Novas ‘laranjinhas‘ do sistema de compartilhamento de bicicletas, desembarcam em São Paulo - São Paulo São

O sistema de bicicletas compartilhadas Bike Sampa volta a funcionar na próxima terça-feira, dia 30 de janeiro. A princípio, serão instaladas 25 estações com 250 bicicletas, mas essa é só uma parte do sistema.

A implementação completa do bike-sharing paulistano acontece ainda neste semestre, com um total de 260 estações e 2.600 bikes.

Além disso, uma das novidades é a instalação de 5 bicicletários e um total de 500 bicicletas em bairros da periferia da cidade

Conforme anunciado pela tembici, Itaú Unibanco e Prefeitura paulistana, em setembro todo o sistema será trocado por um novo modelo de compartilhamento de bicicletas, com tecnologia mais avançada e bicicletas mais robustas.

Essa mudança será implementada pela tembici., que em maio adquiriu a Samba Transportes Sustentáveis e passou a operar os sistemas de compartilhamento de bicicletas patrocinados pelo Itaú: Bike Sampa, Bike Rio, Bike PE, Bike POA e Bike Salvador.

Além de usar seu know-how, a tembici. tem como fornecedor a empresa canadense PBSC Urban Solutions, líder mundial em sistemas de compartilhamento de bicicletas. O PBSC atualmente tem mais de 50 mil bicicletas em três continentes e em mais de 20 cidades, representando mais de 160 milhões de viagens.

O fornecedor das bicicletas será a empresa canadense PBSC Urban Solutions, líder mundial em sistemas de bike sharing. Foto: Divulgação.O fornecedor das bicicletas será a empresa canadense PBSC Urban Solutions, líder mundial em sistemas de bike sharing. Foto: Divulgação.O Itaú continua como patrocinador do Bike Sampa, investindo recursos para a modernização e operação do sistema de empréstimo de bicicletas da cidade desde 2012. O objetivo da troca do sistema é tornar a experiência do compartilhamento de bicicleta na capital paulistana mais segura, confortável, eficiente e sustentável.

As laranjinhas serão mais leves, ergonômicas e resistentes. Foto: Divulgação.As laranjinhas serão mais leves, ergonômicas e resistentes. Foto: Divulgação.A capital de São Paulo é a segunda cidade brasileira a receber o novo sistema. A Grande Recife já opera o novo Bike PE desde 11 de setembro, com 20 estações instaladas até o momento, de um total de 80 até o final do semestre.

Assista o vídeo “Chegaram! Novas bikes compartilhadas em São Paulo!“ com Renata Falzoni.

***
Por Renata Falzoni e Murilo Azevedo no Bike é Legal!



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio