Ações - São Paulo São

São Paulo São Ações

Redução se deve ao aumento de acidentes de trânsito com mortes no município, que subiu 2,5% no primeiro trimestre de 2021. Foto: Getty Images.Redução se deve ao aumento de acidentes de trânsito com mortes no município, que subiu 2,5% no primeiro trimestre de 2021. Foto: Getty Images.

A Prefeitura da capital paulista decidiu reduzir o limite de velocidade de 24 vias de 50 km/h para 40 km/h. Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, a mudança já está em vigor desde a segunda-feira (3). A motivação para a redução é aumentar a segurança ao tráfego, de acordo com a Secretaria a decisão está alinhada com as políticas públicas mundiais para redução de acidentes e mortes no trânsito, incluindo a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito da ONU. 

A Secretaria informou ainda que a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) sinalizou os locais para alertar motoristas a respeito das alterações. Para quem ultrapassar os limites de velocidade, o Código de Trânsito Brasileiro estabelece que os valores das multas variam entre R$ 130,16 a R$ 880,41, dependendo do percentual do excedente em relação à velocidade regulamentada. No primeiro trimestre de 2019 foram registrados 198 acidentes com óbitos, de acordo com dados do Infosiga - sistema de informações de acidentes de trânsito do estado de São Paulo. Essas vias somaram, entre 2018 e 2019, 475 acidentes de trânsito, com 24 mortes. A Organização das Nações Unidas defende limites baixos de velocidade em vias com muitos pedestres e é o caso das 24 ruas paulistanas afetadas pela mudança. 

Imagem: SMMT / Reprodução.Imagem: SMMT / Reprodução.

Estudos comprovam importância da medida

Reduzir limites em áreas urbanas é fundamental para proteger a vida de ciclistas e pedestres que chegarem a ser atropelados – e mesmo para evitar esses atropelamentos, com o aumento do tempo de reação. A redução de apenas 10 km/h pode parecer pequena, mas em caso de atropelamento essa mudança pode salvar a vida da vítima. 

A campanha Vision Zero da Prefeitura de New York é sobre mais do que olhar para os dois lados. Foto: Wallyg / Flickr.A campanha Vision Zero da Prefeitura de New York é sobre mais do que olhar para os dois lados. Foto: Wallyg / Flickr.

Não à toa a ONU (Organização das Nações Unidas), através da OMS (Organização Mundial da Saúde), recomenda que o limite de velocidade em vias urbanas não ultrapasse os 50 km/h. Segundo o relatório da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), escritório para as Américas da OMS, “um pedestre tem menos de 20% de probabilidade de morrer se atropelado por um automóvel que circula a menos de 50 quilômetros por hora, mas quase 60% de chance de morrer se atingido por um veículo a 80 quilômetros por hora”.

***
Da Redação.

Laboratório de ação direta para a mobilidade a pé está com inscrições abertas para grupos de todo Brasil. Foto: Getty Images.Laboratório de ação direta para a mobilidade a pé está com inscrições abertas para grupos de todo Brasil. Foto: Getty Images.

O Lab.MaP é uma oportunidade para reunir diferentes atores locais e envolver governo, sociedade civil, universidade e empresas para cocriarem ou fortalecerem, conjuntamente, soluções em defesa e de fomento à mobilidade a pé no Brasil. Organizado em quatro fases – teórica, ferramental, prática e comemoração, o programa oferecerá apoio e mentoria de uma rede de profissionais e organizações atuantes em áreas distintas, de março a julho de 2021, para que grupos participantes tirem suas ideias do papel.

A Lei proíbe fornecimento para clientes de copos, pratos, talheres, agitadores para bebidas e varas para balões de plástico. Foto: Getty Images.A Lei proíbe fornecimento para clientes de copos, pratos, talheres, agitadores para bebidas e varas para balões de plástico. Foto: Getty Images.

Estabelecimentos comerciais, como bares, hotéis e restaurantes, de São Paulo estão proibidos de fornecer de copos, pratos, talheres e outros utensílios feitos de plástico descartável. A determinação é de lei municipal que entrou em vigor no último dia 1°.

Bairros ricos em São Paulo continuam com os melhores resultados no acesso às políticas e bens públicos. Foto: Getty Images.Bairros ricos em São Paulo continuam com os melhores resultados no acesso às políticas e bens públicos. Foto: Getty Images.

Desde 2012, a Rede Nossa São Paulo elabora e divulga anualmente o Mapa da Desigualdade da Cidade, um estudo que apresenta indicadores dos 96 distritos da capital paulista, compara os dados, e revela a distância socioeconômica entre os moradores das regiões com os melhores e piores indicadores.

Em ação inédita, ONGs que defendem a mobilidade ativa realizam intervenção com pintura no asfalto para chamar a atenção sobre o espaço para quem está a pé. Arte: Cléo Moreira. Foto: Sampapé. Imagem de 18 Outubro 2020.Em ação inédita, ONGs que defendem a mobilidade ativa realizam intervenção com pintura no asfalto para chamar a atenção sobre o espaço para quem está a pé. Arte: Cléo Moreira. Foto: Sampapé. Imagem de 18 Outubro 2020.

Quem passar pela Ladeira Porto Geral nos próximos dias poderá ver uma faixa colorida, com flores e folhas, pintada no local em que antes era permitido parar veículos. Esta é a primeira ação de urbanismo tático da mobilização Ruas para Mobilidade Ativa na Pandemia, que pretende transformar o espaço das ruas em lugares mais caminháveis e seguros para as pessoas.

Restaurante em Pinheiros: proprietários e equipe paramentados de acordo com os protocolos oficiais. Foto: Ligia Skowronski/Veja SP.Restaurante em Pinheiros: proprietários e equipe paramentados de acordo com os protocolos oficiais. Foto: Ligia Skowronski/Veja SP.

Conforme as atualizações na diretriz do Governo de São Paulo em relação ao controle da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Plano São Paulo, a região pode receber uma nova reclassificação. Deixando, assim, a fase 3 (amarela) do plano, e passando para a fase 4 (verde). Se ocorrer, essa pode ser a maior abertura econômica, após o fechamento e restrições do comércio, em março deste ano.