‘Circuito Artístico de Parklets‘ traz 8 parklets temáticos com novas propostas de uso - São Paulo São

A cidade de São Paulo recebe, a partir do dia 17 de dezembro, um projeto que deve dar novas caras, funções e formatos aos parklets que ocupam espaços públicos da metrópole. Localizado no Parque Burle Marx, na zona Sul da cidade, o Circuito Artístico de Parklets traz 8 parklets temáticos, pensados com novas propostas de uso, criados por 5 artistas e coletivos de arte brasileiros.

Para a inauguração, entre 10h e 16h, serão realizadas uma série de atividades como contação de histórias para crianças, shows e aulas de meditação e treino funcional.

Parte do projeto Parklets Art Lab – um laboratório de criação de parklets temáticos – o Circuito Artístico vai trazer o resultado desta experiência: versões especiais de espaços de ocupação urbana, como os parklets redário, academia, meditação, musical e playground, entre outros. Cada um foi desenhado por nomes como Bijari, Binho Ribeiro, Matias Picón, Douglas Okura e SHN/Coletivo Rua, utilizando principalmente materiais de origem sustentável, recicláveis, reaproveitados, de demolição, etc.

Os parklets ficarão à disposição do público a partir de 17 de dezembro, e até fevereiro receberão atrações especiais e gratuitas como shows, aulas de meditação e apresentações infantis, junto à programação do Parque Burle Marx.

Cidade para as pessoas

Também conhecido como mini-praça, o conceito de parklet surgiu em São Francisco (Califórnia/EUA), na forma de uma estrutura instalada na rua como extensão da calçada, ocupando a vaga de um carro, num movimento de retomada do espaço público que propõe uma cidade que priorize as pessoas, e não os veículos. Regulamentados em 2014 pela prefeitura de São Paulo, hoje se espalham por 126 pontos da cidade.

“Os parklets chegaram ao Brasil ampliando áreas destinadas à convivência das pessoas, permitindo que o público ocupasse o espaço urbano”, lembra Thais Rensi, criadora do Parklets Art Lab. “Mas em São Paulo parte deles acabou sendo usado como extensão de bares e restaurantes, com espaços para sentar e mesinhas de apoio. Por isso nossa ideia foi criar um laboratório de parklets, ampliando as possibilidades de usos e convívios, priorizando a utilização de material sustentável”, conta.

Para aumentar o alcance do projeto, o Parklets Art Lab vai disponibilizar ainda um material gráfico e digital com o passo-a-passo da construção de cada estrutura, de modo que as pessoas possam replicá-las, livremente. “Qualquer pessoa pode pleitear a instalação de um parklet em sua vizinhança, basta seguir a regulamentação da prefeitura”, explica Thais. “A ideia é que esses espaços de convivência possam se espalhar ainda mais pela cidade, em formatos que incorporem as necessidades de cada região, reforçando o conceito de cidade para as pessoas”, detalha Rensi.

Parklet foodpark da SHN, logo na entrada do Parque. Foto: Parklets Art Lab / Divulgação.Parklet foodpark da SHN, logo na entrada do Parque. Foto: Parklets Art Lab / Divulgação.

Confira cada um dos parklet do circuito:

Redário - Equipado com rede que permite um descanso extra a qualquer hora do dia, de Matias Picón.
Academia - Equipamento para exercícios de alongamento com barras, de Bijari.
Meditação - Espaço para meditação inspirado na filosofia Zen, de Douglas OkuraPalco - Palco que permite apresentações artísticas e musicais, de Binho 
Ribeiro Parquinho - Pula-pula de pneus reciclados para a criançada, de Douglas Okura
Food Park -  Apoio para aproveitar as refeições de food trucks, de SHN.
Parklet solário - Estrutura para um banho de sol no parque, de Bijari.
Coco - Apoio para descanso no parque e hidratação na área do coco, do Instituto Leo.

A programação de lançamento, acontece neste sábado, 17 de dezembro, das 10h às 16h.

Das 10h às 10h40 - Canto e Encanto / Parklet Parquinho.
Das 11h às 12h - Treino Gaia / Parklet Academia.
Das 13h às 14h - Acoustic Park / Parklet Palco.
Das 15h às 16h - Aula de meditação / Parklet Meditação.

Serviço

Circuito Artístico de Parklets.
Local: Parque Burle Marx.
Endereço: Avenida Dona Helena Pereira de Moraes, 200 - Parque do Morumbi, São Paulo - SP, 05707-000.
Temporada: de 17 de dezembro de 2016 até fevereiro de 2017.
Horário de funcionamento do parque: segunda-feira a domingo, das 7h às 19h.
Entrada gratuita.
Mais informações: (11) 3746-7631

***
Fonte: Guia SP 24 Horas.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio