Estudante argentina indica 15 lugares históricos para visitar em São Paulo

A capital de São Paulo foi fundada em 1554 e até hoje preserva espaços e edifícios emblemáticos que narram sua trajetória para alcançar a posição de maior metrópole do hemisfério sul. Ao trabalhar seis meses no centro da cidade, Isabela Rossi disse que esse período foi suficiente para entrar em contato com a história de São Paulo, porque “quando eu passava pela (rua) Líbero Badaró, eu era levada a épocas diferentes.”

A seguir, um cronograma com os lugares que contam um pouco da história da cidade, visitados por ela:

1. 1554 – Esta data é representada pelo Pateo do Colégio, marco localizado no centro de São Paulo, onde foi realizada a cerimônia oficial de fundação da cidade.

2. 1598 – Para voltar a esta época, é só visitar o Mosteiro de São Bento, ligado aos beneditinos que chegaram à capital neste ano. A abadia foi fundada em 1634 e a capela foi dedicada a São Bento. Neste mosteiro o Papa Bento XVI  se hospedou em sua visita ao país.

Área interna e missa na igreja do Mosteiro de São Bento. Foto: Divulgação.

3. 1825 – Um passeio pela rua 25 Março é muito agradável por conta da grande variedade de produtos, roupas e objetos de decoração que podem ser comprados a preços populares. A rua remonta a 1825, quando os imigrantes árabes abriram suas primeiras lojas na região. Além disso, o nome refere-se à data de criação da primeira Instituição brasileira em decreto assinado pelo imperador Dom Pedro I.

Movimentação de consumidores na região da 25 de Março. Foto: Now Pix.4. 1827 – Com a independência do país (1822), São Paulo ganhou a sua Faculdade de Direito, uma grande instituição localizada no Largo São Francisco. O local foi responsável pela formação de figuras públicas importantes, que protagonizaram movimentos notáveis ​​na história do país, como por exemplo o movimento ‘Diretas Já’.

Faculdade de Direito de São Paulo (USP) no Largo São Francisco. Foto: Divulgação.5. 1834 – A visita ao Solar da Marquesa, no centro da capital, oferece uma viagem para o ano de 1834, quando a Marquesa de Santos, amante do imperador Dom Pedro I, comprou a casa.

Casa da Imagem, Beco do Pinto e Solar da Marquesa no centro de São Paulo. Foto: Nelson Kon.

6. 1890 – Esta é a data de fundação da BM&F / Bovespa. Hoje ela é considerada o maior centro de negócios de ações da América Latina.

Entrada do prédio da BM&FBovespa, no centro paulistano. Foto: Divulgação.

7. 1891 – Neste ano foi inaugurada a Avenida Paulista, a mais famosa avenida da cidade, onde os barões do café – ouro negro que movia a economia no século XIX – construíram suas mansões. Algumas dessas construções foram consideradas históricas, tais como a casa de Joaquim Franco de Mello construída em 1905 (número 1919 da avenida) e a Casa das Rosas, que foi de Ernesto Dias de Castro, construída em 1935 (localizada no número 37).

Movimento da Avenida Paulista em dia de semana. Foto: José Cordeiro / SP Turis.

8. 1901– Marca a data da fundação da Estação da Luz, inspirada pela Abadia de Westminster, em Londres. Pela estação passaram figuras notáveis ​​e imigrantes que chegavam à cidade durante o século XX. Perto dela está localizado o Museu da Lingua Portuguesa.

Estação da Luz. Foto: Thiago Leite.9. 1910 – Um marco entre a antiga e a nova cidade de São Paulo, definido pelo Vale do Anhangabaú. Até a data da independência do país (1822), a área era propriedade do Barão de Itapetininga e, na região os habitantes comercializavam chá e agrião. Para chegar ao outro lado da colina, era necessário atravessar a ponte Lorraine, que em 1855 passou a se chamar Rua Formosa. A urbanização do local e redondezas começou com o projeto de construção do Viaduto do Chá, em 1877.

 Vale do Anhangabaú já foi uma imensa plantação de chá. Foto: Daigo Oliva / G1.10. 1929 – Uma visita ao Edifício Martinelli, projetado pelo italiano Giuseppe Martinelli, remete à data de construção do primeiro arranha-céu da América Latina. O edifício está situado no centro de São Paulo, entre a rua São Bento, a famosa Avenida São João e a rua Libero Badaró.

O Edifício Martinelli, primeiro arranha céu da América Latina, no centro de São Paulo. Foto: José Cordeiro / SP Turis.

11. 1932 – Ao passar pelos jardins da Avenida 23 de Maio, vê-se o Obelisco Ibirapuera (Mausoléu ) que remonta a 1932 e se pode rememorar a revolução Constitucionalista.  O monumento, onde estão os corpos de alguns dos constitucionalistas, foi inaugurado em 1955. A avenida também se refere à data em que quatro estudantes (Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo) foram mortos.

Obelisco do Ibirapuera. Foto: José Cordeiro / SPTuris.

12. 1933 – Nesta data se pode até lembrar da imagem de um delicioso sanduíche de mortadela. O Mercado Municipal de São Paulo, conhecido como Mercadão, foi aberto e está localizado perto da rua 25 de março.

Mercado Municipal de São Paulo, o Mercadão. Foto: Divulgação.13. 1938 – Neste ano, se inaugurou a Estação Júlio Prestes, ponto de partida da importante ferrovia de transporte de mercadorias da indústria do café que tem nome alusivo a um antigo presidente brasileiro. O prédio abriga hoje, a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e a Sala São Paulo (de concertos).

A Sala São Paulo está entre as 10 melhores do mundo e foi feita em uma estação de trem. Foto: Divulgação.

14. 1954 – É o ano em que se comemorou o 400º aniversário da cidade de São Paulo. Na ocasião se inaugurou o Parque do Ibirapuera, o mais conhecido e freqüentado da cidade, e também foi construído o Monumento às Bandeiras.

Ponte e lago do Parque Ibirapuera. Foto: Carlos Eduardo Godoy.

15. 1954 – O quarto centenário da capital também foi comemorado com a inauguração da Catedral e da Praça da Sé. Em frente à Catedral está o Marco Zero, um monumento de mármore em forma hexagonal que tem o desenho de um mapa das estradas que saem de São Paulo em direção aos outros estados.

O marco zero da cidade de São Paulo é um monumento geográfico localizado na Praça da Sé. Foto: Reprodução.

***
Da Redação.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.