maior produtora de cerveja de toda a China, a "Tsingtao Brewery", fundada em 1903 por empreendedores alemães.

O Museu da Cerveja do município celebra a história da bebida e fica na antiga fábrica da Tsingtao Brewery.

Além disso, o "Festival Internacional da Cerveja de Qingdao" é um dos mais importantes eventos da cidade e lembra a "Oktoberfest" de Munique, na Alemanha.

Um chá da tarde em Bath, no Reino Unido

Chá da tarde no "Pump Room" em Bath, Reino Unido. Foto: The Telegraph.Chá da tarde no "Pump Room" em Bath, Reino Unido. Foto: The Telegraph.

A típica tradição inglesa do "chá da tarde" ainda desfruta de uma popularidade tal qual como era na época georgiana, e Bath é considerada pelos viajantes como o melhor lugar para se tomar chá.

O local ideal para se ter um contato com esse costume britânico é o "Pump Room" - uma sala de chá situada no coração de Bath há mais de dois séculos e que é, inclusive, descrita nos romances de Jane Austen.

Um "doce verão" em Miedzyzdroje, na Polônia

Waffle em Miedzyzdroje, Polônia. Foto: Getty Images.Waffle em Miedzyzdroje, Polônia. Foto: Getty Images.

Muito frequentada pelos turistas no verão, Miedzyzdroje é uma pequena cidade do noroeste da Polônia e fica na ilha de Wolin, no Mar Báltico. Os waffles são uma das principais iguarias da região: é possível encontrar variedades do alimento praticamente em todas as ruas da cidade.

Um ótimo sushi em Düsseldorf, na Alemanha

Yoshi by Nagaya restaurante em rua de Düsseldorf conhecida como "A pequena Tokyo do Reno". Foto: Michael Chia / New York Times.Yoshi by Nagaya restaurante em rua de Düsseldorf conhecida como "A pequena Tokyo do Reno". Foto: Michael Chia / New York Times.

Cerca de 49% dos turistas afirmam que têm o desejo de se aventurar quando se trata de experimentar novas comidas em viagens. Mas por quê não experimentar um clássico em um lugar pouco habitual?

Conhecida pela arte e pela moda, Düsseldorf com certeza não é a primeira cidade que se vem à mente quando se trata de comida japonesa.

No entanto, lá se encontra a terceira maior comunidade japonesa da Europa, e o município oferece muitos restaurantes japoneses e sushi bares.

Uma culinária vegetariana em Koyasan, no Japão

"Shojin-ryori" é uma cozinha vegetariana budista que segue os preceitos budistas e é preparada com vegetais, feijões e outros ingredientes derivados de plantas. Foto: Japan Experience."Shojin-ryori" é uma cozinha vegetariana budista que segue os preceitos budistas e é preparada com vegetais, feijões e outros ingredientes derivados de plantas. Foto: Japan Experience.

Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o Monte Koya se encontra na península de Kii, mais de 800 metros acima do nível do mar.

Considerado sagrado, o lugar é destino de peregrinações para a escola de budismo de Shingon.

Lá, monges e seguidores praticam uma espécie de dieta vegetariana, a "shojin ryori", ou "comida da devoção". Algumas especiarias do regime alimentar podem ser provadas em antigos restaurantes da região.

Uma "consciência saudável" em Canggu, na Indonésia

Restaurante ao ar livre Sari Organik localizado na tranquilidade dos arrozais em Bali. Foto: eOasia Travel Blog.Restaurante ao ar livre Sari Organik localizado na tranquilidade dos arrozais em Bali. Foto: eOasia Travel Blog.

Com 10 km de praia na costa meridional de Bali, Canggu é um paraíso relaxante para os surfistas e apaixonados por cozinha saudável, graças aos numerosos restaurantes indonésios, ideais para se recuperar de um dia nas ondas.

Uma cozinha gourmet em Franschhoek, na África do Sul

Não é difícil encontrar boa comida em Franschhoek. Foto: Dutch East / Divulgação.Não é difícil encontrar boa comida em Franschhoek. Foto: Dutch East / Divulgação.

A cidade de Franschhoek, localizada na província de Cabo Ocidental, na África do Sul, é conhecida por ser a "capital gourmet" do país.

Ela atrai, a cada ano, viajantes locais e internacionais graças aos seus vinhedos, restaurantes famosos e mansões históricas.

Considerando que 23% dos turistas gostariam de conhecer restaurantes presentes no guia "Michelin", Franschhoek é o lugar ideal para se descobrir renomados cozinheiros.

Uma descoberta dos queijos em Tillamook, nos Estados Unidos

Vista da Tillamook Cheese Factory no Oregon, EUA. Foto: Divulgação.Vista da Tillamook Cheese Factory no Oregon, EUA. Foto: Divulgação.

Localizada na costa do Oregon, a "Tillamook Cheese Factory" produz, há mais de um século, itens caseiros de alta qualidade.

O visitante poderá descobrir como é a vida em uma fábrica, observar as linhas de produção e experimentar algumas das iguarias que o local tem para oferecer.

Uma experiência para amantes de chocolate, em Lviv, na Ucrânia

Fábrica de chocolate feito manualmente no centro de Lviv. Foto: Stacey Shevlin.Fábrica de chocolate feito manualmente no centro de Lviv. Foto: Stacey Shevlin.

Lviv é a maior cidade da Ucrânia ocidental e abriga um museu do chocolate em seu centro histórico, no qual é possível ver a produção e degustar o doce.

Em outubro, o município também abriga o "Festival Nacional do Chocolate", evento que expõe as melhores marcas e produções artesanais ucranianas.

Um peixe fresco do dia em Donggang, em Taiwan

Peixes no Mercado de Dong Gong onde também se pode comer sashimi. Foto: Getty Images.Peixes no Mercado de Dong Gong onde também se pode comer sashimi. Foto: Getty Images.

Situada na costa ocidental de Taiwan, Donggang tem um dos maiores portos pesqueiros de toda a ilha, por isso seus restaurantes contam com peixe fresco todos os dias.

Recomenda-se visitar o mercado de peixe de Donggang, que conta com diversas bancas de frutos do mar, verduras e sashimis, fazendo concorrência com o Japão. 

***
Fonte: ANSA - Agência Italiana de Notícias. Edição: São Paulo São.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio