Encontros - São Paulo São

São Paulo São Encontros


150 baterias vão tocar juntas. Duas das maiores bateristas brasileiras, Lilian Carmona e Vera Figueiredo, vão se apresentar acompanhando a banda Brotheria. Estrelas convidadas, Clemente, Pitty e Supla lembrarão os grandes momentos do Rock Paulista.

Bateras 100% Brasil, evento tradicional que promove o encontro de bateristas, criado há 15 anos pelo músico e professor Dino Verdade, com edições em diversas cidades do país, tem sempre uma “orquestra" deles que se reúne para tocar um repertório preparado para a ocasião.

Para acompanhar o grupo de bateristas que tocará no Vale, o grupo musical Brotheria, liderado por Bozzo Barretti, executa os temas ensaiados conduzido por uma linha de frente com 5 bateristas profissionais. No chão, mais de 150 bateristas dispostos em fileiras, tocam em sincronia com os músicos no palco.

A edição deste dia 24, "Bateras por elas” vai destacar a nova fase da bateria no Brasil e no mundo, desde que as mulheres passaram a assumir as baquetas. Não faz muito tempo despertava curiosidade se deparar com mulheres que escolheram a bateria como sua opção profissional. No palco, as duas grandes damas da bateria brasileira, Lilian Carmona e Vera Figueiredo, serão homenageadas, e juntamente com outras importantes profissionais das baquetas estarão dando as coordenadas para as bateristas que deverão encher as primeiras filas de participantes.

Algumas canções marcantes do Rock brasileiro serão interpretadas por convidados especiais; Clemente interpretará “Envelheço na Cidade” (Ira!), ocasião em que o ex-baterista do grupo autor da canção, Andre Jung, irá acompanhá-lo na bateria; Supla vai cantar Should I Stay or Shuld I Go (The Clash); Pitty é aguardada para cantar Ovelha Negra de Rita Lee.

Serviço
Bateras 100% Brasil no Aniversário de São Paulo (462 Anos).
Data: 24/01/2016.
Horário do Show: 14h.
Duração: 1 hora.
Local: Parque do Anhangabaú - O Palco será montado embaixo do Viaduto do Chá.

O show terá transmissão ao vivo por streaming. Acesse o link no youtube.



***
O São Paulo São apoia a iniciativa.





Para aproveitar o verão paulistano ao ar livre, selecionamos dez bares onde é possível beber e petiscar na calçada, varanda ou cobertura. Confira e bons goles.
 

Alto da Harmonia
O bar de três andares ocupa um antigo sobrado na Vila Madalena. A varanda na entrada é simpática, mas o que vale mesmo a visita em um dia quente de verão é a cobertura ao ar livre, de 180 m², com vista para o bairro. Há até uma luneta que permite espiar a movimentação. Enquanto contempla, peça o chope da casa, produzido pela cervejaria paulista Karavelle. Se quiser curtir o ar fresco com seu bichinho de estimação, ele também é bem-vindo.

R. Harmonia, 271, Sumarezinho, região oeste, tel. 2528-1241. 250 lugares. Ter. a sex.: 17h à 1h. Sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 22h. Preço: R$ 11 (cerveja Karavelle - 600 ml). Valet (R$ 25).

***

Bar do Juarez
As quatro unidades da rede do baiano Juarez Alves têm mesas na calçada, para petiscar ao ar fresco e tomar cerveja bem à vontade. A fórmula de sucesso replica azulejos azuis nas paredes, balcões de acepipes e chope Brahma. Servido na caldeireta, casa com a famosa porção de picanha, que chega crua à mesa para o cliente grelhar no réchaud.

Av. Jurema, 324/332, Indianópolis, região sul, tel. 5052-4449. 320 lugares. Seg. a sex.: 17h à 1h. Sáb. e dom.: 12h à 1h. Preço: R$ 7,30 (chope Brahma Claro - 300 ml). Valet (R$ 25). E outros endereços.

***

BrewDog
O clima é despojado. São cerca de 20 torneiras de chope e mais de 200 rótulos de cerveja. Dá para degustá-las dentro ou nas mesinhas na varanda, em frente ao Instituto Tomie Ohtake. É na varanda, também, que ocorre o Bar Beer Cue: churrasco, cerveja e música ao vivo. Geralmente no penúltimo sábado do mês.

R. dos Coropés, 41, Pinheiros, região oeste, tel. 3032-4007. 120 lugares. Seg. a qua.: 18h às 24h. Qui.: 18h à 1h. Sex.: 18h às 2h. Sáb.: 14h às 2h. Dom.: 15h às 23h. Preço: R$ 24 (chope Punk IPA - 284 ml).

***

Casa do Espeto
O quintal ao ar livre é espaçoso e rodeado por árvores —boa pedida para a proposta do bar, já que a área arejada impede que os clientes fiquem "defumados". Oferece mais de 40 tipos de espetos, incluindo vegetarianos, doces e espetos frios. Para se refrescar, a dica é tomar uma caipirinha —há as de sabores tradicionais e outras mais elaboradas, como a de limão
rosa com tangerina e pimenta.

R. Cotoxó, 582, Perdizes, região oeste, tel. 3670-5150. 1.100 lugares. Ter. a sex.: 18h à 1h. Sáb. e dom.: 12h à 1h. Ingr.: R$ 5. Preço: R$ 14,90 (cerveja Original - 600 ml). Valet (R$ 25). Reserva p/ [email protected] Música ao vivo (ter. a sex., a partir das 20h; sáb., 13h às 17h e a partir das 20h; dom., a partir das 13h).

***

Cervejaria Ô Fiô
A casa, que conta com cerca de 250 rótulos de cervejas artesanais e importadas, tem jardim repleto de plantas, mesinhas e um deque, sempre lotado, que é boa pedida para o verão. Ombrelones protegem os clientes nos dias mais quentes. Para acompanhar a bebedeira, há sanduíches e porções como o Filé dô Fiô —filé-mignon em cubos, grelhado, e servido com molho à escolha do cliente.

R. Lício Marcondes do Amaral, 51, Vila Progredior, região oeste, tel. 3721-6636. 130 lugares. Ter. a qui.: 18h à 1h. Sex.: 17h à 1h. Sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 22h. Couv. art.: R$ 12. Preço: R$ 8,50 (chope Brahma - 300 ml). Valet (R$ 15). Reserva p/ 3721-3688. Música ao vivo (qui. e sex., 19h às 22h; sáb., 14h às 18h e 19h às 22h).

***

Cervejaria Patriarca
Na esquina das ruas Mourato Coelho e Aspicuelta, no coração da Vila Madalena, fica a casa que tem salão amplo e mesas dispostas ao longo da varanda. A costela bovina feita no bafo é a vedete do cardápio. Para amenizar o calor, às quintas, chope e caipirinha são em dobro.

R. Mourato Coelho, 1.059, Pinheiros, região oeste, tel. 3816-2280. 180 lugares. Ter. a sex.: 17h à 1h. Sáb.: 14h às 2h. Dom.: 12h às 24h. Preço: R$ 13,40 (cerveja Original - 600 ml). E outro endereço.

***

Empório Alto dos Pinheiros
Algumas mesas na calçada e outras na varanda, no primeiro andar, garantem a brisa para quem quer degustar um dos mais de 600 rótulos de cerveja disponíveis no bar —suas prateleiras e geladeiras são estufadas de garrafas. O balcão, com 28 torneiras de chope, oferece opções como a belga Delirium Tremens.

R. Vupabussu, 305, Pinheiros, região oeste, tel. 3031-4328. 94 lugares. Seg. a qua. e dom.: 12h às 24h. Qui. a sáb.: 12h à 1h. Preço: R$ 24 (cerveja Biritis - 600 ml).

***

Jordão Bar
Possui mesas abrigadas em guarda-sóis ao longo da calçada. A arquitetura, que lembra um estilo mais europeu, é chamativa para casais. O bar investe nos petiscos elaborados, como a tábua de presunto ibérico Pata Negra e o ceviche de salmão.

R. Apucarana, 1.452, Tatuapé, região leste, tel. 2671-0670. 300 lugares. Seg. e ter.: 17h às 23h. Qua. e qui.: 17h às 24h. Sex.: 16h à 1h. Sáb.: 12h à 1h. Dom.: 12h às 23h. Preço: R$ 14,50 (chope Brahma - 490 ml). Valet (R$ 25).

***

Pé de Manga
Com um enorme quintal, onde há três mangueiras centenárias, muito verde e um lago artificial, o local é perfeito para as noites mais quentes. O menu também remete à temática tropical, com miniacarajés e casquinha de siri, além do chope Brahma e de caipirinhas de frutas da estação. Recentemente, a casa lançou sua nova carta de cervejas artesanais, com nove rótulos.

R. Arapiraca, 152, Vila Madalena, região oeste, tel. 3032-6068. 250 lugares. Seg. a sex.: 12h às 15h e 18h à 1h. Sáb. e dom.: 12h à 1h. Preço: R$ 9 (cerveja Bohemia - 355 ml). Valet (R$ 25). Reserva (seg. a sex., 10h às 19h).

***

Sarau
Inaugurado em dezembro, a casa, que tem entre os sócios o dramaturgo Wolf Maya, foi erguida do zero em uma esquina da avenida Brigadeiro Luís Antônio, próxima ao parque Ibirapuera. Dos três ambientes, sobressai a área ao ar livre, na cobertura: tem sofás, balcão de bebidas e vista para o hotel Unique, projetado por Ruy Ohtake. A coquetelaria conta com opções harmonizadas por Laércio Zulu.

Av. Brig. Luís Antônio, 4.674, Jardim Paulista, tel. 3062-9534. 240 pessoas. Ter. a qui.: 18h às 2h30. Sex.: 18h às 3h. Sáb.: 12h às 3h. Dom.: 12h à 1h. Preço: R$ 14,90 (cerveja Corona - 335 ml). Valet (R$ 25).

***

Mariana Agunzi no Guia da Folha.

 

 


Em comemoração aos 462 anos da cidade a São Paulo Transporte (SPTrans), promoverá a 11ª edição do Passeio Turístico de Trólebus. O passeio é gratuito e acontece nesta segunda-feira, dia 25 de janeiro de 2016, das 9h às 15h, com saída do Pateo do Collegio, localizado no Centro. 

O evento, que já se tornou tradição, permite a população conhecer a cidade, usando o transporte público em um trajeto que contempla alguns dos cartões postais da metrópole, como charmosas e tradicionais ruas, além de edifícios que guardam pedacinhos da nossa história. 

O programa conta com guias de turismo, especializados da SPTuris, que ao longo do percurso vão dentro dos ônibus chamando a atenção dos passageiros para curiosidade da história da cidade. 

Os trólebus partirão a cada 4 minutos do Pateo do Collegio, somente com passageiros sentados. Como atração especial, os Trovadores Urbanos vão cantar MPB e choro.

Trovadores Urbanos. Foto: Marco Aurélio Olimpio / Divulgação.

O Passeio Turístico de Trólebus é promovido pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT), São Paulo Transporte (SPTrans), Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e São Paulo Turismo (SPTuris), com apoio da Ambiental Transportes Urbanos, Viação Gato Preto, SPUrbanuss, Páteo do Colégio, Polícia Militar, Subprefeitura da Sé, e secretarias municipais de Coordenação das Subprefeituras, de Cultura e de Governo Municipal.

Serviço

11ª edição do Passeio Turístico de Trólebus.
Dia: 25 de janeiro de 2016.
Horário: das 09h às 15h (Duração do passeio: 40 minutos).
Saída: Pateo do Collegio.
Itinerário: Pateo do Collegio, Mosteiro do São Bento, Edifício Martinelli, Edifício Altino Arantes, Viaduto do Chá, Theatro Municipal, Praça da República, Edifício Itália, Biblioteca Mário de Andrade, Largo São Francisco e Catedral da Sé.
Grátis.

***
Com informações SPTrans e SPTuris (Tainá Costa)



Um espaço sofisticado, e que segue os moldes dos grandes cineclubes paulistanos do século passado, será aberto no dia 30 de janeiro (sábado), a partir das 15h, como parte das celebrações pelo aniversário da cidade de São Paulo. A Casa Guilherme de Almeida vai inaugurar no espaço Anexo, a Sala Cinematographos, que contará com uma programação diversificada de filmes semanalmente. O espaço terá em torno de 80 m² e capacidade para 40 pessoas. A entrada é gratuita.
 

Fachada da Casa Guilherme de Almeida. Arquivo: São Paulo Antiga. 
 
 

O espaço é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela organização Poiesis. Especialmente para a abertura, às 15h30, será exibido o filme São Paulo, Sinfonia da Metrópole (1929), de Rudolf Lustig e Adalberto Kemeny, com trilha sonora ao vivo por Lívio Tragtenberg. 

“Cinematographos” é o nome original da coluna que Guilherme de Almeida escrevia diariamente no jornal O Estado de S. Paulo entre os anos 1920 e 1940, pioneira da crítica cinematográfica no Brasil.

O crítico, poeta e tradutor Guilherme de Almeida (1890-1969). Acervo Casa da Colina.

A Casa Guilherme de Almeida firmou uma parceria com a Versátil Home Video, principal distribuidora de DVDs do País, para realizar mensalmente a “Sessão Versátil” na Sala Cinematographos.

Programa de Inauguração:

15h
Solenidade de abertura da Sala Cinematographos, com a presença do Secretário de Cultura do Estado de São Paulo, Marcelo Mattos Araujo, e da Coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico, Renata Motta.

15h30
Exibição do filme São Paulo, Sinfonia da Metrópole, de Rudolf Lustig e Adalberto Kemeny, com trilha sonora ao vivo por Livio Tragtenberg.
O documentário – considerado um marco na história do cinema brasileiro – será tema de palestra ministrada por Donny Correia, coordenador do Projeto Cinematographos, que incluirá leitura da crítica sobre o filme, publicada por Guilherme de Almeida.

17h
Palestra 'A fotografia e as transformações urbanas na capital paulista', por Luciana Fátima, sobre como as inúmeras transformações pelas quais a cidade de São Paulo passou ao longo de sua história e os registros fotográficos de tal evolução, permitem analisar o impacto no ambiente imaginário de alguns fotógrafos em diferentes momentos históricos.

17h40
Exibição do filme 'São Paulo, Sinfonia e Cacofonia', de Jean-Claude Bernardet, com a presença de seu diretor e da montadora Maria Dora Mourão.

19h
Encerramento.

Serviço
Sala Cinematographos – Casa Guilherme de Almeida Anexo.
Rua Cardoso de Almeida, 1.943, tel. (11) 3673-1883.

***
Com informações Turismo ETC e Casa Guilherme de Almeida.


A Prefeitura promove, através da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer, a  Pedalada de Aniversário de São Paulo no próximo dia 24, com qualquer condição climática e início às 7h30. A largada será na Avenida Paulista em frente ao MASP, passando por diversas vias de São Paulo com chegada no Vale do Anhangabaú. 
 
Poderão participar da Pedalada, os inscritos e aqueles que durante o trajeto queiram aderir e seguir o pelotão.  A retirada do  kit  de participação, somente será autorizada mediante a apresentação do Documento de identificação (original com foto) do participante e do respectivo recibo de inscrição (não serão aceitos fotocópias).
 
Percurso do Evento

Concentração na Avenida Paulista em frente ao MASP às 6h30.
Largada às 7h30.
Chegada no Vale do Anhangabaú.
Previsão de Chegada às 11h.
Público estimado de 12.000 pessoas.
Total do Trajeto: 15,8 km.

