Finais masculina e feminina da Taça das Favelas 2019 acontecem no Pacaembu com transmissão pela TV

A Taça das Favelas foi criada em 2012 e já passou por 12 capitais diferentes. Organizada pela Central Única das Favelas (CUFA), a competição visa contribuir para a inclusão social através do esporte, promovendo a integração das comunidades e o fortalecimento da auto-estima da juventude das favelas.

Na primeira edição da capital paulista, foram 64 times no masculino e 32 no feminino. Paraisópolis e Complexo da Casa verde fazem a decisão feminina. As meninas do Paraisópolis venceram todos os jogos no tempo normal, enquanto a equipe de Casa Verde passou nos pênaltis apenas na semifinal.

Uma das jogadoras de Paraisópolis, aliás, tem história para contar. Marluce Aureliano é a artilheira do time. Ela superou uma depressão e vê a cada gol uma chance de continuar sua arrancada. “Eu sou uma pessoa melhor. Acredito em mim. Por ter passado por uma depressão, que me fez sentir a pior pessoa do mundo, me fez me sentir fraca.”.

“Se não tivesse pessoas que acreditam em mim, eu não estaria aqui, talvez. Futebol salva vidas, Né? Esporte salva vidas. É só você querer”, completa Marluce.

No masculino a final é entre Favelas do 1010 e Parque Santo Antônio. O 1010, com exceção das quartas de final, venceu todos os seus jogos nos pênaltis e tem isso como seu ponto forte. Já o Parque Santo Antônio alternou vitórias no tempo normal e nas penalidades.

Atletas disputam a edição carioca da Taça das Favelas 2018, cuja edição deste ano foi sediada em São Paulo. Foto: Iris Cristina/Cufa

Os dois treinadores revelam a ansiedade dos garotos: “os meninos mal conseguem dormir pensando na possibilidade de jogar nesse templo do futebol que é o Pacaembu”, disse o técnico das Favelas 1010, Luiz Marcos Santos; “os garotos estão muito eufóricos de poder jogar no Pacaembu. Estamos realizando esse trabalho graças ao nosso trabalho e ao da CUFA”, disse Amarildo, treinador do Parque Santo Antônio.

Os portões do estádio abrem às 10h; a bola rola para a decisão feminina 12h, com transmissão do SporTV e do globoesporte.com;

No masculino, o jogo começa às 14h, com transmissão da Globo e do SporTV.

São 40 minutos cada tempo no masculino e 30 no feminino sendo que, em caso de empate, pênaltis, com três cobranças para cada favela.

***
Com informações da Cultura 930.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.