Galerias de arte descoladas que você precisa conhecer em São Paulo - São Paulo São

As opções e os perfis de cada galeria de arte são tantos e tão variados que fica difícil selecionar as que valem o destaque. Cada qual com sua especialidade, as galerias de arte nos brindam com novos talentos e olhares. Além de exposições, muitos dos espaços renovam constantemente sua programação e ainda oferecem workshops, oficinas e encontros.


O blog Passeios Baratos em SP, nosso parceiro de conteúdo, fez uma listagem pensada na tentativa de incluir galerias novas e outras já mais tradicionais – apesar de todas terem surgido a partir de 2002 -, e também procurando apontar aquelas que se destacam em certas áreas específicas, como fotografia ou arte urbana.

De qualquer forma, a ideia é apresentar boas opções de lugares que, entre outros tantos, fazem valer o passeio.

Galeria Vermelho

O acesso é discreto, apenas uma passagem ali perto da av. Paulista com a rua da Consolação, mas é só chegar na praça central da galeria que já se nota o seu diferencial. Aberta em 2002, é formada por três casas de uma antiga vila, além de um anexo integrado em 2007, e busca fugir da formalidade das galerias tradicionais incentivando o diálogo entre artistas novos e os já estabelecidos, e também entre os seus espaços. 

Site Galeria Vermelho
Rua Minas Gerais, 350. Tel.: (11) 3138 1520.
Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 17h.
Entrada franca. 

Ponder70

Além de estar em uma das travessas adoráveis do Paraíso,  o que torna a Ponder70 especial é o seu conceito de integração entre o espaço e as obras de arte. Quase tudo o que se encontra exposto, decorando a casa, está à venda, e também é possível acompanhar o trabalho dos artistas residentes e contar com alguns serviços de arte listados no site.

Site Ponder70 
Tv. Ponder, 70.
Whatsapp: (11) 98123 6798.
Visitas com agendamento pelo site ou email: [email protected].
Metrô: Estação Paraíso – Linhas 1 (Azul) e 2 (Verde).
Ônibus: 475R-10: Jd. São Saverio – Term. Pq. D.Pedro II; 5106-10: Jardim Selma – Lgo. São Francisco (circular).

Galeria Virgilio / b_arco

Focada em artistas jovens e contemporâneos, sobretudo os que surgiram a partir dos anos 1980, a Galeria Virgílio procura fornecer o suporte necessário para promover e consolidar os seus trabalhos desde que foi inaugurada, em 2002. Compartilha o seu espaço com o centro cultural b_arco, que oferece uma programação de cursos, debates, performances e exposições, por exemplo, com o objetivo de levantar questões culturais e sociais a partir do que é produzido por ali. Localizados no fim de uma via com acesso à rua Teodoro Sampaio por uma escadaria, suas atividades se complementam, e também promovem um movimento bem animado no espaço público em dias de eventos.

Site Galeria Virgilio / b_arco 
Rua Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, 426.
Tels.: (11) 2373 2999 (Galeria Virgílio) / (11) 3081 6986 (b-arco).
Segunda a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 17h (Galeria Virgilio).
Entrada franca. 

Pivô

Como se não bastasse estar localizado no edifício Copan, um dos ícones de São Paulo, faz um bom uso do (enorme) espaço que ocupa, antes fechado por quase vinte anos. Sua programação experimental de exposições, workshops, palestras e atividades educativas busca promover reflexões críticas e estéticas sobre questões contemporâneas, também ajudando, desde 2012, a consolidar essa nova efervescência urbana no centro da cidade. 

Site Pivô
Av. Ipiranga, 200 – loja 54.
Tel.: (11) 3255 8703.
Terça a sexta, das 13h às 20h; sábado, das 13h às 19h.
Entrada franca. 

Estúdio Lâmina + Phosphorus

Autodenominado “estúdio criativo, casa-galeria, coletivo e residência artística”, o Lâmina ocupa desde 2011 o quarto andar de um edifício dos anos 1940, focado na cultura independente e na arte contemporânea. Através do intercâmbio entre diversas formas de expressão, das artes visuais à dança e poesia, procura divulgar o trabalho de novos artistas e promover debates e pesquisas em torno de questões culturais e sobre a cidade de São Paulo.

Com um perfil muito parecido, o Phosphorus também nasceu em 2011 e ocupa uma antiga casa no centro da cidade, mas essa de 1890, pertinho do Pátio do Colégio. O lugar se autodefine como um ambiente de convivência que aposta na experimentação artística através de projetos colaborativos e ateliês temporários, e conta também com um escritório de economia criativa. São bons exemplos de iniciativas independentes que buscam uma nova relação com o centro da cidade.  

Site Estúdio Lâmina
Av. São João, 108.
Tel.: (11) 3228 6815.
Quarta a sábado, das 14h às 18h.
Entrada franca.
Metrô: Estação São Bento – Linha 1 (Azul).

Site Phosphorus
Rua Roberto Simonsen, 108.
Tel.: (11) 3063 5766.
Segunda a sexta, das 11h às 19h.
Entrada franca. 

Galeria TATO

Suas obras refletem a cultura visual urbana que a galeria procura trazer para o seu espaço, acompanhando a realidade do cotidiano nas grandes metrópoles e como ele é influenciado por essas imagens, sobretudo gráficas. Contando com artistas novos ou já mais consolidados, de diferentes linguagens, procura questionar os limites entre a arte expositiva e a da vida real, também pela conexão que promove entre o seu espaço e a rua em frente, desde 2010. 

Site Galeria TATO
Rua Fradique Coutinho, 1399.
Tel.: (11) 2389 1399.
Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 18h.
Entrada franca.  

A7MA

A galeria A7MA (“a sétima”) é voltada exclusivamente para a arte de rua e as vertentes influenciadas por ela. Os trabalhos, por serem coletivos em sua maior parte, são um bom reflexo da própria galeria, que é o resultado da união entre dois grupos de artistas: o Fullhouse e o Coletivo 132. Desde 2012, vem se dedicando à busca pela aceitação e visibilidade da arte urbana, e já conta com mais de 30 exposições realizadas. 

Site A7MA
Rua Harmonia, 95B.
Tel.: (11) 2361 7876.
Segunda a sábado, das 11h às 20h.
Entrada franca. 

DOC Galeria 

A DOC Foto é um escritório para criação e produção de projetos ligados a fotografia e galeria especializada em imagem. A proposta é abrir o espaço para o fotojornalismo e os trabalhos documentais, imagens pensadas para contar histórias. A fotografia contemporânea também tem o seu lugar na DOC Galeria. O objetivo é inserir novos e experientes profissionais no mercado das artes. Compartilham estas experiências com conversas, cursos e workshops.A DOC Galeria produz a Mostra São Paulo de Fotografia, evento anual de ocupação do bairro da Vila Madalena, com cerca de 30 exposições simultâneas, mostrando os vários aspectos da cidade de São Paulo. 

Rua Aspicuelta, 145 - Alto de Pinheiros, São Paulo - SP.
Telefone: (11) 2592-7922.
Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados e feriados, das 11h às 17h.
Entrada franca. 
 

Leica Gallery

A Leica Gallery brasileira é a primeira da América Latina. Sediado num edifício histórico de 1930, onde morou o artista Di Cavalcanti, o espaço é um verdadeiro colírio para os olhos em cada um de seus cantos. A galeria fica no meio do bairro Higienópolis. O prédio, em processo de tombamento como patrimônio histórico, mantém suas devidas características ao mesmo tempo que nos projeta para algo totalmente novo em seu interior.O espaço é dividido com algumas startups relacionadas à tecnologia, mas dois pisos abrigam a Leica Gallery. No primeiro são feitas as exposições, enquanto no segundo estão dispostos numa vitrine alguns modelos icônicos da marca, que não são vendidos.

Tel.: (11) 3512-3909
Terça a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 16h.
Entrada franca.

Baró (galpão)

Desde 2010 na Rua Barra Funda, também funciona em um endereço no bairro dos Jardins, mas o seu galpão é tão impressionante que mereceu o destaque. Espaço não falta para as exibições que promove – sobretudo de artistas das décadas de 1970 e 1980 -, e também oferece um programa de residência para novos talentos. Por ser muito presente no mercado internacional, é referência em mostras exclusivas e inéditas.  

Site Baró
Galpão: Rua Barra Funda, 216.
Tel.: (11) 3666 6489.
Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado*, das 11h às 16h (*quando não houver exposição, visitas somente com agendamento).
Entrada franca. 

Casa Triângulo

O espaço mais novo da lista – apesar da galeria ter sido fundada em 1988 – foi aberto em março de 2016, apostando em uma sintonia bem interessante com o seu entorno urbano. Através de uma arquitetura leve e bastante atual, se firma com um dos principais endereços da arte contemporânea no país, investindo em uma arte de linguagem experimental que combina muito bem com a sua nova sede.  

Site Casa Triângulo
Rua Estados Unidos, 1324. Tel.: (11) 3167 5621.
Terça a sábado, das 11h às 19h.
Entrada franca. 

***
Por Patrícia Ribeiro. Parceira de conteúdo do São Paulo São com o blog Passeios Baratos SP




APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio