Kobra transforma ônibus em galeria e faz exposição itinerante pela periferia de São Paulo - São Paulo São

No mesmo dia em que comemora 44 anos de idade e 30 de carreira, o artista plástico Eduardo Kobra, um dos mais conhecidos muralistas brasileiros, voltou às suas origens no bairro do Campo Limpo para inaugurar nesta terça-feira (27) uma exposição itinerante que vai percorrer bairros periféricos da Grande São Paulo em um ônibus transformado em galeria de arte.

“Eu comecei meu trabalho na periferia de São Paulo, aqui no Campo Limpo. Foi aqui que eu passei todos os desafios, todas as lutas, mas foi justamente a periferia que me proporcionou toda a experiência. Então eu tenho uma eterna gratidão por tudo que eu aprendi”, diz Kobra.

A exposição tem entrada gratuita e acontece até 8 de setembro, das 9h às 17h, em vários lugares. (Veja a lista completa abaixo).

Com seu estilo próprio de retratos e cores fortes, Kobra ganhou fama internacional fazendo enormes painéis em diversos países. Mas há anos pensava em adaptar suas obras para esta exposição, em escala menor, no local onde começou sua carreira.

Ônibus circular transformado em galeria de arte para a exposição itinerante de Eduardo Kobra por São Paulo. Foto: Marcelo Brandt/G1.Ônibus circular transformado em galeria de arte para a exposição itinerante de Eduardo Kobra por São Paulo. Foto: Marcelo Brandt/G1.

“Nesses 30 anos eu estou podendo voltar para cá agora, trazendo as minhas obras na raiz da minha história. E agora eu já passei por cinco continentes, já pintei em cerca de 40 diferentes países. Mudou um pouco a perspectiva, mas eu tenho o mesmo prazer de estar em lugares nobres como a Times Square ou lugares mais simples. Acho que a beleza da arte pública é estar ao acesso de todas as pessoas”, diz.

O ônibus é do mesmo modelo utilizado nas linhas comuns que circulam na capital. Ele foi cedido por uma empresa e inteiro adaptado. Os bancos foram removidos, recebeu iluminação especial e um projetor que passará um documentário com a história do artista durante a mostra.

O muralista Eduardo Kobra observa sua obra com retrato de Jean-Michel Basquiat — Foto: Marcelo Brandt/G1O muralista Eduardo Kobra observa sua obra com retrato de Jean-Michel Basquiat — Foto: Marcelo Brandt/G1

Para cada muro sempre tenho um original que é uma tela, em menor escala, que é onde eu faço os testes de cor. É justamente o que eu estou mostrando aqui. Cada uma das obras que estão expostas no ônibus contam uma história, que é não só a história dos personagens, mas também do local onde a obra foi colocada”, afirma.

Levar a arte de rua para o espaço da galeria continua, no entanto, sendo um desafio para Kobra. Esta é a terceira exposição em toda sua carreira, mas a primeira realizada no Brasil.

“É um desafio, principalmente porque o ônibus é um espaço muito restrito, então as obras são ainda menores. Acaba dando mais trabalho pintar pequeno do que pintar grande. Às vezes o mesmo tempo que eu levo para pintar um prédio, que leva uns 10 dias, eu acabo levando para pintar uma tela de 1 metro por 1 metro”, afirma.

Serviço

Ônibus circular transformado em galeria de arte para a exposição itinerante de Eduardo Kobra por São Paulo. Foto: Marcelo Brandt/G1.Ônibus circular transformado em galeria de arte para a exposição itinerante de Eduardo Kobra por São Paulo. Foto: Marcelo Brandt/G1.

Exposição “Galeria Circular” com Eduardo Kobra.
Horário: das 9h às 17h.

  • Dia 30 de agosto, sexta-feira.
    Onde: em Diadema, à Praça da Moça, no Centro.
  • Dia 31 de agosto, sábado.
    Onde: Itaquera (Zona Leste), no Parque do Carmo, à av. Afonso de Sampaio e Souza, 951.
  • Dia 1º. de setembro, domingo.
    Onde: Vila Madalena (Zona Oeste), à rua Medeiros de Albuquerque, 270.
  • Dia 2 de setembro, segunda-feira.
    Onde: Vila Guilherme (Zonas Norte), no Parque do Trote, à av. Nadir Dias de Figueiredo, s/n.
  • Dia 3 de setembro, terça-feira.
    Onde: Brasilândia (Zona Norte), na Fábrica de Cultura Brasilândia, à av. General Penha Brasil, 2.508.
  • Dia 4 de setembro, quarta-feira.
    Onde: Heliópolis (Zona Sul), CEU Heliópolis, à Estrada das Lágrimas, 2.385, com apresentação de RAP, em horário ainda indefinido.
  • Dia 5 de setembro, quinta-feira.
    Onde: Cidade Tiradentes (Zona Leste), Creche Nossa Senhora do Divino Pranto, à av. dos Metalúrgicos, 1.899.
  • Dia 6 de setembro, sexta-feira.
    Onde: Jardim Noronha (Zona Sul), no Campo de Futebol, à rua Três Corações, à altura do número 874, no ponto final da linha Jd. Porto Velho.
  • Dia 7 de setembro, sábado.
    Onde: Bom Retiro (Centro), no Projeto Novos Sonhos, à Al. Cleveland, 484, com apresentação da Companhia Infantil e Juvenil Novos Sonhos, com música clássica e percussão, respectivamente, a partir das 13h30.
  • Dia 8 de setembro, domingo.
    Onde: av. Paulista (Paraíso), à Praça Osvaldo Cruz, em frente ao Japan House, esquina com rua 13 de Maio.

***
Por Marina Pinhoni, G1 SP — São Paulo.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio