New York terá novo espaço público voltado para as artes no icônico High Line - São Paulo São

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

No próximo ano, o icônico High Line, em Nova York, inaugurará um novo espaço público para a arte, projetado por James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro, com obras de arte de Simone Leigh.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

O espaço público será o mais novo trecho do parque elevado dedicado a exposições temporárias de arte contemporânea. A primeira obra de arte será a Brick House, um busto de bronze de dezesseis metros de altura de uma mulher negra, concebida por Simone Leigh.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

Concebido como um espaço de encontro, o projeto oferecerá belas perspectivas para ambos os lados do High Line. A iniciativa, intitulada High Line Arts, é o primeiro projeto do tipo que envolve o famoso parque linear e pode ser o início do próximo grande espaço público da cidade.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro.

O novo espaço público tem inauguração prevista para abril de 2019. A Brick House será inaugurada na abertura e permanecerá em exibição até setembro de 2020.

***
Por Eric Baldwin no Arch Daily.



-->