Na Alemanha, ciclofaixas temporárias ajudam no distanciamento físico do coronavírus

Moradores de 133 outras cidades alemãs apresentaram formalmente às autoridades locais inscrições para pistas temporárias semelhantes para ciclistas, no âmbito de uma campanha da Environmental Action Germany (DUH), uma ONG ambientalista.

O grupo da campanha cita novas pesquisas ligando a poluição do ar a taxas mais elevadas de morte por coronavírus como um argumento para redesenhar a infra-estrutura em todo o país.

“O coronavírus está nos mostrando que ar puro é um bem indispensável”, disse o presidente do DUH, Jürgen Resch. “Agora é especialmente importante tornar o temporariamente mais importante para as pessoas se moverem com segurança em suas bicicletas”. Isso vai ajudar a melhorar a qualidade do ar, possibilita o exercício ao ar livre enquanto mantém uma distância segura e evita acidentes desnecessários”.

Uma das novas ciclovias temporárias em Berlim, que foram ampliadas para permitir que os ciclistas se afastem. Foto: Annegret Hilse / Reuters.

Os proponentes do sistema citam a capital colombiana, Bogotá, como exemplo a imitar, onde a prefeita, Claudia López, abriu quase 72 milhas (117km) de novas rotas de bicicleta em meados de março, na esperança de reduzir o congestionamento e o contato pessoa-a-pessoa.

Em Berlim, os políticos da oposição do partido pró-negócio Free Democracy descreveram os planos de ciclovias temporárias como uma “provocação desnecessária” pelo lobby das bicicletas, dizendo que terão pouco uso prático.

Os estados alemães têm incentivado o uso de bicicletas, apesar das restrições atuais, sob as quais são proibidos os encontros de mais de duas pessoas, com exceções para as famílias.

Alguns políticos da oposição em Berlim descreveram o plano de ciclovias temporárias como uma "provocação desnecessária" pelo lobby das bicicletas. Foto: BA-FK.

“O uso de uma bicicleta permite aos cidadãos atender aos requisitos para minimizar o contato”, disse um porta-voz do Ministério dos Transportes na Turíngia à agência de notícias alemã DPA.

Na Alemanha, as oficinas de bicicletas estão atualmente isentas de fechamentos por ordem do Estado por causa da pandemia da Covid-19. Três estados federais, Berlim, Saxônia-Anhalt e Mecklenburg-Vorpommern, também permitiram que os vendedores de bicicletas permanecessem abertos.

***
Por Philip Oltermann do The Guardian em Berlim.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.