Linha Rosa: empresa de ônibus vai ter linha operada apenas por mulheres

 

A dedicação e o cuidado das mulheres para o melhor atendimento no transporte coletivo: A atuação de mulheres nos serviços de transportes tem aumentado ao longo dos anos. Hoje são cada vez mais comuns mulheres no comando de ônibus, embora o setor tenha ainda os homens como a grande maioria dos profissionais. As empresas garantem que, na maior parte das vezes, o atendimento prestado por elas é melhor. Os passageiros, que há algum tempo viam com desconfiança, hoje também na maioria dos casos dizem preferir as mulheres no comando dos ônibus.

Diante disso, a Tupi – Transportes Urbanos Piratininga Ltda, empresa que presta serviços na Zona Sul da capital paulista e que integra o Consórcio Unisul, decidiu dar um passo a mais e deu início, no último dia 06 de fevereiro de 2016, a uma iniciativa denominada Linha Rosa.

Segundo o gerente de operações da Tupi, Ernandes dos Santos, uma das linhas foi selecionada para ser operada unicamente por mulheres.

O processo ainda está no início. A linha 609J-10 – Metrô São Judas Circular que serve também os passageiros do Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, hoje conta com cinco mulheres dirigindo. Todas na parte da tarde. A linha conta com 10 motoristas e 10 cobradores durante todo o dia. A Tupi está em processo de seleção para contratar mais mulheres. Hoje ainda não há cobradoras.

E apesar de a experiência ser recente, segundo Ernandes dos Santos, já tem dado resultados. “Selecionamos esta linha porque os passageiros têm o perfil mais exigente, zelando pela qualidade e bom atendimento, já tivemos bons resultados em relação à redução no número de reclamações. Antes, a média era de nove queixas por mês, a maioria por causa da postura de quem dirige, como freadas bruscas, passar em alta velocidade em buracos, etc. Nestes quinze dias, só tivemos uma reclamação na linha” – disse Ernandes ao Blog Ponto de Ônibus em entrevista por telefone.

Com base em experiências na própria Tupi e em relatos de outras empresas de ônibus, Ernandes disse que o número de faltas entre as mulheres também é menor.

“A mulher é bastante responsável. Mesmo com os compromissos de casa, cuidando dos filhos e todas as tarefas em família, ela consegue coordenar o tempo melhor e as faltas são menores” – completa.

No dia 16 de dezembro de 2015, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assinou a portaria 002/15 que determina que as empresas que operam transporte público na capital paulista reservem, no mínimo, 30% das vagas para mulheres.

As empresas que transportam os passageiros na cidade de São Paulo terão de realizar a divulgação das vagas para as profissionais. Os 30% do quadro de funcionários da empresa não terão separação por área.  Desta forma, o percentual se refere a todo o quadro profissional da empresa, podendo haver diferença, por exemplo, entre o pessoal de operação, manutenção e área administrativa. As companhias estão em fase de adaptação.

Apesar de iniciativa da Tupi se enquadrar na portaria, Ernandes disse que o objetivo principal é investir na melhoria do atendimento, já que a prefeitura não estipula que especificamente os quadros operacionais tenham um número mínimo de mulheres.

Vagas abertas para mulheres

Apesar do crescimento do número de mulheres no segmento de transportes, Ernandes afirma que ainda é difícil encontrar motoristas femininas no mercado. A empresa de ônibus está em processo seletivo e contratando as profissionais do volante.

As interessadas podem ligar para a companhia de ônibus. O telefone é (11) 5671-7177 – procurar Silmara.

***
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes em seu Blog Ponto de Ônibus.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.