Saiba quais são bairros de São Paulo com maior número de prédios sustentáveis - São Paulo São

Vista do alto da Rua João Luis Vivez na Vila Mariana, Vila Mariana que lidera levantamento com mais prédios certificados AQUA-HQE no Brasil. Foto: Simon Plestenjak.Vista do alto da Rua João Luis Vivez na Vila Mariana, Vila Mariana que lidera levantamento com mais prédios certificados AQUA-HQE no Brasil. Foto: Simon Plestenjak.

A certificação de sustentabilidade franco-brasileira AQUA-HQE - no Brasil aplicada pela Fundação Vanzolini - é uma das principais metodologias internacionais usadas para avaliar e atestar o desempenho ambiental das construções mundo afora. O mais interessante é que, nesse quesito, a cidade de São Paulo está muito bem posicionada. Inclusive, o bairro Vila Mariana, possui 23 edifícios construídos ou em construção que já receberam o certificado e hoje é o bairro com mais prédios sustentáveis do país. Além disso, a região pode ser considerada uma das mais bem qualificadas nesse aspecto.

Outros bairros da cidade se destacam no levantamento feito pela Fundação Vanzolini, são eles o Tatuapé, em segundo lugar com 16 prédios sustentáveis; em terceiro, a Lapa e a Chácara Santo Antônio ambas com 11 cada; na sequência Perdizes com 8; e Vila Madalena, Vila da Saúde, Jaguaré e Campo Belo com 6 cada.

Edifício Jacarandá, localizado na região da Berrini em São Paulo é exemplo em arquitetura sustentável. Foto: Divulgação. Edifício Jacarandá, localizado na região da Berrini em São Paulo é exemplo em arquitetura sustentável. Foto: Divulgação.

No Brasil o selo atestou mais de 700 edificações prontas ou em construção; cerca de 400 empreendimentos mistos, residenciais ou comerciais; mais de 36 mil unidades residenciais, casas ou apartamentos; o que representa ao todo 14 milhões de m² de área construída.

 IDEA Bagé em Porto Alegre, edifício residencial inovador, com diferenciais exclusivos voltados à sustentabilidade. Foto: Divulgação. IDEA Bagé em Porto Alegre, edifício residencial inovador, com diferenciais exclusivos voltados à sustentabilidade. Foto: Divulgação.As diferentes fases do processo de avaliação da certificação AQUA-HQE para os empreendimentos (pré-projeto, projeto, execução ou operação e uso) baseiam-se em 14 objetivos de desempenho que devem ser atingidos em níveis base, boas práticas e melhores práticas, ultrapassando as exigências que correspondem à regulamentação vigente ou prática corrente, distribuídas equilibradamente em conforto, saúde e baixo impacto ambiental.

Edifício Vista Guanabara projeto do escritório Kohn Pedersen Fox localizado no Porto Maravilha. Foto: Divulgação.Edifício Vista Guanabara projeto do escritório Kohn Pedersen Fox localizado no Porto Maravilha. Foto: Divulgação.

Com 50% das exigências técnicas voltadas às condições ideais de saúde e conforto e 50% aos benefícios ambientais, a certificação ganha a adesão de consumidores e importantes setores da economia brasileira.

A capital francesa, Paris, é considerada uma das cidades globais da sustentabilidade na construção civil, em boa parte, graças à adesão dos empreendedores locais aos critérios AQUA-HQE, que em português significa Alta Qualidade Ambiental.

***
Fonte: AQUA-HQE.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio