'BlaBlaCar', um serviço de caronas para viagens intermunicipais, chega ao Brasil - São Paulo São


Chegou ao Brasil o BlaBlaCar, serviço de caronas que liga motoristas com lugar vazio no carro a potenciais passageiros para ocupar esse espaço em viagens intermunicipais.

Criado na França em 2006 e hoje em 20 países – o Brasil é o primeiro sul-americano a receber o serviço -, o BlaBlaCar serve apenas para quem vai de uma cidade para outra. Quem vai de São Paulo para o Rio de Janeiro, por exemplo, e tem lugares vagos no carro, pode usar o BlaBlaCar para procurar quantas pessoas quiser colocar a mais no carro e dividir o total das despesas – combustível e pedágios – da viagem com eles.

O serviço funciona através de um app (para Android ou iOS) ou da versão web. Os usuários criam perfis, e serão avaliados pelos companheiros de viagem que conhecer através do BlaBlaCar – é um sistema de reputação bastante comum nesse tipo de serviço, no qual os próprios usuários filtram quem realmente está lá para ajudar e quem quer só passar a perna nos outros. Motoristas com espaço no carro fazem um anúncio pelo BlaBlaCar com quantos bancos estão disponíveis e quanto cada um precisa dar para ajudar na viagem, e interessados entram em contato para definir local de encontro e data.

blablacar-2blablacar-2

Não é de hoje que pessoas usam a internet para buscar quem ajude nas despesas de uma viagem, ou então quem quer uma carona até outra cidade. A legislação brasileira prevê uma multa de R$ 5 mil para serviços de carona clandestinos.

Mas o BlaBlaCar tenta se diferenciar de um empresa de ônibus intermunicipal, por exemplo, desestimulando seus usuários a fazerem dele uma fonte de renda – ele é só para rachar a viagem, nada mais do que isso. Para isso, o BlaBlaCar limita a quantidade de passageiros que um motorista pode solicitar pelo app para apenas quatro – afinal, um carro convencional tem espaço para cinco pessoas. Mais do que isso abriria espaço para que vans clandestinas começassem a usar o BlaBlaCar para conseguir passageiros, o que certamente traria problemas para o serviço.

Além disso, o BlaBlaCar limita o preço que pode ser cobrado pelas viagens de acordo com uma estimativa feita por funcionários do serviço, exatamente para evitar que pessoas comecem a usar as caronas para ganhar um dinheirinho extra. Uma viagem de São Paulo para o Rio de Janeiro, por exemplo, tem custo estimado de R$ 180 – quem quiser levar mais duas pessoas com você, cada uma delas colaborará com mais ou menos R$ 60. Se um anúncio pedir mais do que isso para tal viagem, o BlaBlaCar exibe o anúncio em vermelho para não estimular usuários a aceitarem – e, assim, incentivarem esse tipo de comportamento.

O BlaBlaCar já está funcionando no Brasil. Mais informações podem ser encontradas no site oficial do serviço

***
 no Gizmodo.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio