São Paulo é empossada presidente da Rede Mercocidades - São Paulo São


A cidade de São Paulo foi empossada na manhã do último sábado (14) como presidente da Rede Mercocidades, que reúne quase 300 municípios de nove países sul-americanos, com o papel de integrá-los culturalmente, politicamente e comercialmente. A capital paulista substitui a argentina Rosário e ficará no posto até o fim de 2016, quando outra cidade argentina, Santa Fé, se tornará coordenadora-geral.

A transmissão de liderança da rede entre a prefeita Mónica Fein e o prefeito Fernando Haddad aconteceu no hall monumental do Edifício Matarazzo, no centro, onde foi realizada a Assembleia Geral de Mercocidades. O evento encerra a programação do XX Cúpula de Mercocidades, iniciada na última quinta-feira (12) e que celebrou os 20 anos da rede.

“As cidades vem ganhando cada vez mais peso no cenário internacional, em funções de vários assuntos como a questão democrática, acesso a direitos sociais ou mudanças climáticas. Tudo isso impacta fortemente as cidades e, num contexto de estados nacionais, a única forma de sermos ouvidos é pela união”, afirmou Haddad.

“Tenho certeza que São Paulo promoverá o papel que a Rede Mercocidades tem e essa condução estará em ótimas mãos”, disse a prefeita de Rosário.

Além da coordenação-geral, durante a assembleia, São Paulo também assumiu as coordenações da comissão de Direitos Humanos, Juventude e do grupo temático de Pessoas com Deficiência e Inclusão. A cidade ainda ficou com a sub-coordenação de Planejamento Estratégico e Áreas Metropolitanas.  

A assembleia geral foi marcada pela mudança do regimento interno de Mercocidades, aprovada pelos membros, que entre outros pontos, mudou a estrutura organizacional da cúpula, por exemplo, com a troca da figura da secretaria-executiva para presidência.

“Essa mudança do estatuto pretende instituir uma nova liderança e com essa nova liderança, pretendemos dar centralidade na condução da rede aos prefeitos”, afirmou o secretário de Relações Internacionais e Federativas, Vicente Trevas.

Durante assembleia, também foi apresentada da Carta de São Paulo, com diretrizes para a agenda do desenvolvimento sustentável. O prefeito de Montevidéu, Daniel Martinez, também leu um manifesto de repúdio aos atos terroristas cometidos em Paris, na capital da França, na noite desta sexta-feira (13).  

“Sem dúvida, a Rede Mercocidades está representando um espaço de integração regional com a mesma força que outros estruturas internacionais podem alcançar”, disse Martinez. 

“O que está acontecendo na cidade de São Paulo é algo de muita ousadia, determinação e exemplo para os gestores de todo o mundo. As mudanças e transformações que São Paulo tem promovido com sua agenda estratégica são exemplo e inspiração”, afirmou o chefe de assuntos federais da Presidência da República, Olavo Noleto.

Fundada em 11 de novembro de 1995, a Rede Mercocidades conta com cidades da Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Chile, Bolívia, Colômbia e Peru.

“As pessoas, hoje, na sua grande maioria ou quase a totalidade em determinadas situações, estão nas cidades. Portanto, ter uma articulação como essa, com trabalho integrado entre os prefeitos, é tão importante neste momento”, disse a representante da Organização dos Estados Americanos (OEA), Ideli Salvatti.

“Temos neste momento, uma tarefa histórica, que é nos unirmos como cidades latino-americanas e sul-americanas no sentido de termos posições mais comuns possíveis na COP-21 e na Habitat III”, afirmou o prefeito de Belo Horizonte e representante da Frente Nacional dos Prefeitos, Márcio Lacerda.

Além do prefeito, estavam presentes a vice-prefeita, Nádia Campeão, a primeira-dama, Ana Estela Haddad, além dos secretários municipais Vicente Trevas (Relações Internacionais), Eduardo Suplicy (Direitos Humanos e Cidadania), Marianne Pinotti (Pessoa com deficiência e mobilidade reduzida), Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano), Nabil Bounduki (Cultura) e Nunzio Briguglio (Comunicação).

***
Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação.



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio