'Unequal Scenes': fotografias aéreas mostram a desigualdade social refletida no espaço urbano - São Paulo São

Em todo o mundo, aglomerados urbanos apresentam, em maior ou menor grau, diferenças sociais e econômicas. Refletidos no espaço, esses desequilíbrios de renda e acesso à educação, saúde, saneamento e infraestrutura geram rupturas mais ou menos visíveis - embora drasticamente sentidas.

Assentamento Kya Sands em Joanesburgo, África do Sul. Foto: © Johnny Miller / Unequal ScenesAssentamento Kya Sands em Joanesburgo, África do Sul. Foto: © Johnny Miller / Unequal Scenes

Realidade cotidiana para alguns, as desigualdades sócio-espacias podem passar despercebidas aos olhos de outros, sobretudo do nível do chão - do ponto de vista individual que, por definição, não abrange o todo. De cima, a partir de um olho imaginário que enxerga a totalidade das relações, ignorar essas desigualdades seria mais difícil - é isso que nos apresenta a série Unequal Scenes, do fotógrafo sul-africano Johnny Miller.

Assentamento Kia Sands em Joanesburgo, África do Sul. Foto: Johnny Muller / Unequal Scenes.Assentamento Kia Sands em Joanesburgo, África do Sul. Foto: Johnny Muller / Unequal Scenes.

Campo de Golfe Papwa Sewgolum, Durban, África do Sul. Foto: Johnny Miller / Unequal ScenesCampo de Golfe Papwa Sewgolum, Durban, África do Sul. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes

Assentamento Vusimuzi em Tembisa, África do Sul. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.Assentamento Vusimuzi em Tembisa, África do Sul. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.

Feitas a partir de um drone, as fotografias aéreas de Miller procuram destacar as rupturas no espaço físico causadas tanto pela discrepância de acesso a serviços básicos como por questões culturais e raciais. Iniciado em seu país natal, o projeto registra assentamentos de Joanesburgo e cidades próximas marcados por cicatrizes deixadas pelo apartheid - barreiras físicas que condicionam o desenvolvimento local até hoje, 24 anos após o fim do regime.

Mumbai, Índia. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.Mumbai, Índia. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.

"Discrepâncias em como as pessoas vivem são, por vezes, difíceis de ver do chão. A beleza de poder voar é ver as coisas de uma nova perspectiva - ver as coisas como elas realmente são. Olhando diretamente de centenas de metros acima do chão, surgem cenas incríveis de desigualdade. Algumas comunidades foram expressamente projetadas com a segregação em mente, outras cresceram mais ou menos organicamente." - Johnny Miller

Nairóbi, Quênia. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.Nairóbi, Quênia. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.

Mais recentemente, Miller voltou seu olho aéreo para outras cidades dos Estados Unidos, México, Tanzânia, Quênia e Índia. Cada um destes lugares apresenta formas de ocupar o espaço e morfologias urbanas distintas e específicas de seus respectivos contextos, entretanto, as rupturas se mantêm, condicionando - e limitando - o desenvolvimento social e espacial.

Cidade do México, México. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.Cidade do México, México. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.

Cidade do México, México. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.Cidade do México, México. Foto: Johnny Miller / Unequal Scenes.

 Veja mais fotografias da série Unequal Scenes no site do projeto

*** 

Romullo Baratto é arquiteto e urbanista, mestre em arquitetura e cinema pela FAU-USP. *Artigo publicado originalmente no Arch Daily.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio