Nova York recebe sua 'pequena ilha' artificial, agora aberta ao público - São Paulo São

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

Little Island é, bem, uma pequena ilha situada no rio Hudson, que flui entre Nova York e a cidade de Jersey. Fica perto da 13th Street no lado oeste da Ilha de Manhattan, onde fica o velho píer 54 abandonado. O impressionante espaço verde que surge da água como algo saído de um livro ilustrado é um presente para Nova York, de acordo com seus doadores: o empresário e um nome bem conhecido na indústria de mídia Barry Diller e a estilista Diane von Furstenberg, sua esposa.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

O espaço artificial, que custou US $260 milhões para ser construído, foi projetado pela Mathews Nielsen Landscape Architects em colaboração com o britânico Heatherwick Studio. O Heatherwick Studio foi convidado inicialmente pelo filantropo Barry Diller e pelo Hudson River Park Trust para criar um pavilhão para um novo píer a sudoeste de Manhattan. Ao invés de projetar um objeto decorativo para repousar sobre o Hudson River Park, a equipe de projeto viu uma oportunidade para reimaginar o que um píer poderia ser. O ponto de partida não foi a estrutura, mas a experiência dos visitantes: a empolgação de estar sobre a água, a sensação de deixar a cidade para trás e estar imerso na vegetação – inspirado no Central Park, onde é possível esquecer que você está no centro da cidade mais densamente povoada dos Estados Unidos.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.

Quando a super tempestade Sandy o atingiu em 2012, o Pier 54 foi destruído, deixando uma marca distante de seu apogeu. Desde então, sua degradação foi deixada para trás, e a área que existia antes de Little Island ser concebida, era apenas os restos estruturais do antigo píer, que “se projetava” no rio. O estúdio diz que se inspirou naqueles restos mortais, tentando projetar a nova estrutura em torno das colunas já existentes. E foi o que surgiu com as novas pilastras de concreto se estendendo para fora da água.

“Fundindo-se à medida que se encontram, esses pilares individuais se unem para formar a topografia do parque”, afirma a descrição. "O projeto resultante foi desenvolvido como um sistema de colunas repetidas, cada uma formando um generoso canteiro em seu topo." Os vasos são então conectados para formar uma paisagem coesa e singular.

As jardineiras ou "vasos" são preenchidos com mais de cem espécies diferentes de árvores e plantas nativas, que incentivam a biodiversidade e são capazes de prosperar no clima de Nova York – cada canto da ilha representa um microclima diferente. Para determinar a forma dos vasos, a equipe de projeto procurou a natureza e o mosaico de gelo que se forma ao redor das estacas de madeira quando o rio congela.

Foto: Getty Images.Foto: Getty Images.

Foto: Timothy Schenck.Foto: Timothy Schenck.Palestras, apresentações, festivais e tours estão programados para acontecer na pequena ilha, agora aberta ao público. “Isso é apenas para o prazer das pessoas. Não têm outro propósito ”, afirma Diller. "Não cura o câncer, mas é muito bom para o espírito da vida." Bem a tempo para a reabertura da cidade neste verão também.

Descrição enviada pela equipe de projeto. 

Little Island é um parque público que abriga três novos espaços de apresentação no rio Hudson. Projetado como um paraíso para as pessoas e para a vida selvagem, é um oásis verde, suspenso sobre a água por colunas escultóricas, e localizado a uma pequena distância caminhável do Lower West Side de Manhattan, através de uma plataforma de madeira.

***
Com informações Design Taxi. 

 


APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio