São Paulo deve avançar no plano de flexibilização e ganhar novas aberturas este mês - São Paulo São

Restaurante em Pinheiros: proprietários e equipe paramentados de acordo com os protocolos oficiais. Foto: Ligia Skowronski/Veja SP.Restaurante em Pinheiros: proprietários e equipe paramentados de acordo com os protocolos oficiais. Foto: Ligia Skowronski/Veja SP.

Conforme as atualizações na diretriz do Governo de São Paulo em relação ao controle da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Plano São Paulo, a região pode receber uma nova reclassificação. Deixando, assim, a fase 3 (amarela) do plano, e passando para a fase 4 (verde). Se ocorrer, essa pode ser a maior abertura econômica, após o fechamento e restrições do comércio, em março deste ano.

As mudanças podem ocorrer porque, geralmente, as reclassificações ocorrem mensalmente. Desse modo, a próxima reclassificação está marcada para o dia 9 de outubro (sexta-feira). Com isso, comércios, bares e restaurantes poderão abrir em todo o estado.

Aliás, não só bares e restaurantes, como também cinemas, teatros, museus e eventos artísticos poderão voltar às atividades. A capital do estado poderá permitir uma abertura maior desses estabelecimentos. Ou seja, poderão abrir com até 60% da capacidade. Atualmente é permitido a abertura de 40% da capacidade. 

Os cinemas poderão retomar as atividades quando a cidade passar para a fase verde do Plano São Paulo. Foto: Getty Images.Os cinemas poderão retomar as atividades quando a cidade passar para a fase verde do Plano São Paulo. Foto: Getty Images.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, assinou na última semana um protocolo com o setor cultural, a fim de deixar tudo preparado para o retorno das atividades. Sendo assim necessário a autorização do governo do estado, para que o setor possa proceder com a reabertura. 

Anteriormente, Covas já havia destacado que os bons índices do controle do vírus na cidade é um dos motivos para avançar com as flexibilizações no comércio. 

Assim, exibindo dados, o prefeito demonstrou que, no início do mês de setembro, a cidade estava na fase amarela. Porém, nos últimos dias houve uma melhora no índice, o que classificaria a cidade de São Paulo para a fase 4. 

Mudanças no Plano São Paulo

Coletiva no Palácio dos Bandeirantes sobre a situação da pandemia no Estado de São Paulo.  Foto: Secom / SP.Coletiva no Palácio dos Bandeirantes sobre a situação da pandemia no Estado de São Paulo. Foto: Secom / SP.

Em uma atualização extraordinária da quarentena, realizada pelo Governo de São Paulo em setembro, todo o estado foi reclassificado para a fase amarela ou, também, conhecida como fase 3. Aliás, anteriormente apenas as regiões de Franca e Ribeirão Preto se encontravam na fase 2. 

Dessa forma, todo o estado poderá reabrir restaurantes, academias e salões. Porém, respeitando as medidas de segurança, com redução no horário e na capacidade de funcionamento. Além disso, também serão necessários o uso de máscaras e álcool em gel. 

***
Por Lucas Santos no Terra. 

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio