5ª Virada Sustentável traz programação diversificada a SP - São Paulo São

User Rating: 0 / 5


Abertura do evento terá palestra da socióloga holandesa Saskia Sassen no Auditório Ibirapuera; parceria inédita leva a Virada para os CEUs da cidade; programação infantil, exposições, debates, oficinas temáticas e atividades culturais gratuitas em toda a grande São Paulo; cantora Céu faz show de encerramento.

Shows, palestras, exposições, feira de produtos veganos, cinema, oficinas. A 5ª edição da Virada Sustentável se espalha pela grande São Paulo e apresenta, entre os dias 26 e 30 de agosto, mais de 700 eventos que propõem uma visão ampla, positiva e inspiradora da sustentabilidade em temas como biodiversidade, cidadania, mobilidade urbana, água, direito à cidade, mudanças climáticas, consumo consciente e economia verde, entre outros.

A Virada Sustentável é um festival anual de mobilização e educação para a sustentabilidade, que envolve cocriação, articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, escolas e universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais. Neste ano, o evento acontece simultaneamente em parques como Água Branca, Burle Marx, Cemucam, Ibirapuera, Juventude e Villa Lobos, além do Centro Cultural São Paulo, Museu da Casa Brasileira, Fábricas de Cultura, escolas e espaços públicos diversos. O Largo da Batata e a Praça Victor Civita também serão palco de atividades.

Confira a programação completa e detalhada: www.viradasustentável.com

Neste ano, em uma parceria inédita da Secretaria Municipal de Educação com a Virada, diversas unidades dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) da cidade de São Paulo receberão atividades culturais, educacionais e esportivas promovidas por coletivos nas comunidades às quais os CEUs estão inseridos. “A Secretaria Municipal de Educação (SME), na perspectiva da Educação Integral, vem ampliando o diálogo com a comunidade onde estão inseridos os equipamentos públicos, fomentando sua apropriação e gestão democrática para a construção de uma São Paulo mais sustentável”, afirmou Andréia Medolago, do Núcleo de Educação Ambiental da SME.

Abertura com Saskia Sassen

Para marcar a abertura desta edição, na quarta-feira, dia 26 de agosto, às 11h, no Auditório Ibirapuera, a socióloga holandesa Saskia Sassen participa de um debate com o secretário municipal de Cultura de São Paulo, Nabil Bonduki (doutor em estruturas ambientais urbanas pela USP e relator do Plano Diretor da cidade), mediado pela economista Ana Carla Fonseca (assessora em economia criativa para a ONU). Com entrada franca, a iniciativa é protagonizada pela Liberty Seguros em parceria com o Fronteiras do Pensamento e Itaú Cultural. Os ingressos gratuitos serão disponibilizados ao público com uma hora e meia de antecedência, no local do evento.

Festival Como Virar Sua Cidade no Centro Cultural São Paulo (CCSP)

Dentre os destaques das centenas de atividades, está a palestra do suíço Roman Gaus, do Urban Farmers (http://urbanfarmers.com/intro/), no sábado, 29, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), como parte de uma programação especial sobre ocupação do espaço público e direito à cidade. Com uma seleção de atividades e conteúdos propostos por vários coletivos e projetos de transformação urbana de São Paulo e de outros países, o espaço vai ainda receber Carolina Balparda, responsável pelo programa Cidade Educadora de Rosário (Argentina), exposição de “placemaking”, cinedebates, oficina de grafitti para a terceira idade e até um passeio de ônibus elétrico, dentre outros. A programação começa na quinta-feira (27) e vai até domingo (30).

Virada Zen

O Auditório do Museu de Arte Moderna (MAM) do Parque do Ibirapuera vai abrigar, nos dias 29 e 30, o SP + Zen, série de 13 palestras inspiracionais como melhorar a cidade através do autoconhecimento, tendo o zen como ferramenta de bem estar e harmonia - com participação da Monja Coen e Sri Prem Baba (em vídeo). Além disso, a programação contará com oficinas e meditações.

Já no dia 30, às 9h da manhã, a cobertura do histórico Prédio Martinelli vai receber o grupo Awaken Love, que vai conduzir uma meditação nas alturas, e apresentará os participantes à iniciativa Just 1 Minute, de silenciar por apenas 1 minuto algumas vezes ao dia.

A artista Marcia Aftimus, autora do livro “ArtZen”, pintará um painel de colorir no Jardim do Museu da Casa Brasileira entre os dias 27 e 30 de agosto, das 10h às 13h e das 14h às 17h. Em uma intervenção artística e meditativa, a obra tem como objetivo estimular o amor e a paz na cidade. Por isso, um espaço será montado em torno do painel para que as pessoas meditem enquanto a artista pinta. Além disso, no sábado e domingo, das 10h às 11h e das 12h às 13h, a meditação contará com a presença do músico sitarista Fábio Kidesh e no dia 30, das 12h às 13h, Jeanne Pilli conduzirá uma meditação. No último dia de evento, a obra se transformará em 48 telas de 50x25 centímetros que serão entregues ao público.

Minichefs e programação infantil

Na oficina de culinária “Minichefs em Ação” – dia 29, das 11h às 12h30, na Biblioteca Villa Lobos, os participantes são convidados a elaborar e executar de maneira lúdica, uma receita muito gostosa com alimentos naturais, aproveitando as partes que costumam ser descartadas, mas que contêm muitas vitaminas (cascas, talos).

Nos dias 29 e 30, o Instituto Akatu realiza a Maratona Edukatu de Consumo Consciente, com diversas atividades no CEU Azul da Cor do Mar, em Itaquera.

Com repertório de musicas brasileiras, a Oficina de Alegria leva a Banda do Bloquinho para uma apresentação no Museu da Casa Brasileira no dia 29 de abril, às 11h, com o objetivo de estimular e incentivar a noção de cidadania nas crianças através do sentimento de coletividade, simplicidade e liberdade.

 
Já a Praça Victor Civita e algumas unidades dos CEUs recebem feiras de troca de brinquedos, promovidas pelo Instituto Alana. As unidades educacionais da Prefeitura exibem documentários do Instituto: “Criança, amado negócio”, “Muito Além do Peso”,  “Tarja Branca” e “Território do Brincar”.

O CCSP vai ainda receber uma oficina de cinema, no dia 29, para produção de um mini metragem de 1 minuto, em parceria da Thyssenkrupp com o Instituto Querô. No local, um painel interativo vai apresentar ainda o site Urban Hub, uma plataforma na qual os visitantes poderão tirar uma foto que ficará registrada no site e poderá ser baixada, depois. A empresa vai promover ainda, no dia 29, às 12h30, um coral voltado ao público infanto-juvenil e adulto.

No Parque Villa Lobos, um dos destaques é o “Planetário Móbile”, promovido pelo Sescoop/SP (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo), e que convidará crianças e adultos a “entrar” em uma cápsula e viajar pelos cosmos. Nela, o “viajante” poderá contemplar o céu noturno, o sistema solar, satélites e constelações.

As cores e os sons da floresta irão invadir o Parque Villa-Lobos com o espetáculo Bichos do Brasil, da Cia Pia Fraus. Quem estiver no Parque Água Branca, entre 28 e 30 de agosto, pode assistir à Cia Teatral Sol, com o espetáculo “Mulambolambo”. A peça valoriza a gestualidade, a animação e a manipulação, sem diálogos verbais.

As Fábricas de Cultura também fazem parte da programação infantil. As unidades de Brasilândia, Capão Redondo e Jardim São Luis vão receber o espetáculo “O Fantástico Laboratório do Professor Percival”, no dia 27, às 10h (Brasilândia), e no dia 28, às 10h (Capão Redondo) e 15h (Jardim São Luis).

O Parque Ibirapuera contará com programação especial do “Meu Ibira”: oficinas de ecobags e móbiles (29), apresentações circenses com o grupo “A fabulosa Trupe de Variedades” (29) e shows musicais com a banda Caravana, dentre outras atrações.

A questão da água

No momento em que a crise hídrica retorna às pautas, a Aliança Pela Água promove a estreia do segundo episódio da web série “Volume Vivo”, de Caio Ferraz, seguido de um bate-papo com Guilherme Castagna, coordenador de projetos da Fluxus Design Ecológico, mediado pela jornalista Renata Simões. O espaço na Rua Vergueiro ainda recebe a exposição da fotógrafa Martha Lu, que registrou pessoas afetadas pela falta de água em São Paulo. Já no Jardim Suspenso do CCSP, o artista Mundano vai montar uma instalação inédita.

O Parque Villa Lobos receberá a partir do dia 26 o projeto “Água, Arte e Sustentabilidade”, composto por exposição de obras de arte popular brasileira e espetáculo teatral, que trata de forma lúdica o tema da água. “A questão hídrica foi o tema que reuniu o maior numero de inscrições de projetos para a Virada – quase 40%”, explica Palhano.

Exposições

Como parte da preparação oficial para a COP-21, reunião que acontece em Paris em dezembro e promete definir o futuro do planeta no tema das mudanças climáticas, o Consulado Francês traz uma exposição fotográfica marcante para a Virada Sustentável: “60 Soluções para as Mudanças Climáticas”, no Parque Cientec-USP. Uma seleção de filmes franceses ligados às mudanças climáticas também será exibida na Biblioteca Villa Lobos, que funcionará como um polo de programação sobre o tema.

A partir da quinta-feira, 27, o parque Burle Marx recebe a exposição “Olhar Selvagem”.

São 40 imagens que trazem a surpreendente conexão entre os animais selvagens fotografados e o espectador, registradas durante mais de uma década. Além da exposição, que é gratuita e vai até 25 de setembro, haverá oficinas de arte e educação ambiental com uma hora de duração para crianças de 5 a 10 anos, com monitores especializados.

A cidade ocupada pela Virada Sustentável

Diversas ações promoverão ocupações locais em áreas públicas de São Paulo.  No Largo da Batata, o coletivo Floresta Urbana vai utilizar um paredão de 100m em uma instalação que integrará graffiti e cinema – um telão público será entregue como presente à cidade, ao final da Virada - o Cinema Verde.

O tradicional Pic Nic à Moda Antiga, promovido pelos Aliados do Parque Augusta, ganha sua quinta edição na Virada com novo nome e a mesma proposta: sensibilizar a população para a importância de um parque 100% verde numa das ruas mais tradicionais da cidade. Em clima de festa, com música e atrações, o Pic Nic Parque Augusta é realizado no domingo (30), das 14h às 18h, na própria Rua Augusta, fechada para o trânsito.

Ponto das baladas em São Paulo, a Vila Madalena terá uma programação especial na Virada para mostrar que o bairro também pode promover eventos “tranquilos” e sustentáveis. Farão parte da programação pontos tradicionais do bairro, como o Armazém da Cidade, a galeria King Cap e a Livraria da Vila, com piqueniques, rodas de leitura e contação de estórias para a criançada, dentre outras atividades.

Promovida pelo Instituto Europeo di Design (IED), a ocupação criativa de um trecho da Rua Maranhão, em Higienópolis, apresenta o que seria uma “rua dos sonhos” no bairro, com diversas atrações e conteúdos relacionados ao uso do espaço público e participação de escolas e atores locais. Domingo (30) das 12h às 20h.

Extremos Sul – Coletivo Imargem

Com a preocupação constante de não se restringir ao Centro de São Paulo, a Virada Sustentável ocupa ainda os extremos Sul e Leste da cidade. Com curadoria do coletivo Imargem e envolvimento de diversos grupos locais, a programação nos bairros de Parelheiros, Grajaú e adjacências revela as riquezas culturais e naturais da região.  A abertura da programação no extremo sul ficará por conta do sarau “Sobrenome Liberdade”, no dia 27/08, às 20h, no Relicário Rock Bar. Estão previstas ainda uma Mostra de Teatro com a Cia. Humalada, exibição de filmes, oficinas de permacultura, cisterna e hortas, além da intervenção do artista plástico Mauro na empena do CEU Três Lagos, e a exibição do documentário “Sabotage: Maestro Do Canão” (2015), de Ivan 13P, na comunidade do Piraju (Grajaú).

Extremo Leste – Arte e Cultura na Kebrada

Pela primeira vez, o tradicional encontro de grafitti “Arte e Cultura na Kebrada”, da Zona Leste, agrega atrações e conteúdos especiais da Virada Sustentável. A nona edição do evento acontecerá no domingo (30), encerrando a programação da VS na região. Nos dias anteriores, as atividades estarão espalhadas por São Miguel Paulista, Jardim São Vicente, Jardim Pantanal Jardim Santa Inês, Jardim Maia e Itaim Paulista. O público poderá participar de oficinas de PinHole, exibições de filmes, discotecagens, shows e rodas de conversas.

Encerramento com show da cantora Céu

Para o encerramento da Virada Sustentável, no domingo, 30, a cantora Céu faz uma apresentação especial, gratuita, no Parque Villa Lobos, às 16h.

Parceiros

Este ano a Virada Sustentável é apresentada pela Lei de Incentivo a Cultura e pelo PROAC. Tem o apoio e confiança dos seguintes patrocinadores: Braskem, AES Eletropaulo, EcoFrotas, Husqvarna, Kellogg's, Natura, Thyssen Krupp, ADM/Vitaliv e Westrock. E conta com a colaboração dos seguintes parceiros: Instituto Akatu, Instituto Alana, Bigud Digital, Menta Propaganda, Consulado Francês, Swissnex, Sescoop, Secretarias Municipais de Educação e Cultura, Secretaria Estadual do Meio Ambiente. A promoção é feita pela Globo, Meu Ibira, Rádio Eldorado e Estadão, UOL e Pinterest. A realização é da Virada Sustentável, em parceria com o Governo do Estado, o Ministério da Cultura e o Governo Federal.

Sobre a Virada Sustentável

A Virada Sustentável é um festival anual de mobilização e educação para a sustentabilidade, que envolve cocriação, articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, escolas e universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais.

Em sua primeira edição, em 2011, a Virada reuniu mais de 500 mil pessoas em 482 atrações distribuídas em 78 espaços. No segundo ano, com ações e atrações em todas as regiões da cidade, a Virada se democratizou, reunindo em torno de 740 mil pessoas em 612 atividades gratuitas localizadas em 149 locais. Em 2013, o evento reuniu 695 atrações e atividades distribuídas em 152 locais de São Paulo, com público aproximado de 800 mil pessoas. Já em 2014, o evento reuniu 715 atrações e atividades distribuídas em 155 locais, com público aproximado de 900 mil pessoas.

Serviço:

5ª Virada Sustentável

26 a 30 de agosto de 2015
Grande São Paulo

Abertura

Debate com Saskia Sassen e convidados.
Data: Quarta-feira, 26 de agosto.
Local: Auditório Ibirapuera - Parque do Ibirapuera. 
Av.
Pedro Álvares Cabral –Portão3 – São Paulo, SP.
Horário: 11h.
Entrada: Livre e gratuita, mediante retirada de senha, a partir das 9h30.
Acesse toda a programação no site: www.viradasustentavel.com

Encerramento
Show com a cantora Céu.
Data: Domingo, 30 de agosto.
Local: Parque Villa Lobos – São Paulo.
Horário: 16h.
Entrada: Livre e gratuita.

Informações para a imprensa:
Mauricio Sacramento +55 11 3871-0022 ramal 228.

O São Paulo São apoia a iniciativa.