No ‘Bosque Xerife’, alunos transformam terreno abandonado em espaço de lazer

Um projeto idealizado em 2014 por alunos de uma escola municipal na zona sul, que transformou um terreno abandonado na região de Parelheiros em uma área que oferece equipamentos para a prática de esporte e lazer. A criação do Bosque Xerife, como é conhecido o espaço, foi feita pelos estudantes do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Vargem Grande como trabalho de conclusão do ciclo. No início do mês, o prefeito Fernando Haddad esteve no local para conhecer o projeto.

“O que vocês puderam aprender com este projeto? Que a mobilização, que a participação, a democracia, o trabalho colaborativo e a escola podem mudar uma condição social. Esse é o aprendizado que foi dado aqui”, afirmou Haddad.

A ação envolveu uma parceria da escola com a Subprefeitura de Parelheiros, comerciantes e moradores do bairro, que já tentavam se mobilizar para melhorar o terreno. Foram os olhares dos alunos Kaique Custódio Soares de Souza, Lucas Silva Oliveira, João Vitor dos Santos Araújo e Gabriel Albino de Oliveira que levaram a ideia para a professora Dalila Goes Motta.

 
“É muito bom visitar uma escola e aprender com os nossos alunos e professores. O que foi feito aqui, o filme que conta a história do projeto, a ação colaborativa, é isso que nós, professores, sonhamos. Ficamos muito felizes por aplaudir o talento dos nossos alunos, pois o que foi feito aqui é a educação que a gente sonha e que é o caminho para o futuro”, afirmou o secretário municipal de Educação, Gabriel Chalita, que acompanhou a visita.

Para a implantação, os alunos pesquisaram na internet e conversaram com os moradores e comerciantes do entorno para conhecer as principais necessidades da comunidade. “O nosso bairro não tinha uma área de lazer e toda vez que eu vinha para a escola passava em frente ao bosque e o via abandonado, com muito mato e lixo jogado. Como eu já sabia que teria que fazer um projeto para a escola, pedi orientações para a professora e ela nos ajudou a desenvolvê-lo”, afirmou o aluno Lucas Silva Oliveira.

Com a ajuda dos alunos, a subprefeitura realizou um mutirão para a limpeza, terraplanagem, plantio de mudas, instalação de mesas e adequação de um campo de futebol. Os comerciantes do bairro foram mobilizados em uma arrecadação para a compra dos brinquedos do parquinho. Atualmente, quem frequenta o bosque também pode se conectar gratuitamente à internet, por meio do Wi-Fi livre que foi disponibilizado.

 
“Foi um prazer enorme receber os alunos na Subprefeitura e desenvolver este TCA para a concepção desta praça, e que agora daremos continuidade. O local está funcionando, evoluindo e esperamos que a comunidade possa utilizar cada vez mais”, disse o subprefeito da região, Nilton Aparecido de Oliveira.

Neste ano, novos alunos do 9º ano da escola deram segmento aos trabalhos, propondo a implantação de uma mesa de concreto para pingue-pongue, além de uma academia ao ar livre, melhorias no paisagismo e a realização de outras atividades culturais no local.

 
“Esse projeto foi um sonho dos nossos alunos, que começou em 2014 e que continuou em 2015. Ele só foi realizado graças à reorganização curricular municipal, que fez os nossos alunos criarem asas para voar. Hoje o aluno sabe que pode transformar o seu espaço e que ele tem condição de discutir os problemas do seu território para mudá-lo. Isso é criar um cidadão”, disse a coordenadora da EMEF, Gilvana Oliveira Brandão Prado.

A escola, que atende alunos do 4º ao 9º ano e a 4ª etapa (7ª e 8ª séries) da Educação de Jovens e Adultos (EJA), possui atualmente 927 alunos, sendo 380 no período da manhã, 461 no período da tarde e 86 na EJA.

 
Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação.
 
 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.