São Paulo ganha Refúgio de Vida Silvestre no Parque Anhanguera - São Paulo São

O Parque Anhanguera é o maior parque municipal de São Paulo, com área total de 9.500.000 m². Foto: SVMA / Divulgação.O Parque Anhanguera é o maior parque municipal de São Paulo, com área total de 9.500.000 m². Foto: SVMA / Divulgação.

Na última segunda-feira (8), a Prefeitura de São Paulo publicou um decreto criando o Refúgio de Vida Silvestre (RVS) Anhanguera, que tem área de pouco mais de 7,4 quilômetros quadrados no Parque Anhanguera.

Segundo a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) de São Paulo, o objetivo é a preservação da flora e fauna, com prioridade para espécies migratórias, raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção.

A nova unidade de conservação que é de proteção integral, sendo aberta somente para pesquisas, é administrada pela Divisão de Gestão de Unidades de Conservação da Coordenadoria de Gestão de Parques e Biodiversidade, que compõe a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA).

Necessidade de proteção da Mata Atlântica

A nova unidade de conservação é de proteção integral e será aberta somente para pesquisas. Foto: SVMA / Divulgação.A nova unidade de conservação é de proteção integral e será aberta somente para pesquisas. Foto: SVMA / Divulgação.

A necessidade de proteção se justifica também pelo fato do Refúgio de Vida Silvestre estar situado no bioma Mata Atlântica que, em decorrência de sua riqueza biológica e níveis de ameaça, deve ser tratado como prioridade quando o assunto é conservação.

“O RVS também atende ao beneficiamento do sistema de áreas verdes do município, pois poderá estar conectado a outras Unidades de Conservação da Zona Norte de São Paulo e do interior do estado. Com isso, criam-se corredores ecológicos, como previstos no Plano Municipal da Mata Atlântica (PMMA), concluído em 2018. A nova UC também é um avanço quanto aos chamados ‘planos verdes municipais’, que objetivam proteger a cobertura vegetal existente”, argumenta a prefeitura por meio de sua assessoria. 

E acrescenta: “Com certeza, a preservação do Bioma da Mata Atlântica é imprescindível para que se obtenha melhor qualidade de vida na metrópole, tendo em vista que não apenas as espécies silvestres, mas também o ser humano serão beneficiados por mais áreas verdes.”

Serviço

Com o Decreto, a Prefeitura de São Paulo acaba de criar mais uma Unidade de Conservação (UC) na cidade. Foto: SVMA / Divulgação.Com o Decreto, a Prefeitura de São Paulo acaba de criar mais uma Unidade de Conservação (UC) na cidade. Foto: SVMA / Divulgação.
Av. Fortunata Tadiello Natucci, 1000 - Perus. (km 26 da Rodovia Anhanguera).
Subprefeitura de Perus.
Área: 9.500.000 m².
Funcionamento: 6h às 18h.
Telefone: (11) 3917-2406.
 
***
Por David Arioch no Vegazeta.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio