Prefeitura de São Paulo abre edital para concessão do Terraço Martinelli - São Paulo São

 

O mirante do Edifício Martinelli. Foto Tiago Queiroz / Estadão.O mirante do Edifício Martinelli. Foto Tiago Queiroz / Estadão.

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), por meio da São Paulo Urbanismo, publicou no Diário Oficial desta quinta-feira, 27, o edital de concessão do terraço do Edifício Martinelli. A ideia foi apresentada ainda em março de 2019, como parte do projeto Triângulo SP, que busca impulsionar a vida noturna e os atrativos turísticos do centro velho da capital paulista, criando o Observatório Martinelli.

A concessão terá validade de 15 anos e o valor ofertado na concorrência deverá ultrapassar os R$ 70 mil mensais. A empresa ou consórcio que adquirir os direitos sobre o Martinelli terá que destinar 4% do faturamento ao poder público. O valor do contrato é de aproximadamente R$ 46 milhões para o Município, considerando o investimento em infraestrutura e os pagamentos da concessão.

A expectativa da SMDU é que, com a implementação de programas de lazer, entretenimento, cultura e gastronomia, o Observatório Martinelli receba cerca de 160 mil visitantes por ano. Em nota, a Secretaria afirma inclusive que, mesmo em meio à pandemia do coronavírus, será possível abrir o espaço para a venda de refeições, desde que respeitados os protocolos sanitários de distanciamento social.

Originalmente com 25 andares, o milionário italiano Giuseppe Martinelli, construiu mais 5 andares em sua cobertura. Foto: Trip Advisor.Originalmente com 25 andares, o milionário italiano Giuseppe Martinelli, construiu mais 5 andares em sua cobertura. Foto: Trip Advisor.

Além do terraço, os andares 25, 26 e 27 do Edifício Martinelli e os espaços comerciais do térreo serão concedidos à iniciativa privada. O vencedor do edital se responsabiliza também por manter um programa de curadoria com espaços expositivos, painéis interativos e acervos relacionados à história do edifício e de São Paulo. Ainda serão inaugurados loja, restaurante, café e um núcleo de recepção e centro de informações turísticas. O passeio terá acesso completo ao edifício.

As empresas e/ou consórcios interessados terão 60 dias para apresentarem suas propostas comerciais, que serão lidas às 10h do dia 27 de outubro, no 15º andar do Edifício Martinelli. O objetivo é que o contrato seja oficializado 30 dias depois, no final de novembro.

História

O Edifício Martinelli está localizado no centro de São Paulo entre as ruas São Bento, Av. São João e a Rua Libero Badaró.Foto de Hildegard Rosenthal, na década de 1940.Foto de Hildegard Rosenthal, na década de 1940.

O Edifício foi projetado pelo seu idealizador, o italiano Giuseppe Martinelli, em 1924 e simbolizou progresso da cidade. Mais de 600 operários trabalharam nas obras. A construção foi iniciada em 1924 e a inauguração aconteceu em 1929, com 20 andares. 

Com o passar dos anos, novos pisos complementaram a construção. O objetivo de Martinelli, contudo, era chegar aos 30 andares. A obra gerou muita polêmica, pois até então não havia nenhum prédio em São Paulo com grande altura. Na época, edifícios com mais de 10 andares eram considerados muito altos. 

Atualmente, o prédio é um dos principais símbolos arquitetônicos do Brasil, já foi ponto de encontro da alta sociedade paulistana. Por lá já passaram o Cine Rosário, barbearias, lojas, uma igreja e o luxuoso Hotel São Bento. 

Curiosidades sobre a histórica construção

A planta original do prédio previa doze andares, mas, até 1934, foram erguidos trinta pavimentos.
Os últimos cinco andares abrigavam a residência  do comendador italiano Giuseppe Martinelli, idealizador da obra.
O edifício entrou em decadência nos anos 60 e chegou a ser palco de alguns crimes rumorosos.
Sob a administração do prefeito Olavo Setúbal, o local foi reformado e reinaugurado em 1979.

***
Fonte: Estadão.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio