‘Noturno’ encerra 2015 transportando mais de 8 milhões de passageiros

O serviço Noturno, rede de transporte que opera na faixa da 0h às 4h, cobrindo os principais trajetos da cidade, incluindo bairros mais distantes do centro e estações de metrô, fechará 2015 com um saldo de mais de 8 milhões de passageiros transportados. Os dados são do último levantamento realizado pela SPTrans, em 10 de dezembro, quando a marca foi alcançada.

A rede, que completou nove meses no final de novembro, foi criada para ser uma alternativa de transporte para quem trabalha ou sai em busca de diversão e cultura em um horário no qual já não havia mais transporte de massa disponível.

Desde 28 de fevereiro, quem trabalha não precisa mais esperar até as 4h da manhã, quando abrem as estações de trem e as linhas convencionais de ônibus começar a funcionar. Com o Noturno, é possível se deslocar para todas as regiões da cidade, diminuindo o tempo de espera e, principalmente, a melhorando a qualidade de vida dos passageiros, que podem chegar em casa mais cedo, no caso dos que trabalham, ou aproveitar melhor a noite da cidade.

A adesão do paulistano à novidade vem sendo demonstrada com a evolução do volume de passageiros transportados ao longo dos meses. Em março, as 151 linhas que compõem o Noturno transportaram um total de 712.765 passageiros, enquanto que, em novembro, foram transportados 944.591, o que representa um crescimento de 32,5%.

Entre as linhas que mais tiveram movimento estão a N701-11 Term. Sto. Amaro – Term. Pq. D. Pedro II, com 373.215 passageiros entre 28 de fevereiro e 10 de dezembro, a N703-11 Term. Jd. Ângela – Term. Sto. Amaro, com 297.105 e a N706-11 Terminal Campo Limpo – Term. Pinheiros com total de 223.502 passageiros.

Novo sistema

A implantação do Noturno faz parte de um programa maior, que prevê a operação de todo o sistema municipal de transportes em rede, dividido em cinco redes complementares. Cada uma foi planejada considerando a demanda e as necessidades específicas de cada região da cidade naquela faixa horária. Elas estão divididas da seguinte forma: Rede da Madrugada (já implantada e com operação controlada), Rede do Domingo, Rede dos Dias Úteis e do Sábado e também Linhas-Reforço da Rede dos Dias Úteis nos Horários de Pico.

***
Fonte: Assessoria de Imprensa – SPTrans.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.