‘A Voz da Arte’: IBM Watson informa e responde perguntas sobre obras de arte da Pinacoteca de SP - São Paulo São

No ano em que comemora seu centenário no País, a IBM Brasil realiza na Pinacoteca de São Paulo o projeto ‘A Voz da Arte’, que usa a computação cognitiva para tornar o passeio ao museu ainda mais interativo e personalizado. A companhia criou um assistente cognitivo que responde perguntas dos visitantes sobre sete obras de arte do acervo da Pina. A visita guiada com a tecnologia IBM Watson será aberta ao público a partir desta quarta-feira, 5 de abril. A iniciativa é inédita no Brasil.

A IBM usou a computação cognitiva do Watson, que aprende e extrai conhecimento de dados não-estruturados, para criar um assistente que responde perguntas dos visitantes sobre sete obras de arte do acervo da Pina, contribuindo, assim, para o aumento do interesse dos brasileiros pela arte.

A visita através do assistente IBM Watson é fácil e se realiza na Pinacoteca com recurso a smartphone com fone de ouvido e o aplicativo mobile do projeto ‘A Voz da Arte’ instalado. O visitante recebe uma notificação sempre que estiver próximo de uma obra interativa e será estimulado a interagir por meio de perguntas em português. Deficientes auditivos também podem participar da experiência por meio de conversa escrita (chat).

O sistema usa beacons, que são sensores bluetooth de geolocalização, que dão informação da aproximação de uma obra e permitem as referidas notificações. O app utiliza um chatbot cognitivo que usa sistema de voz e de entendimento da linguagem humana por meio de serviços de inteligência artificial da IBM, que estão na plataforma em nuvem IBM Bluemix.

Curadores e educadores da Pinacoteca selecionaram obras do acervo para fazer parte desse projeto. Eles ensinaram ao sistema de inteligência artificial dados sobre os autores, o contexto histórico das peças e sua possível relação com o cotidiano, entre outros temas. Foram seis meses de aprendizado. Para isso, foram coletadas milhares de perguntas e dúvidas que os visitantes do museu possuíam sobre as obras. A equipe da IBM utilizou APIs de entendimento de linguagem natural e sistema de voz disponíveis no IBM Bluemix em conjunto com as capacidades cognitivas do Watson.

“A Voz da Arte”, recorre ao Watson para informar os visitantes a respeito das obras de um jeito bem interessante e interativo. Imagem: Youtube / Reprodução.“A Voz da Arte”, recorre ao Watson para informar os visitantes a respeito das obras de um jeito bem interessante e interativo. Imagem: Youtube / Reprodução.Ao todo, o Watson responde perguntas sobre sete obras do acervo da Pina, são elas: Mestiço, de Cândido Portinari (1934); Saudade, de Almeida Junior (1899); Ventania, de Antonio Parreiras (1888); São Paulo, de Tarsila do Amaral (1924); O Porco, de Nelson Leirner (1967); Bananal, de Lasar Segall (1927); e Lindonéia, a Gioconda do subúrbio, de Rubens Gerchman (1966). O sistema foi desenvolvido pela IBM Brasil e treinado em parceria com curadores da Pinacoteca.

“Queremos que o visitante experimente uma nova forma de ir ao museu, interagindo com as peças de arte e esclarecendo suas principais dúvidas em tempo real. As curiosidades sobre as obras que selecionamos são inúmeras e conversar com elas é uma forma individualizada e estimulante de aprender. O objetivo final é que as pessoas terminem a visita entendendo um pouco mais sobre arte e com a experiência de que o museu é, sim, divertido”, afirma Fabiana Galetol, Executiva de comunicação externa da IBM Brasil.

“Em um mundo tão tecnológico, os museus não poderiam ficar para trás. A Pinacoteca está sempre se reinventando e criando estratégias para falar com seus públicos. A parceria entre a Pina e a IBM representa esse esforço, que resultou em uma ação inédita, interativa e acessível”, disse Paulo Vicelli, diretor de relações institucionais da Pinacoteca de São Paulo.

Assista ao vídeo do projeto ‘A Voz da Arte’ que foi concebido pela IBM Brasil em conjunto com a Ogilvy e as equipes da Pinacoteca: https://youtu.be/WLVi5ePu36E

Serviço

A Voz da Arte - IBM Watson
Pinacoteca do Estado de São Paulo.
Praça da Luz, 2 - Luz, São Paulo.
Estréia: 5 de abril -  a previsão é que a exposição guiada fique disponível por dois meses.
Informações sobre preço e local aqui: http://pinacoteca.org.br/visite/pina_luz/

***
Com informações da Sala de Imprensa da IBM.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio