Manual do Ciclista; ‘um convite à paz do encontro’

No Dia Mundial Sem Carro (último dia 22), o Ministério das Cidades, lançou a Cartilha do Ciclista. A publicação foi possível graças à parceria da Secretaria Nacional de Transportes e Mobilidade de Urbana (Semob) do Ministério das Cidades com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Foram feitas pesquisas em diversas cidades do mundo para que a cartilha fosse a mais ampla e completa possível.

 

Cartilha

A publicação reúne informações sobre legislação, sinalização, diferentes vias que compõem a rede cicloviária e regras de circulação e segurança. O objetivo é esclarecer e conscientizar ciclistas, condutores de veículos motorizados e pedestres sobre como manter uma convivência pacífica e harmônica entre os diversos modais no trânsito brasileiro. Está disponível, em formato PDF, no site do Ministério das Cidades. 

O secretário da Semob, Dario Rais Lopes, explicou que a Cartilha envolve aspectos do uso da bicicleta como modo de transporte e as possíveis alternativas de deslocamento. “Essa publicação mostra a bicicleta como modo de transporte e esclarece ao ciclista os cuidados de equipamentos de proteção e manutenção. É importante que o condutor tome as precauções para que o seu deslocamento seja seguro e tenha fluidez”, justificou Dario.

Para o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Alberto Angerami, o lançamento da cartilha é mais uma etapa vencida na luta pela diminuição do número de acidentes no país. “Queremos que as bicicletas convivam harmoniosamente com pedestres, carros, ônibus, caminhões, motocicletas, visando sempre o trânsito seguro. Estamos trabalhando para salvar vidas”, afirmou Angerami.

O diretor do Denatran disse que o número de acidentes é “catastrófico” e que o Ministério das Cidades e o Denatran “trabalham para preservar vidas”. Angerami disse ainda que foi criado um grupo de trabalho composto por representantes do Denatran, Semob, e outros órgãos governamentais de trânsito para discutir as diretrizes de elaboração do Manual Cicloviário, com objetivo de orientar os municípios a desenvolverem sua rede cicloviária com padrões de sinalização e projetos adequados aos estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Com informações do Portal do Trânsito.
 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.