Bibliotecas municipais promovem circuito de contação de histórias - São Paulo São


A contação de histórias é uma arte secular, que desenvolve a imaginação, o hábito de ouvir e a vontade de ler. Assim como a literatura escrita, ela é capaz de nos levar para outros mundos e viver novas experiências. A fim de incentivar essa tradição, o Sistema Municipal de Bibliotecas da cidade de São Paulo promove mensalmente um circuito de contação de histórias com foco no público infantil, pais e educadores.

Em setembro, 43 bibliotecas e sete pontos de leitura participam do projeto. O Sistema Municipal de Bibliotecas vem trabalhando a narração oral em seus espaços, pensando na mediação de promover o contato com os livros, para ir além da leitura literária, promovendo uma visão do mundo e do processo criativo.

Para estimular o ouvinte, os contadores utilizam diversos recursos, como canto, poesia, e até a manipulação de objetos, como bonecos e tricô. Histórias indígenas, contos populares brasileiros, contos africanos, histórias japonesas, contos de fada e clássicos dos irmãos Grimm fazem parte do repertório de histórias.

O projeto enfatiza a importância das bibliotecas dentro das comunidades, que não são apenas espaços de silêncio e leitura. Em algumas regiões, a biblioteca local é o único equipamento cultural, e a mediação da leitura pode ser feita em formatos diferentes, como a narração oral, uma vez que todas as linguagens dialogam com a literatura, seja o cinema, a música e o teatro. As apresentações interagem com o espaço das bibliotecas, com o intuito de aproximar a comunidade dos livros disponíveis.

Além do Circuito mensal de apresentações de contação de história, o sistema municipal de bibliotecas promove, em outubro, a 11ª edição do festival A Arte de Narrar Histórias.

Confira a programação completa: http://goo.gl/eQ2ZWQ

Fonte: Sistema Municipal de Bibliotecas.