Em um ano, acidentes com mortos ou feridos nas Marginais tem queda de 38,5%

Segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), coletados em pesquisa de campo, a quantidade de acidentes com mortos ou feridos nas Marginais Tietê e Pinheiros apresentou queda de 38,5% e a lentidão do fluxo de veículos nessas vias apresentou redução de 8,7%. O número de acidentes com vítimas passou de 608 no primeiro semestre de 2015 para 380 no mesmo período deste ano. O número de atropelamentos também diminuiu de 27 para 9 no mesmo período.

Em 20 de julho do ano passado, o limite de velocidade foi reduzido para 50 km/h, 60 km/h e 70 km/h nas pistas locais, centrais e expressas, respectivamente, das marginais. A medida também foi posteriormente ampliada principais vias da cidade.A redução da velocidade máxima exige distâncias menores entre as manobras, o que diminui significativamente a formação de “ondas” no tráfego (o famoso “para e anda”) e harmoniza o tráfego inclusive nas transposições entre pistas.

A frota da cidade de São Paulo saltou de 7,36 milhões no fim de 2012 para 8,10 milhões em dezembro do ano passado, um crescimento de 10,0% em três anos. O número vem aumentando ano a ano, sendo este o maior volume de veículos e a maior frota da capital paulista desde 2008. Apesar disso, os congestionamentos nas Marginais Tietê e Pinheiros diminuíram em 2015.

Proteção à vida

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) implementou medidas de segurança no âmbito do Programa de Proteção à Vida, com ações educativas, reforma da sinalização, revitalização semafórica e a padronização do limite de velocidade na cidade. Foi verificada queda de 20,6% no número de mortes no trânsito na cidade de São Paulo em 2015, na comparação com 2014. Pesquisa divulgada em março de 2016 mostrou que a maioria dos acidentes foi provocada ou teve a participação de motoristas habitualmente multados por excesso de velocidade ou por avançar o sinal vermelho. Além disso, apenas 32% dos condutores tiveram infrações multadas no ano passado, o restante não recebeu nenhuma multa. 

Organização Mundial da Saúde

A cidade de São Paulo se aproxima da meta da Organização Mundial da Saúde (OMS) da ONU, de 6 mortes para cada 100 mil habitantes até 2020. Em dezembro do ano passado, esse índice foi de 8,26 por 100 mil habilitantes. Em dezembro de 2014, o índice era de 10,47. Em todo o Brasil, o índice é de 23,40; no Estado de São Paulo, é de 17,40 e, na Região Metropolitana (RMSP), de 19,40 mortes por 100 mil habitantes. A OMS também recomenda para todas as cidades a moderação da velocidade máxima nas vias.  As cidades mais desenvolvidas adotam posturas ainda mais severas contra a insegurança no trânsito e tem três ou quatro mortes por 100 mil habitantes, como é o caso de Tóquio, como é o caso de Nova Iorque. O número de feridos na cidade de São Paulo por ano também caiu nove mil, de 33 para 24 mil em apenas dois anos.

Tom Tom Trafic

Medidas como a redução da velocidade também contribuíram para melhora no fluxo de trânsito na cidade de São Paulo. Segundo levantamento da TomTom Trafic Index, o mais importante ranking mundial de medição de congestionamentos, o trânsito de São Paulo que estava entre os 10 piores do mundo, como do Rio, o de Recife e o de Salvador, hoje está em 58º lugar, enquanto essas três cidades mencionadas continuam no ranking dos 10 piores trânsitos do mundo.

***
Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação / Portal da Prefeitura.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.