Trajeto - sentido:
 
Largada - Av. Paulista em frente ao MASP (Paraíso/Consolação)
Avenida Paulista (Paraíso/Consolação)
Túnel Dr. Antônio Brás da Costa Bueno - Complexo Viário (Paulista/Dr. Arnaldo)
Avenida Doutor Arnaldo (Centro/Bairro)
Rua Cardoso de Almeida (único)
Rua Tácito de Almeida (único)
Rua Olavo Freire (Centro/Bairro)
Praça Marcia Aliberti Mammana
Avenida Sumaré (Pinheiros/Marginal)
Praça Marrey Junior
Avenida Antártica (Centro/Bairro)
Praça Tomás Morus
Rua Pedro Machado
Avenida Auro Soares de Moura Andrade (Lapa/Pacaembu)
Avenida Pacaembu (Estádio/Marginal)
Viaduto Pacaembu (Estádio/Marginal)
Avenida Pacaembu (Estádio/Marginal)
Avenida Doutor Abraão Ribeiro (Estádio/Marginal)
Rua Baronesa de Porto Carreiro (único)
Avenida Rudge (Centro/Bairro)
Ponte da Casa Verde (Centro/Bairro)
Avenida Braz Leme (Marginal/Santana)
Rua Doutor Melo Nogueira (único)
Rua Brazelisa Alves de Carvalho (único)
Avenida Olavo Fontoura (Casa Verde/Santana)
Praça Campo de Bagatelle
Avenida Santos Dumont (Santana/Aeroporto)
Ponte das Bandeiras (Bairro/Centro)
Avenida Santos Dumont (Santana/Aeroporto)
Avenida Tiradentes (Santana/Aeroporto   Pista da Direita)
Rua Brigadeiro Tobias (único)
Avenida Senador Queirós (único   Pista da Esquerda)
Praça Alfredo Issa
Avenida Cásper Líbero (Bairro/Centro)
Rua do Seminário (único)
Acesso ao Vale do Anhangabaú - Chegada! 

Inscreva-se e participe aqui! 

***
Fonte: Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação.



Mais uma edição do Feira Plana acontece no MIS (Museu da Imagem e Som). O evento, que acontece nos dias 15, 16 e 17 de janeiro, reúne editores independentes, artistas que fazem livros, zineiros, quadrinistas e guerrilheiros de todo o Brasil, selecionados pela idealizadora e curadora Bia Bittencourt.

Com o tema "Preto e Branco", esta edição traz 140 expositores e uma gama maior de atividades: serão 15 mesas e palestras incluindo uma mesa com o suíço Miklós Klaus Rózsa e seus editores alemães da Spector Books, Christof Nüssli e Christoph Oeschger. Outro destaque é a exibição do filme Branco Sai Preto Fica. Já no domingo, Peter Pál Pelbart fará uma palestra sobre subjetividade.

Na área externa do museu, ainda acontece a programação Banca pirata, uma seleção de publicações dos editores participantes xerocadas e grampeadas à venda por R$ 5,00 cada. Além do evento principal, no MIS, está funcionando a primeira Residência Plana, uma parceria com a Cosac Naify e a gráfica Ipsis para oferecer aos autores selecionados a oportunidade de uma experiência múltipla na área editorial e para que possam receber orientação, condições para produzir, financiar e lançar sua obra.

Os selecionados lançarão seus trabalhos durante a Feira Plana 2016. A abertura será na sexta-feira (15).

Acesse a programação completa.

Serviço

Feira Plana no MIS (Museu de Imagem e Som).  
15, 16 e 17 de janeiro de 2016.
Horários: dia 15 das 18h às 22h; dias 16 e 17 a partir das 12h.
Local Auditório MIS (172 lugares), Auditório LABMIS (66 lugares), área externa, foyer do Auditório MIS e Sala de interfaces.
Ingresso gratuito (algumas oficinas e palestras precisam de inscrição prévia, checar a programação no site).
Classificação livre.


Museu da Imagem e do Som - MIS.
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777. 
Acesso e elevador para cadeirantes
www.mis-sp.org.br 


Fonte: Portal do Governo Estado.