CCSP recebe a 2ª edição do Festival Agora para discutir o poder das mulheres e tem mais de 100 atrações - São Paulo São

O eixo condutor do festival é o “poder”, como as mulheres se encontram nas diversas camadas em que o poder é exercido e hierarquizado. Imagem: Reprodução.O eixo condutor do festival é o “poder”, como as mulheres se encontram nas diversas camadas em que o poder é exercido e hierarquizado. Imagem: Reprodução.

Segundo o PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), 51,7% da população brasileira é composta por mulheres. Mesmo sendo maioria, ocupar espaços de poder ainda é um desafio para as pessoas do gênero feminino.

Para valorizar e disseminar iniciativas que buscam mudar esse cenário, a 2ª edição do Festival Agora aterrissa em São Paulo com uma programação plural e gratuita. O evento será neste fim de semana (21 e 22 de setembro), das 14h às 22h, no CCSP (Centro Cultural São Paulo).

Mentorias, oficinas, shows, exposições, entre outras atividades comandadas por mais de 100 mulheres vão ser oferecidas para o público. As ex-presidenciáveis nas eleições de 2018 Marina Silva, Manuela D’ávila, Sônia Guajajara, a atriz Mariana Ximenes e a cantora Karol Conka estão no time de convidadas confirmadas.

Imagem: reprodução.Imagem: reprodução.

Nesta edição, os debates terão como tema principal a violência de gênero na política e o legado de Marielle Franco, assassinada em 2018. Para discutir o assunto, uma das mesas contará com a viúva da vereadora, Mônica Benício, e a cineasta Éthel Oliveira.

“O eixo principal do festival é a mulher nas instâncias de poder, então todas as áreas de conhecimento e atividades entram no nosso escopo, para aumentarmos a representatividade feminina em posições de destaque”, disse Antônia Pellegrino, idealizadora e curadora do evento.

O Festival

A vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018 no Rio de Janeiro. Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo.A vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018 no Rio de Janeiro. Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo.

O Festival, que em 2019 acontece no CCSP, se propõe a ser um espaço de diálogo e troca de mulheres em torno de lutas por direitos igualitários, liderança e afirmação de suas identidades. O eixo condutor do festival é o “poder”, como as mulheres se encontram nas diversas camadas em que o poder é exercido e hierarquizado.

Com temáticas variadas, os diálogos e trocas têm como objetivo contribuir para a compreensão da luta histórica das mulheres contra a desigualdade de gênero e a violência. O objetivo é fomentar a reflexão e a troca de experiências entre mulheres de diferentes segmentos sociais, a partir da organização de palestras, workshops, exposições, mesas de debates, manifestações artísticas e culturais e outras atividades.

Por meio de encontros e de uma estratégia em rede, todo o conteúdo é desenvolvido e realizado por mulheres com diferentes visões, origens e vivências.

Confira aqui a programação completa.

Serviço

Festival Agora
21 e 22 de setembro), das 14h às 22h.
CCSP - Rua Vergueiro 1000 - CEP 01504-000.
Tel 3397 4002 - Paraíso São Paulo - SP.
Estação Paraíso do Metrô.
Grátis.
[email protected]

***
Fonte: CCSP.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio