Encontros - São Paulo São

São Paulo São Encontros

Os desfiles das escolas de samba de São Paulo acontecem nos dias 1º e 2 de março (sexta-feira e sábado), no Sambódromo do Anhembi. Foto: SPTuris.Os desfiles das escolas de samba de São Paulo acontecem nos dias 1º e 2 de março (sexta-feira e sábado), no Sambódromo do Anhembi. Foto: SPTuris.

Qual enredo de cada uma, como o carnavalesco pensou, de onde veio a inspiração. O carnaval de São Paulo também é feito de histórias inesquecíveis. Conheça os enredos segundo a ordem dos desfiles. Os desfiles do Grupo Especial composto por 14 participantes, apresentará seus sambas-enredos na sexta-feira, 1 de março, a partir das 23h15, e no sábado, 2 de março, a partir das 22h30 no Sambódromo do Anhembi.

A Mooca não é mais a mesma desde que começaram a surgir por ali alguns restaurantes e bares descolados, com boa comida e ambiente inspirado nos galpões industriais que contam a história da região. Um dos bairros mais antigos de São Paulo, inaugurado apenas 56 anos depois da chegada dos portugueses, está em plena transformação gastronômica.

A simpática vizinhança com ares de cidade do interior, que tem lugares célebres como a Confeitaria Di Cunto, fundada em 1935, o Bar do Elídio, de 1959, a Pizzaria São Pedro, de 1966, a Cantina do Marinheiro, de 1942, e o Don Carlini, de 1985, abriu espaço para casas hipsters.

Uma esquina escondidinha, no meio do Bosque da Saúde. Ali, uma fábrica surgiu produzindo doces e salgados em massa mil folhas, macarons, eclairs e muito mais no melhor estilo patisserie francês. A fábrica, que fornece para cafés, restaurantes e eventos, acabou abrindo uma lojinha ao lado. Resultado? Sucesso absoluto!

Há uma virtude no gosto da cidade pelo deslocamento: os paulistanos enfrentam qualquer distância para comer bem – e isso é um bom sinal.

Aquele clima agradável, clima acolhedor e ao mesmo tempo descolado, aquele aroma delicioso dos doces e salgados preparados com capricho e sempre frescos, derretendo na boca e um estilo próprio combinando com tudo isso. Assim é a Tartelier, localizada na esquina das Ruas Visconde de Inhaúma e Caciques.

A clientela se espanta, mas ali num endereço improvável e escondido, a lojinha funciona diariamente, das 8h às 20h! Para completar, a agenda da casa tem organizado eventos e em alguns domingos faz parcerias com food trucks dos mais diversos estilos.

O Carnaval de Rua de São Paulo tem se tornado mais popular a cada ano. Em 2019, a cidade receberá a maior quantidade de desfiles da história. Serão 516 blocos, em 556 desfiles, e 300 trajetos entre os dias 23 fevereiro a 10 de março, que compreendem pré-carnaval, o feriado de carnaval e o chamado pós-carnaval. A expectativa é que cinco milhões de pessoas participem da folia.

"Esta será mais uma edição do Carnaval de Rua, que terá as mesmas premissas de sempre. Não será permitida a venda de espaços, nem de abadás que dão o direito a áreas privilegiadas. Ele é descentralizado, com desfiles por todas as regiões da cidade, e ele organizado, com um trabalho feito ao longo de um ano envolvendo as mais diversas secretarias", afirmou o prefeito Bruno Covas.

A antiga Chácara do Piqueri, que deu origem ao parque, foi implantada em 1927 pelo Conde Francisco Matarazzo. Foto: Áreas Verdes das Cidades.A antiga Chácara do Piqueri, que deu origem ao parque, foi implantada em 1927 pelo Conde Francisco Matarazzo. Foto: Áreas Verdes das Cidades.

Em meio à rotina agitada própria da selva de pedra de São Paulo, o paulistano e seus visitantes possuem muitas opções para relaxar com a família junto à natureza.