Negócios - São Paulo São

São Paulo São Negócios

Pista exclusiva de carros compartilhados em rodovia de Los Angeles, EUA. Foto: KCRW.Pista exclusiva de carros compartilhados em rodovia de Los Angeles, EUA. Foto: KCRW.

Os milhões de carros, caminhões e ônibus que circulam em São Paulo respondem por mais de 90% de toda poluição do ar. A cidade, onde os moradores perdem até cinco horas por dia para ir ao trabalho e voltar para casa, vive sufocada no trânsito. Por isso, a What Design Can Do e a Fundação IKEA estão convocando profissionais criativos de todo o mundo a pensar em soluções radicais e inovadoras para criar fluxos de pessoas e mercadorias mais sustentáveis na cidade.

Pensar em mobilidade urbana nas cidades requer ir além do planejamento, demanda uma série de mudanças de paradigmas: investimentos em transporte público com qualidade e capilaridade, de maneira a contar com veículos que utilizem combustíveis não fósseis; diminuir o espaço dos carros nos grandes centros urbanos; mudar o conceito da rua, tornando-a um espaço compatível com ciclovias e calçadas de qualidade; promover a mobilidade humana; utilizar a tecnologia a favor da mobilidade urbana e do cidadão. Nesse sentido, nos dias 4 e 5 de setembro, São Paulo sediará o Connected Smart Cities, mais importante evento de cidades inteligente do Brasil. Entre os eixos temáticos do fórum, Mobilidade será um dos destaques e contará com uma programação voltada para investimentos, inovações e soluções para o desenvolvimento da Mobilidade e Acessibilidade nas cidades.

São Paulo. Foto: Dante Busquets / Flickr. São Paulo. Foto: Dante Busquets / Flickr.

Assim como os sacos plásticos, o cerco está se fechando para os canudinhos. Em julho deste ano, a cidade do Rio de Janeiro se tornou a primeira capital brasileira a proibir os canudos plásticos em estabelecimentos como hotéis, bares e restaurantes, decisão que já foi tomada na cidade de Santos e em metrópoles como Mumbai e Seattle; e está em vias de se tornar uma realidade em lugares como Vancouver, Nova York e Inglaterra.

Você está procurando um novo lugar para morar? Talvez seja a hora de ampliar a sua busca e dar uma olhadinha também nas garagens dos edifícios que está visitando. É muito provável que estas antigas estruturas para veículos se transformem na próxima menina dos olhos dos construtores e empreendedores.

Somente nos Estados Unidos, considera-se que existam mais de meio bilhão de vagas de estacionamento em um país onde a população é de apenas 326 milhões de habitantes, isso é equivalente a uma área de 6.500 quilômetros quadrados de superfície. Ainda que a tendência mais razoável seja investir em um futuro "livre de carros", estas estruturas continuam pipocando ao redor do mundo. Considerando que as nossas estruturas urbanas estão sendo desenvolvidas para abrigar um número cada vez maior de veículos automotores, como poderíamos reverter estas estruturas no momento em que a demanda começar a diminuir?