Masp faz 68 anos e oferece descontos por uma semana - São Paulo São


Em comemoração aos seus 68 anos, o Masp (Museu de Arte de São Paulo) reverterá a idade em desconto. A partir desta sexta-feira (2), a instituição oferecerá seus ingressos a R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia-entrada) até a próxima quinta (8). 

A iniciativa é válida para a bilheteria física e online. A entrada continua gratuita às terças (o dia todo) e às quintas (17h-20h). O programa Amigo Masp também foi incluído na celebração: o desconto se repete, mas desta vez por apenas um dia –amanhã, a R$ 22,40 para estudantes e professores, R$ 32 para idosos, R$ 44,80 em passe individual e R$ 76,80 para a família (estes últimos para os não contemplados nos pacotes anteriores).
 
Inaugurado em 2 de outubro de 1947, o Masp foi idealizado pelo empresário e jornalista Assis Chateaubriand junto ao também jornalista e crítico de arte italiano Pietro Maria Bardi. 
 
Desenhos de Lina Bo Bardi para o MASP. Henrique Luz / Instituto Lina Bo e P.M. Bardi.
 

Lina Bo Bardi concebeu arquitetonicamente a atual sede do MASP. Para preservar a vista exigida para o centro da cidade era necessário ou uma edificação subterrânea ou uma suspensa. A arquiteta optou por ambas as alternativas, concebendo um bloco subterrâneo e um elevado, suspenso a oito metros do piso. A construção é considerada única pela sua peculiaridade: o corpo principal pousado sobre quatro pilares laterais, resultando em um vão livre de 74 metros, à época considerado o maior do mundo. A inovação foi viabilizada pelo trabalho do engenheiro José Carlos de Figueiredo Ferraz, que aplicou na obra a sua própria patente de concreto protendido.

O edifício, projetado em 1958, levou dez anos para ser concluído. As obras se estenderam ao longo dos mandatos de Ademar de Barros e Prestes Maia, sendo somente finalizadas durante a gestão de Faria Lima. A nova sede do MASP foi finalmente inaugurada em 8 de novembro de 1968, na presença do príncipe Filipe e da rainha Elizabeth II, da Inglaterra, a quem coube o discurso de inauguração. Lina Bo coordenou a exposição de abertura, intitulada 'A mão do povo brasileiro', dedicada à cultura popular do país. A arquiteta inovou na forma de expor a coleção permanente, ao utilizar lâminas de cristal temperado amparados por blocos de concreto como suportes para as pinturas. 

 
A nova sede do MASP inaugurada em 8 de novembro de 1968 com a presença da Rainha Elizabeth II.
 
O Museu de Arte de São Paulo possui a maior e mais completa coleção de arte ocidental da América Latina e de todo Hemisfério Sul. O acervo do Museu tem obras de Rafael, Ticiano, Delacroix Renoir, Monet, Cézanne, Toulouse-Lautrec, Van Gogh, Gauguin e Modigliani, entre outros. 

Na semana passada, o museu renegociou uma dívida de dez anos – que já passava dos R$ 40 milhões – com a operadora Vivo. Com o acordo, que reduziu o valor para R$ 10 milhões, a telefônica torna-se patrocinadora do Masp e terá sua marca exposta em placas, no site e no material impresso da instituição.
 
Com informações da Folha de S.Paulo e Wikipedia.