Livro com fotografias inéditas dos últimos sete anos do Charlie Brown Jr. ganha pré-venda em crowdfunding - São Paulo São


Poucos sabem que um dos últimos projetos de Alexandre Magno Abrão, aka Chorão, líder da banda Charlie Brown Jr. era publicar um livro de fotografias com a história da banda contada por dentro, incluindo registros dos encontros fora dos palcos, dos ensaios e das saídas de skate.

Com a morte de Chorão em 6 de março de 2013, o projeto foi interrompido, porém retomado há cerca de dois anos por seu filho, Alexandre Abrão - de mesmo nome do pai -, em parceria com a Editora Realejo. No último dia 9 de abril, data de nascimento do Chorão, quando ele completaria 46 anos, o livro, intitulado “Eu Estava Lá Também”, com fotografias dos últimos sete anos da banda, de 2005 a 2012, ganhou pré-venda em campanha de crowdfunding pela plataforma Kickante.

Em 2011, quando Chorão procurou José Luiz Tahan, da Editora Realejo – também localizada em Santos, mesma cidade onde ele cresceu e iniciou a carreira de músico -, já tinha em mente o formato. “Foram cinco encontros ao longo de um ano, todos acompanhados de Jerri Rossato Lima, seu fotógrafo. Nós discutimos bastante sobre o storytelling, a edição etc. Ele deixou o livro praticamente pronto, faltou pouco para vê-lo publicado”, revela o editor.

Chorão contratou Jerri como documentarista e para os registros fotográficos. Ele acompanhou o Charlie Brown Jr. em todos os shows, programas de TV, gravações em estúdio e sessões de skate durante sete anos, de 2005 a 2012, quando Chorão pausou o projeto. Já as imagens dos cinco últimos shows presentes no livro são de Alexandre Abrão, o filho. “Nosso último contato foi por telefone, ele me ligou e pediu desculpas repetidas vezes por não dar andamento ao livro devido a problemas pessoais. Após o falecimento, escrevi uma crônica lamentando a fatalidade e me despedindo do livro. Essa crônica foi lida por Murilo Lima, ex-cunhado de Chorão e tio materno de Alexandre Abrão, que mostrou ao sobrinho”, diz Tahan.

Após a leitura da crônica, Alexandre decidiu concretizar e autorizar a publicação do livro em nome do pai como um modo de homenageá-lo e eternizar momentos preciosos da banda para os fãs. “Este livro é de autoria do meu pai. Não é meu e nem do Jerri. Nós fomos apenas colaboradores. Será publicado do exato modo como ele queria que fosse publicado. Pertence a ele o mérito da iniciativa de publicação”, comenta.

A pré-venda em crowdfunding é uma maneira autêntica de o público em geral e fãs participarem diretamente da publicação do livro, que será em capa dura, formato e tamanho de uma capa de disco de vinil, com 300 fotos em mais de 200 páginas em papel couchê. O lançamento está previsto para setembro desse ano.

***

Com informações de Diene Guedes (11) 3871-0022 ramal 217 - [email protected]

 


-->