A primeira estrada elétrica voltada para o transporte de cargas, já está em operação em Frankfurt, na Alemanha - São Paulo São

A tecnologia foi instalada em um trecho de 5 km na autoban A5, no estado de Hessen. Foto: Siemens / Divulgação.A tecnologia foi instalada em um trecho de 5 km na autoban A5, no estado de Hessen. Foto: Siemens / Divulgação.

A primeira estrada elétrica voltada para o transporte de cargas, já está em operação em Frankfurt, na Alemanha. A tecnologia foi instalada em um trecho de 10 km na autoban A5, no estado de Hessen.

Em ambos os lados da pista foram colocados cabos aéreos, semelhantes aos usados pelos bondes elétricos e os caminhões com motores elétricos poderão se acoplar aos cabos aéreos e recarregar suas baterias ao passarem pelo trecho.

Ainda não está claro como a energia que os caminhões utilizarão para recarregar as baterias seria cobrada. Nesta fase de testes, a conta será paga pelo Ministério do Meio Ambiente alemão e até o momento cinco transportadoras participarão dos testes.

Se o resultado dos testes for favorável, o governo ampliará a tecnologia para outras estradas, até agora foram investidos mais de 50 milhões de euros em três trechos de testes e os outros dois serão construídos e colocados em operação ainda este ano no país.

O objetivo final é encontrar soluções para o transporte de cargas, no qual sejam sustentáveis e que emitam poucos ruídos. Além da Alemanha, a Suécia e os Estados Unidos também têm trechos de rodovias elétricas.

Entenda a iniciativa

Autoridades alemãs esperam que o resultado seja positivo, levando a eHighway a outras estradas importantes do país. Foto: Siemens / Divulgação.Autoridades alemãs esperam que o resultado seja positivo, levando a eHighway a outras estradas importantes do país. Foto: Siemens / Divulgação.

Para auxiliar na redução de gases poluentes emitidos por caminhões movidos a diesel, a Siemens e a montadora Scania se uniram para criar um projeto sustentável, capaz de tornar os veículos mais ecológicos.

O projeto resultou em uma rodovia elétrica batizada de eHighway, construída em uma estrada comum com linhas elétricas na parte superior, e usando um caminhão híbrido que absorve a energia dessas linhas, sendo semelhante aos sistemas usados em trens e bondes.

Para fazer a adaptação da tecnologia aos caminhões, a Siemens criou um acoplador de energia que se estende automaticamente da parte superior do veículo, se conectando com linhas elétricas quando os sensores detectam a aproximação.

O projeto não só é benéfico ao meio ambiente, como também é capaz de gerar economia de tempo e dinheiro, pois os caminhões não precisarão fazer paradas para o recarregamento, e não será necessária a construção e manutenção de estações de recarga.

A Siemens criou um acoplador de energia que se estende automaticamente da parte superior do veículo, se conectando com linhas elétricas quando os sensores detectam a aproximação. Imagem: Siemens / Divulgação.A Siemens criou um acoplador de energia que se estende automaticamente da parte superior do veículo, se conectando com linhas elétricas quando os sensores detectam a aproximação. Imagem: Siemens / Divulgação.

A eHighway foi lançada na Alemanha no último dia 7, em um trecho movimentado ao sul de Frankfurt, com 10 quilômetros de extensão. A tecnologia também está sendo testada na Suécia e em Los Angeles, Estados Unidos, mas em trechos mais curtos. Autoridades alemãs esperam que o resultado seja positivo, levando a eHighway a outras estradas importantes do país.

Mesmo com as linhas de transmissão, os caminhões conseguem manter uma velocidade constante, garantindo um tráfego estável. Caso ele se depare com um veículo mais lento na eHighway, ele poderá se desacoplar, ultrapassar e acoplar novamente.

Evolução

O objetivo final é encontrar soluções para o transporte de cargas, no qual sejam sustentáveis e que emitam poucos ruídos. Foto: Siemens / Divulgação.O objetivo final é encontrar soluções para o transporte de cargas, no qual sejam sustentáveis e que emitam poucos ruídos. Foto: Siemens / Divulgação.

A primeira vez em que a Siemens inaugurou uma versão de sua eHighway, em 2012, a tecnologia das baterias ainda não era capaz de alimentar veículos pesados em grandes distâncias. Hoje, a rodovia elétrica é duas vezes mais eficiente em comparação aos motores de combustão interna.

A missão da Alemanha é reduzir as emissões de dióximo de carbono em, pelo menos, 80% até 2050.

***

Fonte: Digital Trends

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio