Jean-Luc Godard ganha maior retrospectiva já feita sobre sua obra - São Paulo São


O franco-suíço Jean-Luc Godard tem um pique invejável: sua vasta produção cinematográfica ultrapassa cem trabalhos. Prestes a completar 85 anos, em dezembro, o cineasta continua a criar - em 2015, por exemplo, lançou o elogiado "Adeus à Linguagem", seu primeiro longa em 3D. 
 
Na quarta (21), chega a São Paulo a "Retrospectiva Jean-Luc Cinéma Godard". Segundo o curador, Eugenio Puppo, esta é a maior mostra feita no mundo sobre o cineasta, com 125 obras exibidas - entre elas, longas, curtas-metragens, séries de TV, vídeo-cartas e até material publicitário feito por ele. "Levamos mais de dois anos para reunir os filmes", diz Puppo. "O Consulado da França só tinha a película de três longas; o resto veio mesmo da França."
 
As exibições começam no Centro Cultural Banco do Brasil e, a partir de 26/11, se estendem ao CineSesc, onde permanecem até 2/12. Além das sessões, estão previstos também debates e palestras na programação paralela.
 
Programe-se!

De quarta (21) a sábado (24), o CCBB apresenta 22 filmes; a seguir, confira quatro destaques da programação. 
 
"Carmen de Godard" (1982) Escolhido para inaugurar a retrospectiva, o filme é baseado na ópera "Carmen", do francês Georges Bizet (1838-1875). Na trama de Godard, Carmen X (interpretada por Maruschka Detmers) é integrante de um grupo terrorista, que planeja roubar um banco. Entretanto, a mulher se apaixona pelo segurança do local. Qua. (21): 17h. 85 min. 14 anos. 
 
"Eu Vos Saúdo, Maria" (1983) Nesta releitura da Bíblia, Godard discute o contraste entre sagrado e profano. No filme, Maria é uma jovem virgem que joga basquete. Quando ela se descobre grávida, seu namorado fica inconformado. O anjo Gabriel, então, tenta convencê-lo a aceitar os plano divinos. Na sessão, será exibido o curta "O Livro de Maria", dirigido por Anne-Marie Miéville, ex-mulher de Godard. Qua. (21): 19h. 100 min. 18 anos. 
 
"Rei Lear" (1987) Depois do desastre de Chernobyl, a civilização é praticamente destruída. Trancafiado em um hotel, um descendente de William Shakespeare tenta, então, recuperar a obra de seu ancestral -assim, a trama de "Rei Lear" se transpõe para a vida real. Antes, será exibido o curta "Mudar de Imagem - Carta à Bem-Amada". Sáb. (24): 15h. 100 min. 12 anos. 
 
Publicidade (1971-1982) Nesta etapa, serão exibidos cinco vídeos que o diretor francês produziu sob encomenda de marcas -entre eles, três feitos para os estilistas franceses Marithé e François Girbaud. Depois, será projetado o longa "As Crianças Brincam de Rússia". Sáb. (24): 19h. 83 min. Livre. 
 
Outros destaques da programação aqui.
 
Com informações de Luiza Wolf na Folha e Guia da Folha.