‘De Olho no Duto‘: Escola Livre de Palhaços promove ações de cidadania em estados brasileiros

A programação das próximas semanas inclui atividades em comunidades de São Paulo (Vila Carioca, Jardim Mirante, Jardim das Palmas na Zona Sul e Jardim Jaqueline na Zona Oeste), Suzano, Cubatão, Santos, Santo André, São Bernardo do Campo e São Vicente.

Em um dia de ações, os artistas circenses convidam as pessoas para um encontro verdadeiro que busca sensibilizá-las para a realização de ações que possam contribuir para a melhoria das condições de vida dessas populações e um grande reforço no âmbito do relacionamento comunitário.

Com cortejos, oficinas circenses, espetáculos e rodas de conversa, os artistas se aproximam da população local, e através de uma interação lúdica promovem o acesso a cultura, o fortalecimento com os vínculos com e entre a comunidade, detectando possíveis agentes culturais que possam multiplicar essas ações. As atividades são sempre gratuitas e o público de todas as idades é bem vindo para participar.

As visitas acontecerão durante um período de dois anos, envolvendo mais de 600 atividades artísticas, contemplando 101 comunidades. O projeto envolve 30 palhaços de seis companhias profissionais de teatro de rua e circo, sendo: Grupo Off-Sina e Cia. Chirulico (RJ), Circo do Asfalto e Pequena Trupe de Circo(SP), Associação Pano de Roda (MG) e Circo Teatro Capixaba (ES). 

Para Lilian Moraes e Richard Riguetti, responsáveis pelo Instituto ESLIPA: “O projeto visa a promoção dos direitos humanos e da cidadania, a inclusão social, o respeito a diversidade humana e cultural das comunidades impactadas pela Transpetro. Todas as atividades do projeto serão realizadas em espaços públicos abertos, com o compromisso de promover o diálogo permanente entre os artistas e a comunidade, para identificar, potencializar e valorizar as iniciativas artísticas e culturais de cada região”.

Segundo a Transpetro, “o projeto tem premissas básicas de transformação social, calcadas na formação cidadã, no engajamento  das comunidades, na atuação forte da divulgação dos canais de comunicação e ações e informações preventivas, além do desenvolvimento do senso de pertencimento local.

Circo do Asfalto e Pequena Trupe de Circo representam o projeto em São Paulo

Circo do Asfalto foi formada em 2008 pelo casal Fran e Douglas Marinho, pesquisando as artes circenses de rua e a cultura popular. Buscando levar a arte a pequenas comunidades, vilarejos, aldeias, quilombos e outras cidades fora da rota tradicional de artes no Brasil, a companhia já circulou por todas as regiões brasileiras e diversos países da América Latina, apresentando-se em mais de mil e quinhentas cidades, através de produções independentes, festivais, convenções de circo, prêmios e editais de incentivo à cultura. A companhia consolidou-se como referência e hoje mantém um espaço independente em Santo André – o Espaço Cultural Circo do Asfalto – onde recebe artistas de todo o mundo.

Foto: Ricardo Avellar.Já a Pequena Trupe de Circo surgiu em 2013 a partir do encontro cênico da dupla Dudu do Circo e Palhaça Fadinha. Como artistas de rua, a trupe pesquisa e cria suas obras a partir das artes circenses, circulando de forma independente. Participou da Maratona Cultural de São Bernardo do Campo, Convenção Brasileira de Malabares Circo e Palhaço, Convenção Praiana de Circo, Mostra Tropé de Teatro Circo e Bonecos e da Ocupação Artística nos Parque de São Bernardo do Campo, onde realizou mais 30 apresentações consolidando seu espaço na cena cultural do Grande ABC.

Próximas ações acontecem na Zona Sul e Oeste da Capital, ABC Paulista, Suzano e Litoral

Circo do Asfalto

3 de fevereiro – Sábado – 10h às 17h –  Jardim Mirante – São Paulo.
4 de fevereiro – Domingo – 10h às 17h –Jardim das Palmas – São Paulo.
16 de fevereiro – Sexta-feira – 10h às 17h –  Jardim Jaqueline – São Paulo.
17 de fevereiro – Sábado – 10h às 17h – Vila São José (ex Vila socó) – Cubatão.
24 de fevereiro – Sábado – 10h às 17h – Pinheiro do Miranda – Cubatão.
25 de fevereiro – Domingo – 10h às 17h – Vila dos Criadores – Santos.

Foto: Noel Filho.Pequena Trupe de Circo

3 de fevereiro – Sábado – 14h às 18h – Jardim Santo André – Santo André.
4 de fevereiro – Domingo – 14h às 18h Vila Alto da Boa Vista – São Bernardo do Campo.
17 de fevereiro – Sábado – 14h às 18h Vila São Pedro – São Bernardo do Campo.
18 de fevereiro – Domingo – 14h às 18h – Vila Noel – Cubatão.
24 de fevereiro – Sábado – 14h às 18h – Pilões – Cubatão.
25 de fevereiro – Domingo – 14h às 18h – Vale Novo – São Vicente.

Para saber mais detalhes sobre a programação do projeto “De olho no Duto” acesse: www.facebook.com/eslipa

Da Redação, com informações de Luciana Gandelini.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.