Neste verão, cinco cachoeiras para conhecer na Grande São Paulo

Para aproveitar a estação e curtir ao ar livre, conheça cinco cachoeiras, situadas em parques estaduais ou terrenos privados localizados em áreas de mata atlântica, para serem visitadas.

Vale lembrar que deve-se sempre usar protetor solar para caminhadas ao sol, levar consigo garrafinhas de água e pequenos lanches, avaliar as condições climáticas antes de partir para a aventura, vestir calçados e roupas adequadas e nunca se embrenhar por caminhos fechados ou desconhecidos. Vamos a elas!

Atenção: a maioria dessas cachoeiras são de fácil acesso e podem ser visitadas por todas as pessoas, sem restrições, mas algumas delas são de difícil acesso e é muito importante ter a companhia de um guia especializado.
 
Cachoeira do Engordador Parque Estadual Cantareira, núcleo Engordador (22 km do centro)
Pode ser acessada por uma trilha de três quilômetros com nível médio de dificuldade (aproximadamente 1h30 de caminhada), segundo avaliação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. O visitante ainda passa por outras duas quedas d’água – a Cachoeira do Tombo e a Cachoeira do Véu -, todas propícias para banho. Não é permitido acampar no local.
 
Av. Cel. Sezefredo Fagundes, altura do nº 19.100, Jardim das Pedras, zona norte, São Paulo, tel. 11 2995-3254. Dez. e jan.: de seg. a dom., das 8h às 17h. Demais meses: sáb., dom. e feriados. Mais informações aqui!
 
Cachoeira do Cabuçu Parque Estadual Cantareira, núcleo Cabuçu (24 km da capital)
O acesso é tranquilo, a trilha é segura e rápida e o parque oferece boa estrutura. Foto: Sema.
Acessível por uma trilha íngrime considerada difícil (com 5,2 km de extensão), o percurso até a cachoeira -que fica em um núcleo do parque localizado em Guarulhos- passa por árvores imponentes e outras atrações, como a barragem. A caminhada tem duração estimada de três horas, não é permitido acampar e há duas áreas para piquenique.

Av. Pedro de Souza Lopes, 7903, Vila Galvão, Guarulhos, SP, tel. 11 2401-6217. Dez. e jan.: de seg. a dom., das 8h às 17h. Demais meses: sáb., dom. e feriados. Mais informações aqui!

 
Cachoeira de Marsilac Engenheiro Marsilac, zona sul (cerca de 50 km do centro)
De fácil acesso, a cachoeira é, na verdade, uma grande corredeira com declives. Foto: Guia da Semana.
A seis quilômetros do centro de Engenheiro Marsilac (zona sul), o local tem fácil acesso – veículos podem chegar até a margem da cachoeira, que fica na Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos. Lá é possível nadar, assim como fazer outras atividades como canoagem e stand up paddle. 

O acesso à APA Capivari-Monos é pela av. Senador Teotônio Vilela, av. Samadu Inoue. A partir do centro de Parelheiros, deve-se seguir pela estrada Engenheiro Marsilac, onde há placas de sinalização. A SPTuris indica empresas que fazem tour para o local. Veja em: http://goo.gl/PPED0l

 
Cachoeira do Jamil Bairro Evangelista de Souza, zona zul (cerca de 55 km do centro)
A cachoeira é uma pequena queda com um pouco mais de 3 metros de altura. Foto: Silcol.
 
Formada na confluência dos rios Monos e Capivari, é um ponto para a prática de esportes (como o boia cross) que fica dentro de uma propriedade particular. Há guias especializados que podem auxiliar na visita. A empresa SelvaSP leva visitantes por uma trilha de nível médio (R$ 40 por pessoa). O acesso é feito por veículo até a estrada Sadamu Inoue, em Marsilac, onde deve-se seguir placas de sinalização para as cachoeiras.

SelvaSP. Tel. 11 94727-4296 ou 11 95499-7070. Mais opções: http://bit.ly/1IrZ5BG

 
Cachoeira do Sagui Emburá do Alto, zona sul (cerca de 52 km do centro da capital) 
Cachoeira do Sagui, dentro da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos. Foto: Folhapress.
A cachoeira fica na Fazenda Maravilha, uma propriedade particular. Para chegar à queda d’água, deve-se percorrer uma trilha de cerca de 20 minutos sem a necessidade de guia. No trajeto completo (que passa pelas cachoeiras Oásis e Raio de Sol e dura quatro horas), é sugerido o acompanhamento de um conhecedor da área. A visitação deve ser agendada, e valores variam a depender do trajeto.

Rua Sem Nome, 1, Engenheiro Marsilac, zona sul, (acesso pela estrada Engenheiro Marsilac). Visitas mediante agendamento pelo tel. 11 97442-9619 ou 11 999749-1724 (assim como instruções de rota para chegar ao local). 

***
Com informações da Revista sãopaulo e Guia da Semana.
 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.