Califórnia é o primeiro estado americano a exigir o uso de painéis solares em imóveis novos - São Paulo São

A Califórnia virou o primeiro estado norte-americano a tornar obrigatória a instalação de paineis de energia solar em todos os imóveis novos. 

A maior parte das novas casas construídas na Califórnia a partir de 1º de janeiro de 2020 serão obrigadas a ter painéis solares. É o primeiro movimento desse tipo nos Estados Unidos e deve impulsionar a indústria de energia solar.

Em média, a medida, que visa combater o aquecimento global e limitar a emissão dos gases usados nas usinas geotérmicas, deve encarecer os preços das residências em cerca de 10 mil dólares (R$ 35,9 mil). Mas, segundo uma nota da porta-voz da Comissão de Energia do estado, Amber Beck, a economia de energia nessas unidades será ainda maior.

"Para proprietários de residências, baseados nos valores de hipotecas por 30 anos, estimamos que as placas vão aumentar as mensalidades em cerca de 40 dólares (cerca de R$ 143) por mês, mas ao mesmo tempo os consumidores vão economizar 80 dólares (cerca de R$ 287) em luz, aquecimento e ar condicionado", informava o comunicado.

A medida visa combater o aquecimento global e limitar a emissão dos gases usados nas usinas geotérmicas. Foto: Justin Sullivan / Getty Images.A medida visa combater o aquecimento global e limitar a emissão dos gases usados nas usinas geotérmicas. Foto: Justin Sullivan / Getty Images.

Segundo a nota, ao longo de 30 anos a economia na conta de luz deverá ser de até 19 mil dólares (R$ 68,3 mil) para os proprietários. Ainda de acordo com a Comissão de Energia da Califórnia, a medida deve reduzir 700 mil toneladas brutas de gás carbônico em três anos, o equivalente a tirar 115 mil carros das ruas.

O estado agrega cerca de 80.000 novas residências por ano. Estima-se que cerca de 15.000 incluam energia solar. Foto: Rich Pedroncelli / AP Photo.O estado agrega cerca de 80.000 novas residências por ano. Estima-se que cerca de 15.000 incluam energia solar. Foto: Rich Pedroncelli / AP Photo.

A medida ressalta como a energia solar nos telhados, uma vez que um luxo reservado a proprietários de casas ricos e de tendência ecológica, está se tornando uma fonte de energia convencional, com a Califórnia - o maior mercado de energia solar do país - abrindo caminho.

O estado há muito tempo está na vanguarda das políticas energéticas progressivas, desde o estabelecimento de padrões de eficiência energética para os eletrodomésticos até a instituição de um programa de toda a economia para conter os gases causadores do efeito estufa. O mandato de moradia é parte do esforço do governador Jerry Brown para reduzir as emissões de carbono em 40% até 2030, e oferece um
manual para outros estados seguirem.

Demanda Solar

A legislação vai valer para todas as edificações que serão construídas a partir de 2020. Foto: Getty Images.A legislação vai valer para todas as edificações que serão construídas a partir de 2020. Foto: Getty Images.

O estado agrega cerca de 80.000 novas residências por ano, e a California Solar & Storage Association estima que cerca de 15.000 incluam energia solar. A Comissão de Energia diz que o sistema doméstico médio usa 2,5 kilowatts a 4 kilowatts de painéis, de modo que os 65 mil novos sistemas acrescentariam até 260 megawatts de demanda anual no estado - aproximadamente o tamanho de uma grande fazenda solar. A empresa SunPower espera que a regra aumente a demanda por energia solar residencial no estado em cerca de 50%. 

***
Fonte: Bloomberg (Inglês).



-->