Negócios - São Paulo São

São Paulo São Negócios

A capital japonesa figura pela primeira vez como campeã da lista. Foto: Getty Images.A capital japonesa figura pela primeira vez como campeã da lista. Foto: Getty Images.

Quando se fala de cidades tecnológicas, a região da Califórnia, que abriga o Vale do Silício, logo vem à mente. Lá estão situadas as sedes das principais empresas do ramo, como Google, Facebook, Apple e Netflix. Porém, segundo a agência de inovação australiana 2thinknow, a cidade de São Francisco ainda não é considerada a mais inovadora do mundo.

Zero waste ou desperdício zero é um conceito que tem ganhado força no país nos últimos tempos. Foto: Divulgação.Zero waste ou desperdício zero é um conceito que tem ganhado força no país nos últimos tempos. Foto: Divulgação.

Uma loja totalmente sem plásticos, nem nas embalagens e nem nos produtos. Primeira do tipo no Brasil, a Mapeei – Uma Vida sem Plástico promete ajudar pessoas a terem um estilo de vida mais sustentável, sem desperdício e sem descartar plástico em aterros sanitários ou nos oceanos.

A Jump estacionada em rua de São Francisco, Califórnia. Foto David Paul Morris /  Bloomberg.A Jump estacionada em rua de São Francisco, Califórnia. Foto David Paul Morris / Bloomberg.

A Uber terá em breve bicicletas elétricas compartilhadas no Brasil. Chamadas de Jump, nome da companhia adquirida pelo aplicativo em maio de 2018, elas devem chegar aos poucos ao país em 2019. "A América Latina é nossa prioridade máxima agora. Será em 2019, só não sabemos precisar o mês. São Paulo deve ser uma das primeiras cidades que vamos desembarcar", afirmou ao UOL Tecnologia Ryan Rzepecki, fundador e chefe da Jump.

Pista exclusiva de carros compartilhados em rodovia de Los Angeles, EUA. Foto: KCRW.Pista exclusiva de carros compartilhados em rodovia de Los Angeles, EUA. Foto: KCRW.

Os milhões de carros, caminhões e ônibus que circulam em São Paulo respondem por mais de 90% de toda poluição do ar. A cidade, onde os moradores perdem até cinco horas por dia para ir ao trabalho e voltar para casa, vive sufocada no trânsito. Por isso, a What Design Can Do e a Fundação IKEA estão convocando profissionais criativos de todo o mundo a pensar em soluções radicais e inovadoras para criar fluxos de pessoas e mercadorias mais sustentáveis na cidade. As inscrições foram prorrogadas até o dia 5 de dezembro.

Victor Brasil aluga o carro durante curtos períodos. Foto: Estadão Conteúdo.Victor Brasil aluga o carro durante curtos períodos. Foto: Estadão Conteúdo.

Dois anos depois de vender o carro para se locomover por São Paulo de bicicleta, o administrador de empresas Victor Brasil, de 31 anos, voltou a recorrer ao transporte motorizado. Mas agora, em vez de bancar os custos de um veículo próprio, optou pelo compartilhamento. Três vezes por semana, para ir e voltar dos treinos de triatlo, ele aluga um carro por hora. "Às vezes, também pego o carro para ir rapidinho ao supermercado, já que não dá para carregar sacolas na bicicleta. "O compartilhamento de automóveis segue uma lógica parecida com a de aluguel de bicicletas, em que é possível pegar o veículo em um ponto e deixar em outro, com o uso de um aplicativo. No mundo, esse mercado já chamou a atenção de grandes montadoras. Mas, no Brasil, são as pequenas empresas, a maioria startups, que dominam a prestação desse serviço.