Passagem da Tocha Olímpica por São Paulo: descontração e espírito de união entre os atletas - São Paulo São

Em uma ensolarada tarde de inverno em São Paulo, a nadadora Ana Marcela Cunha, uma das favoritas ao pódium na maratona aquática dos Jogos Olímpicos Rio 2016, conduziu a tocha olímpica pela avenida Brasil, no último domingo (24/7).

Carlinhos Brown e Daniel e a Tocha Olímpica. Foto: Ivan Carneiro / Nissan / Divulgação.Carlinhos Brown e Daniel e a Tocha Olímpica. Foto: Ivan Carneiro / Nissan / Divulgação.No palco montado na concessionária da marca Nissan, patrocinadora do revezamento da Tocha, a atleta recebeu o fogo olímpico das mãos do cantor Daniel e foi acompanhada pela animada percussão do grupo Patubatê e do músico Carlinhos Brown.

“É uma grande satisfação conduzir a tocha pela segunda vez, como eu fiz em 2007 em Porto Seguro, nos Jogos Panamericanos, e em São Paulo, que me acolheu tão bem durante a minha preparação para os jogos olímpicos”, disse a atleta. 

O cantor Daniel e a nadadora Ana Marcela. Foto: Ivan Carneiro / Nissan / Divulgação.O cantor Daniel e a nadadora Ana Marcela. Foto: Ivan Carneiro / Nissan / Divulgação.

Assim como Ana Marcela, estiveram no evento os atletas olímpico e paraolímpico Ygor Coelho e Caio Ribeiro, que representarão o Brasil, respectivamente, no badminton e na canoagem. Acompanhados por amigos e familiares, os atletas esbanjavam alegria e leveza mesmo antes da mais importante competição. “O apoio da Nissan foi fundamental para a minha locomoção e inteligência para os treinos”, afirmou Ribeiro. No último ano, o atleta passou por um período de adaptação ao saber que a canoa, embarcação na qual ele já era campeão mundial, não participaria da paralímpiada. Ele então passou a competir com caiaque, obtendo a 4ª colocação no Campeonato Mundial de Paracanoagem realizado em maio, na Alemanha e a classificação para a Rio 2016. 

Caio, Ana Marcela, François, Ygor Coelho e Gwenaelle Maitre. Foto: Ivan Carneiro.Caio, Ana Marcela, François, Ygor Coelho e Gwenaelle Maitre. Foto: Ivan Carneiro.

Para Gwenaelle Maitre, coordenadora do Time Nissan, este o clima de harmonia é resultado de um programa de mentoria iniciado pela marca em 2012 com 31 atletas, com foco na classificação e desempenho nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. “A iniciativa contemplou a realização de workshops voltados ao preparo físico e psicológico dos atletas, a fim de auxiliá-los na maneira de se expressar, nos cuidados com a alimentação, entre outros aspectos. Além de classificar 24 atletas, conseguimos criar um espírito de família”, comemora a executiva.

“Têm sido uma honra participar desse evento. Desde que a tocha chegou ao Brasil, tenho visto que a energia, a emoção e a vibração do público com os Jogos Olímpicos vêm crescendo”, avalia François Dossa, presidente da Nissan do Brasil, que também será um dos condutores da tocha no Rio de Janeiro. “O tipo de emoção, é indescritível na trajetória da Taça pelo país e que acompanho de perto. O povo brasileiro é único. Ele celebra, se alegra e aplaude com grande carinho e alegria.“ completa o presidente com entusiasmo.

François Dossa, presidente da Nissan Brasil. Foto: Mauricio Machado / SPS.François Dossa, presidente da Nissan Brasil. Foto: Mauricio Machado / SPS.Dossa, em entrevista exclusiva ao São Paulo São, destacou também o trabalho de preparação dos atletas realizado pela Nissan nos últimos quatro anos. “A Nissan tem um maneira diferente de trabalhar. Nós investimos na preparação dos atletas, através de workshops, para prepará-los mentalmente para os jogos. Também temos o exemplo do Ygor Coelho, que surgiu de um projeto social que apoiamos no Rio de Janeiro e o Brasil terá pela primeira vez um representante no badminton”, afirmou. 


Segundo o coordenador de ações de celebração da Nissan, Gastão Neder, a campanha inclui a cessão de 40 carros para o comboio do revezamento (além do Kicks, a picape Frontier e os sedãs Sentra e Versa) nas 327 cidades participantes e exposição do novo modelo ao lado dos palcos das festas de encerramento da passagem da tocha, chamadas “City Celebration”, que em São Paulo foi realizada no Sambódromo do Anhembi. “As celebrações podem receber até 100 mil pessoas e são uma grande oportunidade para o público interagir com os veículos”, avaliou Neder. 

São Paulo foi a 277ª cidade a receber as tochas olímpica e paralímpica e a última capital antes da chegada da tocha no Rio de Janeiro, sede da Olímpiada 2016. A Nissan é uma das patrocinadoras do revezamento, junto com a Coca Cola e o Bradesco. A campanha #QuemSeAtreve que dá suporte às ações da marca foi criada pela Agência LewLara / TBWA.

***

Por Cynara Escobar, da redação.
 
 
 patrocinadora oficial do Revezamento da Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos Rio 2016. #QuemSeAtreve

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio