Encontro sobre cidades inteligentes tem foco em tecnologia e mobilidade para o melhor convívio urbano

Realizado na sexta dia 18 pelo São Paulo São em parceria com o Inovabra Habitat, hub de inovação do Bradesco, o encontro contou com um amplo debate sobre mobilidade urbana, um dos pontos que mais afetam as pessoas que vivem em grandes cidades.

Carlos Piazza da CP Consulting abriu o evento no Inovabra Habitat. Foto: São Paulo São.

E foi justamente nesse aspecto que a capital paulista passou recentemente por grandes transformações, como observaram os palestrantes. “São Paulo está em nítida sintonia com o mundo, retomando os espaços públicos de uma maneira muito interessante”, disse Mauro Calliari, mestre em urbanismo e dono do blog Caminhadas Urbanas. “Os empreendedores estão cada vez mais ligados no fato da cidade ter deixado de ser uma abstração nos negócios. Não há negócios sem considerar a vida urbana”, completa.

Várias experiências e soluções de locomoção na cidade foram apresentadas. Já na abertura, Maurício Machado, criador da plataforma São Paulo São chamou atenção para uma das principais mudanças recentes no comportamento do paulistano, com impacto em muitas outras: o compartilhamento de automóveis, bicicletas e, ampliando um pouco mais, de espaços de trabalho, residências e até casas de férias – algo impensável anos atrás.

“Hoje, duas das palavras que mais traduzem o conceito de Smart City são: multimodalidade (todos os meios de transporte são importantes) e intermodalidade (todos os meios têm que se integrar). Sendo assim, a combinação entre planejamento urbano e integração de modais é uma das saídas para melhorar a qualidade de vida nas cidades.”, afirmou Machado.

Os convidados
Mauro Calliari, do blog Caminhadas Urbanas no evento. Foto: São Paulo São.

Marcaram presença também no evento Anderson Santos (especialista em mobilidade e VP de planejamento da Otima, plataforma de mídia exterior), Daniela Coimbra Swiatek (co-fundadora do MobiLab – Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo), José Renato Mannis (fundador da Mobilitee, uma startup que centraliza o uso e a gestão de taxis e aplicativos de transporte), Felipe Perruso, (head jurídico e de Relações Governamentais da Grin, primeira startup brasileira de patinetes elétricas compartilhadas),  Fabiano Grisolia (assessor de comunicação do gabinete do vereador Police Neto, autor da lei que instituiu o programa Bike SP), Rafael Darrouy (cicloativista e fundador da Pedivela, plataforma de transporte de carga em bicicletas) e Bruno Zardi (responsável pela operação do projeto CicloSampa, da Bradesco Seguros).

'Leve-me', o App de mobilidade urbana da Otima. Imagem: Divulgação.

São Paulo, em função de seus problemas de mobilidade, tem visto crescer por parte das empresas de tecnologia uma imensa gama de desenvolvimento de soluções. Nesse sentido, para Daniela, a cidade é hoje um lugar bastante propício para ideias sustentáveis e iniciativas transformadoras e inovadoras. “Temos espaço e necessidade para isso e têm surgido muitas soluções inteligentes nascidas aqui, o que é um grande alento.”

Por outro lado, os contrastes por aqui são gritantes e os investimentos em infraestrutura deixam bastante a desejar na implementação de tecnologias que possam de fato transformar para melhor a mobilidade por São Paulo.

“A questão da convergência digital é claríssima quando falamos em cidades do futuro. E como convergir todos os recursos e soluções?”, indagou Piazza. Foto: Getty Images.

“A questão da convergência digital é claríssima quando falamos em cidades do futuro. E como convergir todos os recursos e soluções?”, indagou Piazza.

É preciso levar em conta os problemas funcionais da capital paulista, segundo Santos, e trabalhar em cima dessa realidade. A gente vê empresas e até o governo falando em tecnologias de reconhecimento facial, em carro autoguiado, mas ainda temos ausência de infraestrutura e problemas na cidade de São Paulo que nos limitam.”

A ideia de que somos todos pedestres e que o espaço público sofre um impacto imenso qualquer que seja a solução de mobilidade apresentada para a cidade permeou a fala dos palestrantes do encontro.  

O carro, objeto de desejo da imensa maioria dos paulistanos décadas atrás, soa hoje como quase obsoleto nas grandes cidades.

Fabiano, Bruno, Rafael, Filpe e José Renato no debate sobre mobilidade nas cidades inteligentes. Foto: São Paulo São.

Os ciclistas e adeptos de patinete crescem em número e diversificam o uso desses transportes. Mas há segurança para sua utilização? Como podemos melhorar isso e tornar seu uso mais viável? Felipe Perruso, da Grin, aponta que é importante dar alternativas de deslocamento para as pessoas e discutir com elas o impacto que causam.

Mas e quem não quer ou não pode pedalar ou subir num patinete como faz para se deslocar com segurança, rapidez e economia?

App da Grin patinetes elétricos compartilhados. Foto: Divulgação.

Nesse sentido, Fabiano Grisolia, do gabinete do vereador Police Neto, Zardi e Mannis, da Mobilitee, apresentaram soluções que têm como ponto de partida a integração de vários meios de transporte. Darrouy mostrou como tornar o ciclismo para a cidade algo que interessa também do ponto de vista econômico e, de quebra, aumentar a segurança de quem pedala.

A discussão sobre Smart Cities obviamente não se encerra aqui. O São Paulo São dá prosseguimento, nesse ano, a uma série de eventos nessa linha. O próximo acontecerá em fevereiro com a apresentação dos dados da Pesquisa Nacional sobre Cidades Inteligentes, também no Inovabra. Habitat.

No evento o São Paulo São e o projeto CalçadaSP lançaram um filme para homenagear os 465 anos de São Paulo que acontece em 25 de janeiro próximo.  Leia: 

***
Por Maria Lígia Pagenotto, especial para o São Paulo São. A Grin apoiou o encontro! 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.