Virada Sustentável chega à sua 10ª edição em formato inédito e duração de 5 semanas - São Paulo São

"Eggcident": instalação artística de Henk Hofstra ocupa o Largo da Batata. Foto:Divulgação"Eggcident": instalação artística de Henk Hofstra ocupa o Largo da Batata. Foto:Divulgação

A 10ª edição da Virada Sustentável SP ocorre pela primeira vez em modelo híbrido: físico e virtual, com intensa programação gratuita composta por ocupações artísticas que provocam uma reflexão sobre a sustentabilidade nos dias de hoje, na amplitude de seu significado. Nas plataformas digitais, o festival promove experiências e conexões humanas. O evento será realizado de 16 de setembro a 18 de outubro, com intervenções em diversos locais nas cinco regiões da cidade como Largo da Batata, Avenida Paulista, Minhocão, Grajaú, Brasilândia, Jardim Helena, ‘Rua das 100 Minas’ na Lapa, e também no Instagram, Facebook e Youtube.

A comemoração dos 10 anos da Virada Sustentável SP acontece neste momento histórico da Humanidade, em que se fazem ainda mais necessários o pensar sobre o coletivo, os limites do nosso planeta e para onde estamos caminhando. “Acredito que o respeito ao meio ambiente, o consumo consciente, a diversidade irrestrita, a luta contra a desigualdade social e o cuidado com a saúde são as frentes que constroem um futuro mais sustentável a partir do indivíduo, e por isso, adotamos estes temas como pilares desta edição”, explica André Palhano, idealizador do evento ao lado da publicitária Mariana Amaral.

Entre os dias 10 e 12 de outubro, o Festival de Luzes de São Paulo será apresentado na Avenida Paulista.. Foto: Divulgação.Entre os dias 10 e 12 de outubro, o Festival de Luzes de São Paulo será apresentado na Avenida Paulista.. Foto: Divulgação.

A abertura da Virada ocorre no dia 16 de setembro, quarta-feira, com Juntes Recriamos o Futuro, projeção de mensagens em empenas de vários prédios executada pelo coletivo Projetemos , levando as mesmas mensagens vistas em São Paulo, simultaneamente, para Salvador, Fortaleza, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Manaus. As mensagens são resultado de reuniões de cocriação virtuais sobre desejos de futuro que reuniram centenas de organizações e personalidades, nas diferentes frentes temáticas trabalhadas este ano pelo festival, e ganharam tratamento gráfico de um time de designers e ilustradores, para ganhar as ruas da capital paulista.

Obra e projeção do Coletivo Projetemos. Imagem: Divulgação.Obra e projeção do Coletivo Projetemos. Imagem: Divulgação.

No Fórum Virada Sustentável, entre os vários painéis, há dois destaques principais. O primeiro, no dia 18, às 14 horas, contará com a participação da economista britânica Kate Raworth, que criou o conceito de economia donut - uma alternativa ao crescimento a qualquer custo. O segundo, no dia 21, também às 14 horas, será com o arquiteto William McDonough, coautor do livro Do Berço ao Berço, que propõe uma alternativa ao atual modelo de produção.

"Ele é o pai do conceito de economia circular, em que qualquer material vira nutriente biológico ou técnico e em que não há descarte, para pensarmos em um mundo sem lixo", diz Palhano. Os painéis terão tradução simultânea e em Libras.

A economista britânica Kate Raworth (dia 18) e o arquiteto William McDonough (dia 21) participam desta edição. Fotos: Divulgação.A economista britânica Kate Raworth (dia 18) e o arquiteto William McDonough (dia 21) participam desta edição. Fotos: Divulgação.

Entre os dias 7 e 12 de outubro, o evento terá uma programação de cine drive-in no estacionamento do Shopping Center Norte.

A retirada de ingressos para as sessões e as inscrições nos painéis deverão ser feitas pelo site da Virada Sustentável.

Além da sustentabilidade

O evento aborda a sustentabilidade de uma maneira mais ampla, que vai além das questões de biodiversidade, com temas como a erradicação da pobreza, saúde pública e o exercício da cultura de paz.

Elza Soares participa da conversa sobre existência e resistência da mulher negra. Foto: divulgaçãoElza Soares participa da conversa sobre existência e resistência da mulher negra. Foto: divulgação

Nesse contexto, a Virada contará com uma meditação global, com a participação de mais de 200 lideranças espirituais, no dia 21, às 20 horas, e promoverá uma conversa com a cantora Elza Soares sobre a resistência da mulher negra, no dia 30, às 18 horas. O evento termina em 18 de outubro, com intervenções no Minhocão e projeções de mensagens em prédios.

Serviço

Virada Sustentável / São Paulo - De 16 de setembro a 18 de outubro.
Mais informações e programação completa nos seguintes canais:

Site: www.viradasustentavel.org.br 
Instagram: @viradasustentavel
Facebook: facebook.com/viradasustentavel
Youtube: https://www.youtube.com/user/ViradaSustentavel

***
Com informações da Agência Lema.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio