No Porto Maravilha, o maior grafite do mundo de Eduardo Kobra

 
Preparação do Artista Plastico Eduardo Kobra para o Mural no Porto Maravilha. Foto: Paulo Mumia / Rio2016.
 
– Esse trabalho vem de uma série de outros murais que tenho feito sobre a paz. Nesse, cada continente foi representado por seus nativos, mostrando que todos nós viemos da mesma origem e devemos prezar o relacionamento entre os povos. Os Jogos Olímpicos estão aí para reforçar a importância de se manter a harmonia entre as nações.
 
Carlos Eduardo Fernandes, nome de batismo de Carlos Kobra, começou a carreira artística em 1987, quando tinha 11 anos. Hoje com 40, o artista nascido em São Paulo tem como marca registrada os traços tridimensionais e a utilização de cores vibrantes e sombras. Enquanto trabalha no painel “Etnias”, Kobra pensa nos projetos futuros e destaca a criação de um mural no Morro da Providência, também na Região Portuária do Rio. O artista também fará novos trabalhos na Rússia e em São Paulo – cidade que abriga um dos mais expressivos de sua carreira, o rosto do piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, na Avenida da Consolação.
 
***
Por Quintino Gomes Freire no Diário do Rio.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.