Projeto Old Roger ocupa as ruas do centro, com núcleos de arte, comida e street wear - São Paulo São

Festival de arte com gastronomia, música e moda ocupa as ruas do centro de São Paulo. Foto: Arco Web.Festival de arte com gastronomia, música e moda ocupa as ruas do centro de São Paulo. Foto: Arco Web.

O Projeto Old Roger – Disruptive Pirate Gathering – agora com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo de São Paulo, realiza a sua 16ª Edição, neste fim de semana, nos dias 9 de novembro (sábado) e 10 (domingo), na Avenida Ipiranga, entre as ruas 24 de maio e Avenida São Luis, das 11h às 22h.

Esta é a quarta vez que o Old Roger ocupa as ruas do centro de São Paulo, no formato de festival com música, feira de artes e gastronomia. Sob a curadoria de Dudão Melo, produtor musical, apresentador do programa de rádio Jazzmasters, o festival celebrará os 15 anos do Coletivo Superjazz. São músicos em que algum momento das suas carreiras participaram do Coletivo e subirão ao palco para esta celebração. Veja a programação musical ao final da matéria.

Nesta edição, mais de 200 expositores levarão ao público comida regional brasileira e gastronomia de diversos países. Foto: Divulgação.Nesta edição, mais de 200 expositores levarão ao público comida regional brasileira e gastronomia de diversos países. Foto: Divulgação.

Nesta 16ª edição, mais de 200 expositores levarão ao público um comida regional brasileira e gastronomia de diversos países, além de comida de boteco, salgados e doces dos mais variados. O banquete ainda inclui queijos, azeites, vinhos, cervejas artesanais e cachaças de diversas regiões do país. Entre os expositores estão: MeZcla Sabores (sanduíches gourmet), Riconcito Peruano, Ayuni (árabe), MEC (baiana), Yogue (japonês), Com Fartura ( paulista), La Chica Empanadas Artesanais (argentina),entre outros.

No espaço também haverá expositores de produtos orgânicos, cosméticos, artesanatos, decoração, casa, joias e semijoias, acessórios, moda (marcas autorais, estilistas e agênero), kids e artigos sustentáveis, terceiro setor (ONG’s) distribuídos pelas quatro ruas ocupadas pelo projeto.

A programação

Na Programação do Palco Superjazz, a curadoria é de Dudão Melo. Foto: Divulgação.Na Programação do Palco Superjazz, a curadoria é de Dudão Melo. Foto: Divulgação.

Sábado (9)

11h às 13h: Mesa aberta com Dudão Melo (Jazzmasters): Do Jazz à música eletrônica: música como resistência.
13h às 15h: Djs agitam o palco
15h às 17:30h: Dj Bruno Caveira (Goiânia)
17h30 às 20h: Coletivo Superjazz e DJ Bruno Caveira   
20h às 21h55: Show Coletivo Superjazz convida Dj Dudõo Melo com Marcio Negri (sax), Reginaldo 16  ,do Funk Como Le Gusta ( trumpete) e Will Tocallino,  Teto Preto, no trombone.

Domingo (10)

11h às 13h: Mesa aberta com Dudão Melo (Jazzmasters): Do Jazz à música eletrônica: música como resistência.
13h às 18h: DJs   
18h às 20h: Show Coletivo Superjazz convida Dj Mr. Rabbit, Chris Du Voisin,  Discotiki (baixo) e Thiago Duar , Mental Abstrato (guitarra).
20h às 21h55: Show Coletivo Superjazz convida Dj Dudão Melo, Marcelo Monteiro (sax), Daniel Gralha, Bixiga 70, (trompete) e Orlando Bolão, da banda de Eumir Deodato, (percussão).

Serviço

Old Roger, Disruptive Pirate Gathering - um conceito

Criado em 2014, o projeto Old Roger é formado por um coletivo de  profissionais das mais diversas áreas que juntos organizam o ‘disruptive pirate gathering’.

O Old Roger vem atraindo um público cada vez maior. Somente em 2018, compareceu um público estimado em mais de 110 mil pessoas e 1.700 expositores, em todas as suas oito edições, incluindo as que eram realizadas em espaços fechados.

Responsabilidade Social

O projeto vai além da música, cultura e empreendedorismo. Seus idealizadores também cultuam a responsabilidade social.  Para isso contam com a parceria de entidades que atuam em programas sociais, empoderamento feminino, empreendedorismo e meio ambiente.

Grupo de Atitude Social (GAS) atende moradores de rua com programas de reabilitação e inclusão social
Coletivo “Meninas Mahin” é um projeto de empoderamento de mulheres empreendedoras afro descendentes. Com atuação ativa na zona leste de São Paulo, realiza feiras para pequenos artesões e produtores independentes.
Utopiar  - desenvolve produtos em parceria com mulheres que estão ou estiveram em situação de violência doméstica.
Instituto Reiventar promove educação ambiental, coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento de lixo. A equipe do Reiventar será a responsável pela coleta seletiva e retirada de lixo do evento.

***
Com informações Rocha Comunicação. O São Paulo São apoia a iniciativa.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio