Em nova fase e gestão feminina, o Mirante 9 de Julho agora é 'MIRA' - São Paulo São

A ocupação residencial da Paulista tem, em sua representação, o famoso Belvedere Trianon, local onde a elite paulistana costumava realizar seus eventos. Foto: São Paulo Antiga.A ocupação residencial da Paulista tem, em sua representação, o famoso Belvedere Trianon, local onde a elite paulistana costumava realizar seus eventos. Foto: São Paulo Antiga.

Desde o início do século, o Mirante 9 de Julho faz parte da história de São Paulo. Mas por 76 anos permaneceu invisível, esperando para ser redescoberto e integrar novamente a cidade e seu movimento. Hoje, o mirante existe como uma janela para mirar São Paulo e também um reflexo da cidade para si. E a partir de agora, o espaço passa a ter nova gestão, baseada no feminino e suas facetas: um espaço multicultural, plural, democrático e livre, de todas e todos.

Gerido pelas sócias Dulce Santos, Roberta Youssef, Priscila Nonaka e Lívia Calixto desde o mês de agosto, com a mudança o espaço também passa a contar com o olhar de outras mulheres, como a artista gráfica Mari Duarte, a artista visual Di Monique, a jornalista Flora Miguel e a produtora Julieta Regazzoni, que integrarão sua imersão cultural. Completa a nova equipe Denis Nunes, cuidando da conservação patrimonial de maneira orgânica e com foco na reutilização de materiais para a construção de um mirante sustentável.

O MIRA já está operando em fase de testes, e a partir do dia 21 de agosto, quarta-feira, apresenta oficialmente sua nova cara em evento aberto ao público. Foto: I Hate Flash.O MIRA já está operando em fase de testes, e a partir do dia 21 de agosto, quarta-feira, apresenta oficialmente sua nova cara em evento aberto ao público. Foto: I Hate Flash.

Com capacidade para abraçar eventos de música, arte, cinema, gastronomia, moda, sustentabilidade e saúde, entre outras possibilidades, e atividades como feiras, oficinas, bate papos e festas, a nova proposta do MIRA é que se unam no espaço, cultura, diversidade, troca e pertencimento. “A gente quer fazer junto, abrir as portas de verdade fomentando o olhar pro coletivo. É, também, um momento de retomada de consciência: de parar de buscar a sobrevivência e testar o prazer”, comenta Dulce Santos, responsável pela coordenação do local.

A nova proposta do MIRA é que se unam no espaço, cultura, diversidade, troca e pertencimento. Foto: Divulgação.A nova proposta do MIRA é que se unam no espaço, cultura, diversidade, troca e pertencimento. Foto: Divulgação.

Um dos destaques da nova fase é o restaurante do MIRA que passa a oferecer uma comida urbana do mundo - os clássicos Picadinho, Pad Thai e Philly Cheese Steak  - utilizando ingredientes comprados de pequenos produtores, assentamentos e agroflorestas. O cardápio, enxuto, garante qualidade e produção artesanal, o que inclui o tradicional arroz com feijão brasileiro. O restaurante também funcionará como berço de formação de pessoas e desenvolvimento de profissionais do mercado da gastronomia. O bar do MIRA será permanente e a carta de drinks estará disponível todos os dias. O Café Suplicy, parceiro do MIRA, se mantém no espaço.

Reabertura

Um dos destaques da nova fase é o restaurante do MIRA que passa a oferecer uma comida urbana do mundo. Foto: Divulgação.Um dos destaques da nova fase é o restaurante do MIRA que passa a oferecer uma comida urbana do mundo. Foto: Divulgação.

O MIRA já está operando em fase de testes, e a partir do dia 21 de agosto, quarta-feira, apresenta oficialmente sua nova cara em evento aberto ao público. A partir das 17h, música toma a casa, contando com discotecagens do grupo Feminine Hi-Fi, coletivo de sound system e difusão da linguagem do reggae como expressão contra a opressão social vinda das questões de gênero, e do Pindorama Discos, misto de loja de discos com produtora de eventos. Também haverá a abertura da exposição “Mira, prazer”, composta por 13 mulheres artistas visuais que irão produzir trabalhos exclusivamente para o espaço. Entre elas, Eva Uviedo, Mag Magrela, Hanna Lucatelli, Dolorez, V Nuvem, Crica e Moara Brasil. DJs e artistas darão o tom que o novo MIRA tem: intuitivo, diverso e livre.

Durante o evento, até às 22h, o restaurante apresentará seu cardápio completo de almoço e jantar.

Serviço

Nova fase, gerida por mulheres, quer se apoiar na cultura, democracia, troca e diversidade. Imagem: reprodução.Nova fase, gerida por mulheres, quer se apoiar na cultura, democracia, troca e diversidade. Imagem: reprodução.

MIRA mostra sua cara
Quando: 21 de agosto de 2019.
Horário: Das 17h às 22h.
Onde: Mirante 9 de Julho - Rua Carlos Comenale, s/n – atrás do MASP.
 
Line up: Feminine Hi-Fi e Pindorama Discos.
Abertura da exposição “Mira, prazer”: Eva Uviedo, Mag Magrela, Hanna Lucatelli, Dolorez, V Nuvem, Crica, Moara Brasil, Di Monique, Marina Machado, Mari Duarte, Aline TSC e Caluz.
 
Abertura oficial MIRA Comida Urbana.
Quanto: Grátis.


***
Com informações do MIRA.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio