DJs, MCs e músicos de todo o Brasil participam de ocupação criativa no Centro de São Paulo - São Paulo São

Rimas, versos, beats e poesias de diversos cantos do Brasil vão se misturar no centro de São Paulo durante o Red Bull Music Pulso, ocupação musical que retorna ao prédio do Red Bull Station, entre os dias 2 e 28 de abril de 2019.

Nesta quarta edição, 25 artistas independentes irão discutir o futuro do rap e seu encontro com outros estilos. O público poderá ver o resultado dessas experimentações por meio de palestras, workshops e shows gratuitos.

Durante as quatro semanas de Red Bull Music Pulso, os artistas trabalharão em conjunto, divididos em cinco coletivos, para criar novos sons. Eles estarão espalhados pelos ateliês do edifício e gravarão diariamente no Red Bull Music Studio, também no local. Um dos objetivos é, a partir da troca de ideias e da sinergia, mostrar a diversidade da cena independente de rap em âmbito nacional e apontar os caminhos futuros do gênero. Entre os participantes, há nomes já estabelecidos na cena underground, como os lendários DJ Kri e Jhonny MC, bem como artistas que estão despontando no mercado, a exemplo das cantoras Tatiana Bispo e Alt Niss (do grupo Rimas & Melodias) e da Negrita MC, pernambucana que vem Sertão para mostrar suas rimas.

Batuques, vozes, synths e riffs de diversos cantos do Brasil vão se misturar no centro de São Paulo durante o Red Bull Music Pulso. Foto: Divulgação.Batuques, vozes, synths e riffs de diversos cantos do Brasil vão se misturar no centro de São Paulo durante o Red Bull Music Pulso. Foto: Divulgação.

Todos os artistas foram selecionados por cinco curadores: Akin Deckard (fundador do coletivo Metanol e produtor conhecido da noite underground paulistana), Mayra Maldjian (DJ do coletivo feminino Rimas & Melodias), Nyack (DJ paulistano de rap e R&B que trabalha com nomes como Emicida), Jéssica Caitano (rapper e repentista de Pernambuco, líder do grupo Radiola Serra Alta) e Rappin Hood (uma das grandes autoridades quando o assunto é rap no Brasil).

Além de impulsionar a cena independente identificando oportunidades e desafios, o evento abrigará painéis abertos ao público que colocarão em pauta temas atuais relacionados ao mercado. Músicos e especialistas discutirão o futuro do rap, bem como o papel dos DJs na cena hip-hop, por exemplo.

Músicos e especialistas discutirão o futuro do rap, bem como o papel dos DJs na cena hip-hop, por exemplo. Foto: Divulgação.Músicos e especialistas discutirão o futuro do rap, bem como o papel dos DJs na cena hip-hop, por exemplo. Foto: Divulgação.

Os workshops, por sua vez, proporcionarão uma experiência imersiva para quem quer ir mais longe, aliando tecnologia e música. Durante todo o mês de abril, o Red Bull Basement abre seu makerspace dentro do Red Bull Station para aulas e oficinas que ensinarão a arte dos samplers, como construir um sintetizador, além de fazer gravações digitais e analógicas em K7.

Os shows com todos os artistas e curadores imersos na ocupação ocorrem dias 13 e 28 de abril --neles, os grupos mostrarão um pouco do que estão produzindo, experimentando e gravando.

Outras informações e inscrições estão disponíveis no site www.redbull.com.br/pulso2019.

Serviço

Red Bull Music Pulso
Red Bull Station.
Praça da Bandeira, 137, Centro, São Paulo-SP.
Telefone: (11) 3107-5065.

**
Com informações da Agência Lema.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio